Em manutenção!!!

segunda-feira, 14 de maio de 2012

QUE MUNDO É ESTE?





Por José Antonio Taveira Belo/ Zetinho

Que mundo é este? É a pergunta que muitas pessoas estão fazendo entre si e em conversas em todos os lugares. A violência que avassala o nosso País, na corrupção e nos crimes hediondos que todos os dias são vistas e estampadas em todos os meios de comunicação escrita e falada, o que leva a crer a insanidade e a falta de ética que atualmente esta sendo banalizadas pelos vários indivíduos da nossa sociedade e que esta mesma sociedade não pune exemplarmente os infratores. A impunidade em nosso País é visível e quando a lei pune somente a classe pobre é que são penalizados, os ricos e os donos de poder tem sempre uma brecha na Lei e assim se livra da condenação. As pessoas estão sem noção do que é a vida, este bem precioso que Deus dá a cada ser humano. A ética e a honestidade há muito tempo foi para as “cucuias”.  A nova fase que tem abrilhantado os nossos “heróis” na sociedade é a falsidade, a corrupção, a ética, o engodo que transmite a todos nós e que a cada dia vamos aceitando passivamente.

E o que estamos fazendo para evitar estes desmandos públicos? Pouca coisa! É o que notamos e presenciamos a cada instante? Atualmente todos veem este descalabro., Qual é a nossa participação para acabar com esta imoralidade? Muito pouco, mesmo. Muitos já estão de “saco cheio” de falar, de apontar os caminhos que possivelmente levaria a uma situação menos drástica do que estamos vivendo, mas o desanimo tomou conta da sociedade e esta mesma sociedade está passivamente acomodada. A violência que explode no mundo sem contenção por parte das autoridades, é porque vem do instinto humano, o lado perverso. Os desmandos contra a vida é vista por todos e já se tornou corriqueira em nossas ruas, avenidas, praças, vielas e becos. As noticias que chegam muitos de nós já a ignoram e ficamos alheios a este perverso estado de calamidade pública. Dezenas de casos são estampadas nos noticiários da imprensa falada e escrita. São inúmeros atentados contra a vida, principalmente no exterior onde várias nações se digladiam em busca de poder, se matando entre si. Em nosso Brasil, a matança é maior, entre os grupos de extermínios, lutando por um poder inexistente e temporário, é o caso da contravenção dos entorpecentes e do trafico sexual. Das chantagens que estão virando moda em todos os lugares, sejam nas repartições públicas e privadas. Não existe mais a ética em nosso meio tudo é feito sob a escuridão da noite e muitas outras na luz do sol. Cada dia mais nos envergonhamos dos dirigentes do nossa Nação. Aqueles que colocamos no poder para nos proteger são os primeiros a burlar a lei em beneficio próprio. Os três poderes do nosso Brasil, se encontra enlutado pelos vícios da corrupção que abrange todos os poderes do nosso Brasil. Como consertar esta anomalia que vivemos? No momento, muitos estão trabalhando para isto, mas esta é uma pequena parcela que vem sendo engolida pelos faraós do poder. Cada dia que passa a comunidade vai se desesperando, não encontram uma saída, por mais que se esforce nada de positivo acontecem Milhares de cidadãos vem sofrendo na pele este descalabro, principalmente, os aposentados que mais necessita de apoio são os mais vilipendiados no seu viver, pois, seria o momento de alegria e prazer pela vida, é o momento mais cruciante, pois os parcos benefícios que ganham após uma luta incessante de trabalho, não dão para sobreviver.  Mas não vamos nos desesperar. Dizia o meu querido pai Antonio Taveira Zuza, na sua sabedoria de pouca instrução mais de uma vivencia realista de matuto do interior que, “a única coisa que não se dá jeito é a morte, os demais acontecimentos um dia serão solucionados mais cedo ou mais tarde”. Pois é, acredito muito neste ditado do meu pai, pois para a “morte” é para todos, sem distinção de classe, ricos e pobres vão todos para o mesmo lugar “o cemitério”.

Um comentário:

  1. José Fernandes Costa14 de maio de 2012 19:44

    NÃO são os três poderes da República que estão enlutados pela corrupção. - NÓS, os pagantes de impostos, é que estamos sempre ou enlutados ou encurralados. - Ministros do Supremo e juízes de outros tribunais superiores comem "bola" graúda. - Lembrem-se do banqueiro bandido Daniel Dantas! - Senadores e deputados, comem "toco" graúdo. Ministros de Estado e outros "executivos" se deleitam na farra das empreiteiras e dos "cachoeiras". - Então, há de sobrar para nós outros. - O povo bobão fica vendo televisão e batendo palmas pra jogadores de futebol. - Ontem foi o dia das "grandes consagrações futebolísticas"! - O que esse povo alienado quer mais??/.

    ResponderExcluir