Mural de Recados da A GAZETA DIGITAL

Notícias

Faça a sua A Gazeta Digital

Se você tem alguma notícia que ache interessante,  e quer que outras pessoas saibam, enviem-na para nós e a publicaremos. De preferência, identifique-se, ou, se quiser usar só um pseudônimo, deixe-nos saber quem é você. Isto ficará entre nós e sua notícia, se acharmos importante, ficará com o público. A grande maioria do tópicos aqui publicados vem do site Opinião e Notícias. Use o e-email seguinte para contato: agazetadigitalbc@gmail.com

@@@@@@@@@

Líderes do Mercosul se reúnem em Caracas

29 de julho, 2014

A Cúpula do Mercosul começa nesta terça-feira, 29, em Caracas, Venezuela. Os presidentes do Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Bolívia chegaram à capital venezuelana na noite da última segunda-feira, 28. O presidente Evo Morales, da Bolívia, país em processo de incorporação como membro pleno do bloco, também estará presente no encontro.

Entre os principais temas que serão abordados na cúpula estão a dívida argentina e a proposta brasileira de um acordo comercial com a Aliança do Pacífico, bloco de livre comércio formado por Chile, Colômbia e Peru.

Segundo informações do jornal argentino La Nación, a presidente argentina, Cristina Kirchner, preparou “um discurso forte e de alta voltagem política” contra o juiz americano Thomas Griesa, que bloqueou o pagamento de US$ 1,1 bilhão aos credores argentinos até que o país pague os fundos especulativos que não aceitaram a reestruturação da dívida.

A decisão de Griesa deixou a Argentina à beira de um calote técnico. Em seu discurso na cúpula, Cristina pretende acusar o juiz de extorsão e dizer que “a Argentina está sofrendo um ataque especulativo”. A expectativa do país é que o Mercosul apoie a Argentina.

Segundo especialistas, a crise financeira argentina vai afetar as relações comerciais do país com o Brasil. A Argentina é o terceiro maior importador do Brasil, atrás apenas dos EUA e da China. Mas, diante da crise, o governo Kirchner deve reduzir as importações.

Aliança comercial

A presidente Dilma Rousseff pretende usar o encontro para propor a antecipação do acordo de livre comércio entre o Mercosul e a Aliança do Pacífico. O acordo inicial prevê que a tarifa comercial entre os países de ambos os blocos sejam zeradas em 2019, mas Dilma pretende antecipar a medida para este ano.

A ideia foi discutida pelo bloco no ano passado, mas falta o aval político para acelerar a proposta, o que Dilma pretende conseguir na cúpula.

Fontes: Estadão-Brasil será afetado por crise argentina, O Globo-Na cúpula do Mercosul, Cristina acusará Griesa de ‘extorsão’ e buscará apoio em luta contra credores.

@@@@@@@@@@

Mutilação da genitália feminina e casamento infantil

29 de julho, 2014

A cada minuto, sete garotas têm suas genitálias cortadas ou mutiladas. E a taxa à qual a prática está declinando não é o bastante. A não ser que a velocidade aumente, o número de vítimas crescerá de 3,6 milhões por ano hoje em dia para 4,1 milhões em 2035.

A mutilação da genitália feminina envolve extirpar o clitóris e os lábios vaginais e praticamente fechar a vagina por meio de pontos. Nos países africanos nos quais a prática é um rito de passagem tradicional, 9 em cada 10 garotas são submetidas à essa prática bárbara, que causa enorme dor e pode levar à infecção, infertilidade e, em alguns casos, à morte.

O casamento infantil, outro costume que destrói a vida de garotas, também é comum na África e em partes da Ásia. É provável que a vida futura de uma noiva criança seja pobre e socialmente isolada. A educação provavelmente será negligenciada. A maternidade precoce pode destruir a sua saúde ou até matá-la. A UNICEF afirma que mais de 700 milhões de mulheres hoje se casaram antes dos 18 anos – e 250 milhões delas antes de completarem 15.

Em alguns países, a maioria das mulheres entre 20 e 49 anos se casou quando era criança. Sem mais progressos, o número de ex-noivas crianças ainda será de 700 milhões em 2050.

Muitos países aprovaram leis contra ambas as práticas. Isso é essencial, mas não é o suficiente. Ambas as práticas advêm de normas sociais profundamente arraigadas que só podem ser mudadas informando os pais sobre os danos que elas causam.

@@@@@@@@@@

COLUNA ESPLANADA

Exército remodela setor para monitorar movimentos sociais

por Leandro Mazzini em 29 de julho, 2014

Por ordem do alto comando, o Centro de Informações do Exército (CIE) vai se reestruturar e terá papel ativo com atuação prioritária em operações de inteligência, contra-inteligência e monitoramento de movimentos sociais e subversivos. Haverá investimento em tecnologia, diante da ameaça de terrorismo virtual. A readequação era planejada há anos e surge na esteira da convulsão de atuações de black-blocs, sem-teto e sem-terra com atividades similares a guerrilhas urbanas e rurais, diante de provas de ligações destes grupos com organizações criminosas das grandes capitais.

Clipping

Há mais de 20 anos, segundo fontes, a atuação do CIE vinha se limitando a clippagem de notícias e investigações internas do Exército. O setor era forte no regime militar.

Detalhes, não

A assessoria do Exército confirma a reestruturação do Centro de Informações, mas, por motivos óbvios, não informa detalhes nem de como vai atuar daqui para a frente.

Primeira batalha

A CNI promove amanhã em Brasília o Diálogo da Indústria com Candidatos à Presidência, para debater políticas para o setor. Aécio, Dilma e Eduardo confirmaram.

Pensando longe

É otimismo exacerbado ou necessidade antecipada.. A presidente Dilma deixará para o sucessor ou como compromisso para ela mesma a Conferência Nacional de Política Indigenista. Saiu no D.O. decreto convocando o encontro para 17 a 20 de novembro de… 2015. Para debater a relação do Estado com os povos indígenas do Brasil.

Sobrou para o CEO

Na entrevista ao UOL/Folha/SBT/Jovem Pan ontem, a presidente Dilma não escondeu a insatisfação com o caso e diz que chamará às falas o CEO do Santander Brasil. O banco divulgou carta em extratos alertando para risco de reeleição da petista.

Novela real

Rebu entre movimentos católicos e militantes petistas. A co-fundadora da Comunidade Shalom de Fortaleza espalhou nas redes sociais que quem votar no PT para presidente ‘está automaticamente excomungado’. ‘Infelizmente, com uma possível vitória do PT, estaremos entrando (..) no comunismo moderno’, escreveu Maria Emmir Nogueira.

Guerra eleitoral

O ministro do TSE Admar Gonzaga determinou em liminar a retirada de propagandas na internet com elogios a Aécio Neves e críticas ao governo da presidente Dilma. Nos anúncios apareciam as frases ‘Saiba como proteger seu patrimônio em caso de reeleição da Dilma, já’, e  ‘Que ações devem subir se Aécio ganhar as eleições? Descubra aqui’.

Epa, Epa

As propagandas, elaboradas pela Empiricus Consultoria, eram veiculadas especialmente nos sites dos jornais Correio Braziliense e Estado de Minas – Aécio, pela declaração de bens ao TSE, se diz sócio dos jornais do grupo Diários Associados.

Charge do Aliedo

O então presidente Lula surfava na onda do carisma mundial quando foi visitar o então rei da Espanha, Juan Carlos, e sua rainha Sofia, em Madrid.                                                   

Protocolo real, o rei serviu um banquete para a comitiva brasileira. À mesa Lula, a primeira-dama Marisa Letícia e senadores brasileiros.

Bem à vontade e falante, o presidente, sentado ao lado da rainha, chamou a atenção da anfitriã pela simpatia. Ela então quis puxar papo:

- É verdade que o senhor é marxista-leninista?

E Lula, de pronto, olhando firme para ela:

- Não senhora, sou só torneiro mecânico mesmo!

Ponto Final

‘Todos nós erramos porque a gente não tinha ideia do grau de descontrole do sistema financeiro. O mundo errou’.

Dilma Rousseff, presidente da República, em entrevista ontem.

@@@@@@@@@@@

Prazo para fim de lixões não será cumprido

29 de julho, 2014

No próximo domingo, 3, termina o prazo para que todos os municípios desativem lixões a céu aberto. Porém, a meta estabelecida em 2010 pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) não será cumprida e não há previsão para a desativação.

Conforme os dados da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), metade das cidades brasileiras com até 300 mil habitantes não terá condições de obedecer a legislação, e mais de mil das 2,4 mil consultadas não conseguiram nem mesmo elaborar o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS), crucial na obtenção de verbas federais para a extinção dos depósitos. O prazo final para entrega do plano terminou em agosto de 2012.

A última consulta realizada pela CNM analisou 2.485 cidades das 5.490 com até 300 mil habitantes e mostrou que 768 ainda depositam os resíduos sólidos em lixões, a maioria nas regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste.

O levantamento aponta ainda que 16 capitais não têm aterro sanitário, incluindo Belo Horizonte, Brasília, Recife, Manaus e Porto Alegre. O presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, sugere que o prazo seja ampliado, com uma carência de oito anos.

Para Erica Rusch, especialista em direito ambiental, faltou planejamento e sensibilidade para entender que o meio ambiente é uma pauta prioritária. “O gestor municipal sempre espera a prorrogação do prazo. Muitos municípios não receberam a verba do Governo Federal porque não fizeram os trâmites requisitados. O governo passou a ter uma responsabilidade, mas não a colocou como pauta prioritária”.

Já o ambientalista Jorge Fachada teme um possível retrocesso. “Não se pode voltar atrás só porque não foi conquistado agora. Existiu descaso, e agora ele deve ser corrigido, mas sem prejudicar o meio ambiente”, analisa Fachada.


@@@@@@@@@

A política econômica de olho no Ibope

por Paulo Gurgel Valente em 29 de julho, 2014

Quando a política econômica é refém da campanha eleitoral, não surpreende que tenhamos resultados pífios, configurados na piada repetida e sem graça, que compara a economia ao insucesso no futebol: os 7% de inflação, se tão pouco, conjugados com o 1% do crescimento econômico, se tanto.

O desejo de acelerar a atividade econômica com expansão do consumo e do crédito, de forma exagerada e sem sustentação com a produção e a oferta, não poderia promover nada diferente do que um índice de preços em ascensão e a tentativa de seu controle heterodoxo sem constrangimentos ou escrúpulos.

Se não, vejamos: a inflação medida pelo IPCA acumulada em doze meses superou 6,5% em junho de 2014, com preços livres aumentando 7,3%, e preços administrados, controlados pelo governo, variando somente 3,9%. Este controle vai das tarifas de transporte público, gasolina, energia elétrica e tudo o mais que depende da canetada de Brasília. É claro que os custos das empresas destes setores sobem pelo índice de preços livres, o que sufoca seu equilíbrio financeiro. Não é sem fundamento que as cotações das ações da Petrobras e Eletrobras na bolsa tenham despencado nos últimos três anos, respectivamente de US$ 33 para US$ 18 e de US$ 12 para US$ 3, numa perda combinada de mais de 50%.

Para falar de um setor ícone pela representatividade, no primeiro semestre de 2014 a produção de veículos foi de 1,5 milhão, 16,7%​​ menos do que​​ os ​1,8 milhão do mesmo período do ano anterior, um desempenho para esquecer. ​No lado social, não havendo investimentos suficientes em saúde, educação e segurança, o índice de desenvolvimento humano deixou “este país” na 79ª posição, pouco lisonjeira, abaixo da Venezuela, Azerbaijão e Jordânia.

Insistindo na mesma tecla, o Banco Central decidiu “estimular a economia” injetando R$ 30 bilhões para os bancos emprestarem para famílias e empresas. Além disso, a autoridade monetária mudou os critérios relativos à exigência mínima de capital para dar crédito em operações de compra no varejo, o que liberará na economia real mais de R$ 15 bilhões.

Dados oficiais do Ministério do Trabalho mostram a menor geração líquida de postos de trabalho formais desde 1992. Pressionada por crédito mais caro e inflação persistente, a parcela de famílias endividadas atualmente está em 63%. Ao mesmo tempo, a parcela da renda das famílias comprometida com dívidas subiu para 30,3% no período, sendo que era 29,2% em julho do ano passado.

A pesquisa apurou que o aumento no percentual de endividados foi notado tanto entre famílias de maior poder aquisitivo quanto às de menor orçamento. Entre as que ganham até dez salários mínimos, aumentou de 63,9% para 64,3% de junho para julho as que admitiram ter dívidas. Já entre aquelas com ganhos acima dessa faixa, subiu de 55,8% para 57% a parcela dos que declararam ter algum tipo de débito.

Isto tudo a 60 dias das eleições presidenciais: quem sabe se obtém também uma inflação na tendência de voto para o governo no IBOPE, se é que a opinião pública continua adormecida, desfazendo a impressão de que o gigante tinha acordado.

@@@@@@@@@

Porque os japoneses estão tendo tão poucos bebês

29 de julho, 2014

No mês passado um funcionário da prefeitura de Aichi fez uma proposta ousada. Tomonaga Osada sugeriu que as autoridades poderiam distribuir preservativos secretamente furados para jovens casais de casados, os quais em seguida aumentariam a taxa de natalidade. Seu expediente heterodoxo contou com o apoio de poucos, mas reflete uma preocupação cada vez maior sobre a condição demográfica do Japão.

No ano passado somente pouco mais de 1 milhão de bebês nasceram, muito menos do que o número necessária para manter a população, que deve cair de 127 milhões para cerca de 87 milhões em 2060. Porque os jovens japoneses são tão avessos à procriação?

A espiral de declínio demográfico está girando mais rápido à medida que o número de mulheres em idade fértil cai. Em maio um relatório estimou que 500 ou mais cidades em todo o país desaparecerão até 2040 à medida que mulheres jovens migrem para cidades maiores. A força de trabalho já está encolhendo, pondo em risco o crescimento futuro.

A principal razão da queda da natalidade é o declínio do casamento. Menos pessoas estão optando por casar, e o estão fazendo mais tarde. Em tempos econômicos melhores pretendentes em potencial tinham empregos permanentes como parte do sistema de “emprego vitalício”.

Outras mulheres rejeitam o casamento e os filhos graças à antiquada cultura corporativa japonesa, unida a uma grande escassez de oferta de serviços de cuidados para a criança, o que as forçaria a abandonar suas carreiras. Por fim os jovens são unidos por códigos sociais rígidos.

Apenas 2% dos bebês nascem foram do casamento (comparado a entre 30% e 50% na maior parte dos países ricos), o que significa que à medida que os casamentos se tornam menos comuns, o mesmo acontece aos nascimentos. Mesmo para aqueles que começam uma família, o custo ascendente de criar um filho impõe uma política de filho único de fato.

Felizmente há pouco que o governo pode fazer diretamente para aumentar a produtividade no quarto de dormir. No entanto reformas no mercado de trabalho poderiam impactar a taxa de natalidade no longo prazo. Se as empresas dessem mais proteção a contratados novos e jovens em detrimento dos privilégios de outros funcionários, casais jovens teriam uma base mais estável para casar e criar famílias.

Até agora o governo de Shinzo Abe falou sobre tais medidas, mas não as tomou de fato. Em vez disso Abe está agindo para ajudar as mulheres a combinarem suas carreiras com filhos. Muitos demógrafos acham que já é tarde demais para aumentar a taxa de natalidade do Japão, agora a 1,43 crianças por mulher. A resposta eventual, afirmam, será mais chocante: imigração em massa.

@@@@@@@@@@

Cientistas encontram mais duas crateras na Sibéria

29 de julho, 2014

Mais duas crateras foram encontrados na Sibéria e o mistério sobre a origem do fenômeno continua. A primeira foi divulgada este mês, tendo 80 metros de diâmetro e 60 metros de profundidade. O aparecimento delas intriga cientistas.

Segundo reportagem do The Siberian Times, as outras foram localizadas na Península de Yamal, onde a primeira foi avistada; e na Península Taymyr. As novas são menores e apresentam montes de terra na lateral, que sugerem um movimento de dentro para fora.

Com 15 metros de diâmetro, a segunda foi encontrada a cerca de 30 km do local onde a maior foi achada. A terceira tem quatro metros de diâmetro e profundidade variando entre 60 e 100 metros.

As hipóteses sobre a origem delas sugerem desde quedas de meteoritos até extraterrestres, mas a tese mais aceita é de que o solo da região está derretendo devido ao aquecimento global, criando bolsões subterrâneos de gás metano, o que com a pressão provoca erupções que formaram as crateras.

@@@@@@@@@@

Brasil teve uma tentativa de fraude a cada 17 segundos em junho

28 de julho, 2014

O número de fraudes em relação ao roubo de identidade para realização de negócios ou obtenção de créditos de maneira irregular caiu 11,9% em junho. Em maio foram 11,2%. Apesar da queda, segundo o Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraude, o número chegou a 150.864 tentativas de fraude no mês passado, o que representa uma a cada 17,2 segundos. No acumulado do primeiro semestre deste ano, o recuo do índice foi de 3,4%, em comparação ao mesmo período do ano passado.

O maior setor com maior concentração de ocorrências foi o de telefonia, com 36,6%. Em junho, o segmento apareceu com  33,3% das tentativas de fraude. Nesse quadro se encaixam construtoras imobiliárias, seguradoras e prestadoras de serviços. Com 20% do total, o setor bancário é o terceiro colocado.

Segundo a Serasa Experian, as maiores tentativas de golpes se encontram nos setores de emissão de cartões de crédito, financiamento de eletrônicos no comércio varejista e compra de celulares com documentos falsos ou roubados.


@@@@@@@@@@

Partidos apostam em candidatos com perfil de celebridade

28 de julho, 2014

O ex-BBB Jean Wyllys (PSOL), o boxista Acelino Popó (PRB), o ator Stepan Nercessian (PPS), o jogador Danrlei (PSD) e o palhaço Tiririca (PR) tentarão se reeleger como deputados federais nas próximas eleições. O ex-jogador Romário (PSB) pretende um cargo mais alto: o Senado. Sua maior pretensão é concorrer à prefeitura do Rio, em 2016.

Eleitos em 2010 para o primeiro mandato na Câmara, os chamados “candidatos celebridades” tomaram gosto pela política e muitos disputarão novamente o posto de deputado federal. Por se tratarem de pessoas conhecidas do público em geral, esses deputados obtêm mais votos e, com isso, engordam o caixa do fundo partidário dos respectivos partidos, calculado com base no número de votos recebidos na eleição.

Segundo o coordenador de documentação do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), Antonio Augusto de Queiroz, entre os cinco deputados celebridades, Romário e Jean Wyllys foram os que mais se destacaram. Porém, nenhum dos dois figura na lista dos 100 cabeças do Congresso, relação elaborada pelo Diap que traça os 100 parlamentares de maior influência nas duas Casas legislativas.

Para Queiroz, a candidatura à reeleição reflete anseios pessoais e também a pressão partidária. “Os partidos querem os puxadores de voto para eleger bancada e melhorar o montante do fundo partidário”, analisa o diretor do Diap.

@@@@@@@@@@

ONU considera abate de avião na Ucrânia um crime de guerra

28 de julho, 2014

Um relatório da ONU divulgado nesta segunda-feira, 28, declarou que o abate do avião da Malaysia Airlines, ocorrido há duas semanas, pode ser considerado crime de guerra. “Essa violação da lei internacional, dadas as circunstâncias, pode ser considerada um crime de guerra,” afirmou Navy Pillay, comissária da ONU para os Direitos Humanos.

Segundo a ONU, agentes internacionais tentam proteger a área onde o voo MH17 caiu para que os restos mortais doas vítimas sejam examinados por especialistas. Porém, o acesso dos agentes tem sido dificultado. Confrontos entre o exército ucraniano e separatistas pró-Rússia deixaram três mortos nesta segunda-feira, 28, e obrigaram os especialistas australianos e holandeses a deixar a região por motivos de segurança.

Austrália, Holanda e Malásia rejeitaram a possibilidade de enviar uma missão internacional armada para proteger o local onde estão os destroços do voo MH17. Mark Rutte, primeiro-ministro holandês, afirmou que “não é realista” ter domínio militar sobre os separatistas fortemente armados em uma área tão próxima com a fronteira da Rússia. “Concluímos que há um risco real de que uma missão internacional seja imediatamente envolvida no conflito na Ucrânia”, disse Rutte.

Até o momento, a investigação do acidente, feita pelo governo ucraniano, aponta uma “descompressão ligada a uma forte explosão”. Segundo o relatório da ONU, mais de 1.100 pessoas morreram nos combates entre os separatistas pró-Rússia e o exército ucraniano desde abril.

@@@@@@@@@@

Invenções da Primeira Guerra Mundial que mudaram o mundo

28 de julho, 2014

Em 28 de julho de 1914, começava a 1ª Guerra Mundial. A guerra, porém, mudou o mundo com invenções que facilitaram o dia a dia e se popularizaram no século XX, como zíper, absorvente feminino, lenços de papel e raio-x portátil.

Além disso, o fim do conflito estabeleceu uma nova ordem mundial, que impulsionou os EUA como potência militar e econômica, tendo lucrado nos anos de 1920 com a reconstrução dos países europeus.

A participação da Rússia na guerra também acabou por levá-la à Revolução de 1917, que resultou na criação da União Soviética. Algumas das invenções que a partir do conflito passaram a fazer parte do dia a dia foram:

1) Absorvente feminino

Em 1917, as tropas norte-americanas entraram na batalha e trouxeram o cellucotton, material para absorver sangue usado em curativos. Logo, as enfermeiras perceberam que ele poderia servir para conter o fluxo menstrual, sendo mais confortável que algodão ou pano. Quando soube da nova utilidade para o produto, a fabricante do material passou a produzir absorventes femininos, assim como lenços de papel na década de 1920.

2) Zíper

O invento, criado no século XIX, se popularizou com a 1ª Guerra, já que as tropas norte-americanas usavam os fechos em suas roupas e equipamentos. Em 1920, o zíper passou a ser usado em roupas, calçados e bolsas.

3) Raio-x portátil e quimioterapia

O aparelho portátil foi desenvolvido pela cientista polonesa Marie Curie para facilitar a realização de exames pelas tropas francesas no campo de batalha. A quimioterapia começou com o conflito, a partir do uso de gases tóxicos para atingir o inimigo nas trincheiras, como o gás mostarda, que depois teve seus efeitos investigados por pesquisas médicas e a comprovação do uso contra o câncer. Era o primeiro passo para desenvolver a quimioterapia.

4) Relógio de pulso

Durante as batalhas, era equipamento militar obrigatório, pois permitia que os soldados vissem facilmente a hora, mesmo pilotando tanques ou aviões. A Primeira Guerra popularizou o uso dos relógios de pulso, que antes eram considerados afeminados para serem usados por homens.

5) Rádio sem fio

Foi desenvolvido durante a guerra para facilitar a comunicação entre grupos no campo de batalha, o que era anteriormente feito por mensageiros ou pombos-correio.

6) Aviação e armas químicas

Os avanços na estrutura dos aviões, deixando os mais velozes e resistentes, fizeram com que passassem a ser usados em batalhas, assim como tais melhorias contribuíram para o desenvolvimento da aviação civil. O conflito também foi marcado pelo uso de armas químicas, que foram usadas pela primeira vez por alemães.

7) Tanques e metralhadoras

Os tanques de guerra foram testados pelos britânicos em 1914, sendo utilizados em combate pela primeira vez na Batalha de Somme, 1916. As metralhadoras também foram usadas pela primeira vez na Primeira Grande Guerra.


@@@@@@@@@

Conselho de Segurança da ONU pede cessar-fogo imediato em Gaza

28 de julho, 2014

O Conselho de Segurança da ONU formalizou na madrugada desta segunda-feira, 28, pedido de cessar-fogo humanitário imediato e incondicional entre Israel e Hamas na Faixa de Gaza, declarando ser em decorrência de “grave preocupação” com a evolução do conflito, que já dura 20 dias e contabiliza mais de mil mortos.

Após reunião de emergência em Nova Iorque, os 15 membros do conselho aprovaram a declaração, que, além do cessar-fogo, indica que as partes trabalhem para realizar acordo que dê fim à violência na Faixa de Gaza de maneira sustentável, com base na proposta de paz apresentada pelo Egito.

Segundo comunicado do presidente do conselho, as partes devem “se envolver nos esforços para obter uma trégua duradoura e plenamente respeitada, com base na iniciativa egípcia”. O objetivo da trégua humanitária seria atender às necessidades dos moradores de Gaza. A pausa ocorreria durante o feriado muçulmano Eid al Fitrh, dedicado ao fim do Ramadã, e por quanto tempo fosse possível.

O representante da palestina na ONU, Riyad Mansour, disse lamentar que o conselho não tenha aprovado resolução contra a “agressão” israelense na região, a fim de exigir que pare.


@@@@@@@@@@

EUA fecham embaixada na Líbia

27 de julho, 2014

Os Estados Unidos fecharam sua embaixada em Trípoli, na Líbia, no último sábado, 26. De acordo com o Departamento de Estado americano, a medida foi tomada devido a preocupações com “a violência resultante de confrontos entre milícias líbias”.

No total, 150 funcionários, sendo 80 fuzileiros navais, foram retirados da embaixada, que já estava operando com o número de funcionários reduzido. Além de evacuar a embaixada, os EUA também emitiu um alerta orientando cidadãos americanos a não viajar para o norte da Líbia.

“Estamos comprometidos em apoiar o povo líbio durante este tempo difícil, e estamos explorando as opções para um retorno definitivo a Trípoli, assim que a situação de segurança no terreno melhore. Enquanto isso, o pessoal vai operar a partir de Washington e outros postos”, disse Marie Harf, porta-voz do Departamento de Estado americano.

Desde 2011, milícias rivais estão em conflito na Líbia. Nos últimos meses, o confronto tem se concentrado ao redor do Aeroporto Internacional de Trípoli.

@@@@@@@@@@

Médico americano é infectado pelo vírus ebola na Libéria

27 de julho, 2014

Um médico americano que trabalhava para conter o surto do ebola na Libéria foi infectado pelo vírus. Kent Brantly morava com a família na Libéria, onde trabalhava na organização de ajuda humanitária Samaritan’s Purse.

Segundo a porta-voz da organização, Melissa Strickland, Brantly foi internado para tratamento em um hospital de Monrovia, capital do país. A família do médico americano deixou a Libéria e seguiu para os Estados Unidos.

A África Ocidental atravessa um surto histórico de ebola. Desde que a epidemia começou, no início deste ano, foram confirmados 964 casos da doença, dos quais 672 resultaram em morte. Os países mais afetados pela doença são Serra Leoa, Guiné e Libéria.

Na semana passada, agentes de saúde da Nigéria confirmaram a morte de um homem em Lagos, sudoeste do país. Com 21 milhões de habitantes, Lagos é a segunda maior cidade da África, atrás apenas de Cairo, no Egito. A chegada do vírus à cidade aumenta ainda mais a preocupação com o surto no continente.

@@@@@@@@@@@

COLUNA ESPLANADA

Gleisi Hoffmann: campanha eleitoral com chapéu alheio

por Leandro Mazzini em 27 de julho, 2014

Candidata ao governo do Paraná pelo PT, a senadora Gleisi Hoffmann atropelou a Receita Federal e ganhou o coração dos… paraguaios. Em visita recente ao presidente Horácio Cartes, prometeu que o governo federal reverteria resolução da Receita que reduziu de US$ 300 para US$ 150 a cota de importação por turista nas cidades paraguaias. O caso, que evidencia-se eleitoral, também agrada à economia paranaense da região de fronteira, que previa queda drástica no setor de turismo de compras. O lobby deu certo. Por pressão da Casa Civil – onde Gleisi foi ministra – a resolução foi revogada no dia seguinte. Valerá a partir de 2015.

Curiosamente…

Participaram da reunião o diretor de Itaipu, Jorge Samek, e o candidato ao Senado pela chapa, Ricardo Gomyde (PCdoB). Como Gleisi, eles nada têm a ver com o assunto.

A especialista

“Esta medida será suspensa, não estará em vigência”, prometera ao jornal paraguaio ABC a candidata ao governo do Paraná, que não é a ministra da Fazenda.

Depois, sumiço

Procurados pela Coluna, Samek e Gomyde não foram encontrados. A assessoria de Gleisi não respondeu.

Afago camarada

Muita gente atacou a presidente Dilma por ter hospedado na Granja do Torto o presidente de Cuba, Raúl Castro, cujas parcerias têm
sido alvo de suspeição da oposição. Mas o que poucos lembram é que o governo brasileiro tem uma dívida histórica com os Castro. Em 1960, numa festa na Embaixada do Brasil em Havana, Fidel teve roubado o seu revólver usado na revolução de Sierra Maestra.

Memória

O relato está nas reportagens da época e no livro de Flávio Tavares, ‘O dia em que Getúlio matou Allende’. Fato é que após Fidel, desesperado, mandar todo o serviço secreto investigar a Embaixada e convidados, o gatuno devolveu a pistola, com a condição de não ser revelado. Até hoje não se sabe quem foi.

Arraiá Comunista

Aliás, Raúl não só se hospedou como promoveu na Granja do Torto uma festinha particular comunista. Desfilaram por lá diplomatas cubanos, venezuelanos e o presidente Nicolas Maduro. A segurança contou na portaria 28 veículos oficiais devidamente blindados. O Brasil capitalista deve ser um perigo para eles..

Mais um

Marina Silva não conseguiu ainda, com toda a mobilização conhecida, oficializar a sua REDE. Mas o Partido Novo já se registrou no TSE há poucos dias, com 500 mil assinaturas. Se vai ser endossado pelo tribunal, a conferir.

Lealdade é isso aí

Ex-modelo, Maurício Requião, filho do senador candidato ao governo do Paraná, tentará vaga de deputado estadual. O pai o festeja no Twitter como herdeiro da formação ideológica e leal. É verdade. Maurício comprou a briga e dentro do Senado também implicou com repórter da Rádio Band que teve o gravador quebrado pelo pai.

Calma, gente

Enquanto muitos pregam a paz nas ruas e na política, surgiu o movimento na internet no site defesa.org que prioriza a frase ‘Eu só voto em candidato pro-arma’.

Ponto Final

Até o fechamento da Coluna, Tel Aviv e a Faixa de Gaza ainda existiam no mapa mundi.

@@@@@@@@@

Hamas aceita cessar-fogo de 24 horas em Gaza

27 de julho, 2014

O grupo islâmico Hamas concordou com uma trégua humanitária de 24 horas no conflito com Israel na Faixa de Gaza. As informações foram dadas neste domingo, 27, pelo porta-voz do grupo, Sami Abu Zuhri. “Em resposta à intervenção da ONU e considerando a situação de nosso povo, foi acordado entre as facções de resistência para endossar 24 horas de calma humanitária, a partir de domingo”, disse Zuhri à Reuters.

O governo israelense ainda não se pronunciou sobre o cessar-fogo temporário, mas deve tomar uma decisão após uma reunião do gabinete de segurança, marcada para este domingo.

No último sábado, 26, Israel havia concordado com o cessar-fogo de 24 horas, mas cancelou a trégua após o Hamas disparar foguetes contra o sul e o centro do país. “O Hamas não aceita o seu próprio cessar-fogo, continua disparando contra nós, enquanto nós falamos” disse o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, ressaltando que o país “sempre vai tomar toda a ação necessária para proteger o povo”.

Israel e Hamas tinham concordado com uma trégua de 12 horas no último sábado, 26, para permitir a assistência humanitária aos palestinos e retirar corpos presos em escombros. Desde o início do conflito, mais de 1.000 palestinos e 46 israelenses já foram mortos.


@@@@@@@@@

COLUNA ESPLANADA

Julgamento de argentinos presos na Copa abre crise diplomática

por Leandro Mazzini em 26 de julho, 2014

A prisão de dois torcedores argentinos que brigaram com brasileiros num jogo da Copa em Brasília abriu crise diplomática sem precedentes entre os países. A dupla foi detida após espancar um perito da Polícia Civil e um servidor público na arquibancada durante o jogo Argentina x Bélgica pela Semifinal. Alberto Criscenti, 43 anos, e Emiliano Rios Duda, 36, estão detidos na Penitenciária da Papuda desde o dia 5 de Julho e serão ouvidos pela Justiça do DF dia 1º de agosto. A Argentina considera o caso como abuso. O Primeiro-Secretário do Consulado, Gabriel Herrera, diz que é ‘um exagero inédito’, porque outras brigas em estádios foram resolvidas nos Juizados Especiais.

Maldade..

Emiliano e Alberto foram indiciados por tentativa de homicídio. Segundo a denúncia no TJDFT, por testemunhas, eles chutaram muito uma das vítimas até desacordada.

..Sem igual

A Justiça do DF manteve a prisão preventiva da dupla por considerar o crime muito mais violento do que outras brigas ocorridas durante a Copa.

Outro lado

Mas para o Consulado, ‘não tem sentido nenhum ter iniciado uma ação penal na Justiça do DF (..), baseada numa  qualificação dos fatos exagerada e inadmissível’.

Fator apito

O Consulado ainda indica que há evidente corporativismo na denúncia, na prisão e no julgamento, por uma das vítimas se tratar de um perito da Polícia Civil.

Você paga

O deputado federal André Vargas, o amigo – e pretenso sócio – do doleiro preso Alberto Yousseff, vive uma maré mansa: continua no cargo e recebe salários e benefícios. Ele foi citado na Operação Lava Jato da PF, por tráfico de influência e tentativa de maracutaia em contrato com o Ministério da Saúde.

Vida mansa

Vargas tem processo na Comissão de Ética da Câmara, que não decidirá mais nada este ano por causa das campanhas que esvaziam o Congresso. E seu processo no TSE (nº 41149), no qual o PT pede seu mandato, está parado na mesa da ministra Luciana Lóssio, do Tribunal Superior Eleitoral.

Lixões

Embora o governo e milhares de prefeituras fechem os olhos, a existência de mais de 3 mil lixões no País é alvo de insistente trabalho do Ministério do Meio Ambiente para resolver a questão juntos aos municípios. Como notório, a Lei de Resíduos Sólidos, sancionada há quatro anos, deu prazo até dia 2 de Agosto para fim dos mesmos.

Há salvação

Segundo o Ministério, a gestão para fim dos lixões inclui políticas para créditos financeiros para o setor de reciclagem e logística de reserva. A notícia boa é que mais de mil municípios já possuem aterros sanitários, como manda a lei.

Brasiiilll

Ou seja, é uma prova de que muitas leis no Brasil funcionam muito bem mesmo no papel, apenas, e que continuamos o País do Deixa pra Depois…

Charge de Aliedo

Voto de família

Anos atrás, Geraldo Alckmin fazia campanha para prefeito na sua Pindamonhangaba (SP) quando foi sugerido por assessor a entrar na casa de uma senhorinha que tinha uns 20 votos – dela, marido, filhos e netos.                                                                                                       

Alckmin gastou lábia, meia hora de propostas para a velhinha, tomou água, café, ouviu pedidos dos mais diversos e prometeu tudo. Quando saía, foi interpelado pela senhora:

- Mas doutor, e o dinheiro do ônibus pra gente votar?

- Como?! Vocês não votam ali na escola do outro lado da rua? – perguntou Alckmin.

- Não senhor, doutor, todo mundo aqui vota lá em Minas Gerais….

Ponto Final

A Economia vai mal, mas o Santander mandar recado para clientes em extrato de que Dilma faz mal à economia é terrorismo eleitoral sim. Que feio!


@@@@@@@@@@

Israel rejeita cessar-fogo apresentada pelos EUA

25 de julho, 2014

O governo de Israel rejeitou nesta sexta-feira, 25, a proposta de cessar-fogo apresentada pelo secretário de Estado americano, John Kerry. A proposta visava negociar uma trégua de sete dias entre o exército israelense e o Hamas, a partir do próximo domingo, 27.

Segundo informações da imprensa israelense, o governo considera “fora de questão” negociar um cessar-fogo que impeça o exército de inutilizar os túneis subterrâneos usados pelo Hamas para fazer ataques surpresa.

Kerry apresentou propôs um plano de cessar-fogo dividido em duas partes. Primeiro, seria implantada uma trégua de uma semana. Depois, membros do governo israelense e palestino se reuniriam, juntamente com outros países, para discutir os principais problemas econômicos, políticos e de segurança em Gaza.

O líder do Hamas também rejeitou a proposta e disse que o grupo islâmico não discutirá um cessar-fogo até que suas exigências sejam atendidas, o que inclui o fim do bloqueio econômico contra Gaza.

O número de mortos desde que o conflito entre o exército de Israel e o Hamas começou já chega a 800 e mais de 160 mil pessoas já foram obrigadas a deixar suas casas na Faixa de Gaza.

@@@@@@@@@@

Banco Santander associa Dilma com piora da economia

25 de julho, 2014

O Banco Santander, um dos maiores do país, enviou aos seus correntistas da categoria “Select” (aqueles com renda mensal de 10 mil reais), um informativo sugerindo que se a presidente Dilma subir nas pesquisas eleitorais, a economia do Brasil vai piorar.

O texto foi impresso na última página dos extratos dos correntistas. Intitulado “Você e o seu dinheiro” o texto associava uma melhora de Dilma nas pesquisas de intenção de voto com a alta de juros e o dólar, e ainda previa que o índice Bovespa vai cair.

Em nota, o banco pediu desculpa aos clientes. “O Santander esclarece que adota critérios exclusivamente técnicos em todas as análises econômicas, que ficam restritas à discussão de variáveis que possam afetar os investimentos dos correntistas, sem qualquer viés político ou partidário. O texto veiculado na coluna ‘Você e Seu Dinheiro’, no extrato mensal enviado aos clientes do segmento Select, pode permitir interpretações que não são aderentes a essa diretriz. A instituição pede desculpas aos seus clientes e acrescenta que estão sendo tomadas as providências para assegurar que nenhum comunicado dê margem a interpretações diversas dessa orientação”, diz a nota.


@@@@@@@@@

Auditoria revela que Cruz Vermelha nacional desviou verbas de doações

25 de julho, 2014

Uma auditoria feita pela Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha, órgão com sede em Genebra, Suíça, revelou indícios de que a Cruz Vermelha Brasileira desviou dinheiro arrecadado em campanhas humanitárias.

De acordo com a auditoria, foram desviadas verbas em três campanhas de doação: para socorrer vítimas de conflitos na Somália, para fornecer ajuda às vítimas do maremoto de 2011 no Japão e das enchentes na região serrana do Rio de Janeiro. Nas duas primeiras campanhas, foram desviados R$ 212 mil, na terceira R$ 1,6 milhão.

A verba desviada foi transferida a uma ONG pertencente à Alzira Qirino da Silva, mãe de Anderson Marcelo Choucino, vice-presidente da Cruz Vermelha Brasileira na época em que as doações foram feitas. Outra parcela das doações, no valor de R$ 523 mil, foi depositada em fundos de aplicações e, depois, teve destino desconhecido.

A ONG de Alzira, chamada Instituto Humanus, tem sede em São Luis, Maranhão. De acordo com a investigação, a ONG recebeu R$ 15,8 milhões entre 2010 e 2012, sem comprovação de que os serviços correspondentes foram prestados.

As transações bancárias eram feitas em nome de Carmen Serra, ex-presidente da filial da Cruz Vermelha no Maranhão e irmã de Walmir Serra Jr., presidente da Cruz Vermelha nacional durante o período auditado.

Em sua defesa, Carmen disse que desconhecidos usaram sua conta bancária e que a filial maranhense do órgão nunca contratou o Instituto Humanus. Porém, de acordo com a auditoria, em 2012 os sites da ONG e da Cruz Vermelha do Maranhão tinham o mesmo número de telefone para contato.

No Brasil, a Cruz Vermelha tem uma sede nacional e dezenas de filiais estaduais e municipais. Cada filial tem autonomia de gestão em relação ao órgão central, que, por sua vez, tem autonomia em relação à Cruz Vermelha Internacional.

A investigação foi feita pela empresa de consultoria Moore Stephens, com sede em Londres, Grã-Bretanha. A atual presidente da Cruz Vermelha Brasileira, Rosely Sampaio, enviará os relatórios da auditoria ao Judiciário. “Temos todo interesse de que as coisas sejam realmente apuradas, para que a instituição possa dar seguimento à sua missão”, disse Rosely.

@@@@@@@@@@

COLUNA ESPLANADA

O País que é um lixão

por Leandro Mazzini em 25 de julho, 2014

Após quatro anos da sanção da lei sobre o prazo para fim dos lixões, que termina daqui a oito dias, o Brasil figura como quarto maior gerador de lixo do mundo, e mais de 3 mil das 5 mil cidades brasileiras não cumpriram a meta de instalar aterros sanitários, como determina a Política Nacional de Resíduos Sólidos. O País desperdiça R$ 8 bilhões por ano por não reciclar. “Menos de 10% dos municípios apresentaram plano de gerenciamento compartilhado dos resíduos no Brasil”, destaca Sebastião Carlos dos Santos, presidente da Associação de catadores de Material reciclável do Jardim Gramacho (RJ) e Consultor do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Tião do Vik

Tião dos Santos tornou-se estrela internacional após protagonizar o documentário Lixo Extraordinário, do artista plástico Vik Muniz, premiado em vários festivais.

Antes tarde..

A Confederação Nacional dos Municípios, que abrange mais de 3 mil prefeituras, prepara levantamento. O presidente Paulo Ziulkoski dará coletiva na segunda-feira.

Na gaveta

O Ministério das Cidades não tem um estudo atualizado sobre o tema. O atual é de 2012, está no site oficial da pasta.

Me salva, doutor!

O encontro do governador tucano Marconi Perillo, de Goiás, com a presidente Dilma, no Planalto, foi motivado por um pedido do médico Roberto Kalil, que cuida de ambos. Só assim. Lula detesta Marconi, e deu o recado para Dilma anos atrás. Kalil, aliás, que ganhou até programa de TV em rede, tornou-se o médico de vários poderosos.

Liberou geral

O Ministério das Relações Exteriores empurrou para a Polícia Federal a responsabilidade da entrada de ganeses no Brasil, mas não respondeu como a Embaixada em Gana concedeu tantos vistos durante a Copa, nem o que faz (se faz) para evitar a vinda de centenas, que continuaram a chegar ao Brasil mesmo após o torneio.

Tá bom..

Informa o Itamaraty que ‘A entrada dos cidadãos ganeses não se deu de modo ilegal; portavam vistos concedidos pela Embaixada do Brasil em Acra concedidos no âmbito dos dispositivos da Lei Geral da Copa’.

Silêncio turbinado

O Itamaraty não vai divulgar nota sobre o acidente do avião da Malaysia Air, no espaço aéreo da Ucrânia, com fortes indícios de participação de separatistas financiados pela Rússia. Aconteceu logo após a visita de Vladimir Putin ao Brasil. O governo não quer problemas com o novo queridinho e aliado ideológico (contra a espionagem dos EUA).

O pai dos Paralamas

Um morador de Brasília encontrou o cantor Herbert Vianna , dos Paralamas, no BarraShopping no Rio. Papo vai e vem, perguntou por que o paraibano morou tanto tempo na capital federal. Herbert, orgulhoso: “meu pai era um dos pilotos do Presidente da República”.

Corrida

Um grupo de intelectuais de Brasília e da Direita Lúcida pretende lançar o nome de Olavo de Carvalho para a vaga de Ariano Suassuna na Academia Brasileira de Letras.

Ponto Final

Como tem morrido escritores e gente em avião… Fora , urucubaca!

@@@@@@@@@@

Pesquisadores criam tela que promete aposentar os óculos de leitura

25 de julho, 2014

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, EUA, criaram um dispositivo para que pessoas que sofrem com problemas de visão não precisem utilizar óculos para assistir televisão ou usar computadores. Trata-se de um algorítimo que, juntamente com uma tela especial, modifica a emissão de luz de cada pixel na tela, corrigindo as distorções causadas pelo glóbulo ocular de quem sofre de hipermetropia.

O dispositivo é fruto de uma pesquisa feita pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT) em parceria com a Microsoft. De acordo com Brian A. Barsky e Gordon Wetzstein, autores da pesquisa, “é como se a tela antecipasse os efeitos óticos causados pelo olho do leitor”.

Segundo o MIT, a tela é ajustável de acordo com grau de hipermetropia de cada usuário e também pode ajudar pessoas com problemas grave de visão, que não podem ser corrigidos por óculos nem lentes de contato. O estudo foi publicado no site do MIT.

Contudo, existem barreiras a serem vencidas pelos pesquisadores, como a necessidade do software rastrear os movimentos de cabeça, ajustando a imagem corretamente de acordo com a distância do leitor. A outra dificuldade é ajustar a tela para que pessoas com diferentes problemas oculares possam utilizá-la juntas. O estudo será apresentado na Siggraph, Conferência e Exibição em Computação Gráfica e Técnicas Interativas que será realizada em agosto deste ano, no Canadá.


@@@@@@@@@@

2014 tem o maior número de mortes em tragédias com aviões em 70 anos

25 de julho, 2014

Em sete meses ocorreram dez tragédias e morreram pelo menos 597 pessoas, o que representa o maior número de vítimas registrado por acidentes de aviões comerciais em 72 anos. O ano já acumula o dobro de mortes em relação ao ano passado.

Os dados são da Aviation Safety Network e subirão ainda mais, já que a conta não inclui as possíveis vítimas do voo argeliano, da Air Algerie que caiu com 116 pessoas a bordo no deserto africano Sahel nesta quinta, 24, no Mali. O órgão é uma associação privada que registra acidentes aéreos e questões de segurança.

Os últimos sete dias concentraram dois acidentes que agravaram os dados estatísticos, com a morte de 345 pessoas. Na quarta-feira foi o da companhia aérea TransAsia, que deixou 47 mortos e 11 feridos. Na quinta passada foi o da Malasya Airlines com 298 pessoas mortas. Ainda em 8 de março outro voo da Malasya Airlines, o MH370, desapareceu e até hoje não foram encontrados vestígios das 239 pessoas a bordo.

Em segundo lugar está o ano de 1985, quando 42 tragédias mataram 2010 pessoas. Somando as mortes de 2012 e 2013 por acidentes aéreos foram registradas 740. Apesar disso, o número total de vítimas na aviação civil caiu nos últimos sete anos.

@@@@@@@@@

ONG tenta viabilizar tratamento de fertilidade de baixo custo

25 de julho, 2014

Para os casais inférteis a fertilização in vitro (FIV) é quase um milagre.  Porém, para muitos outros, o custo é proibitivo. Nos EUA, onde a FIV é raramente coberta por planos de saúde e as tentativas custam cerca de US$ 15.000, no máximo, um quarto daqueles para os quais a FIV é clinicamente indicada são tratados.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que cerca de 50 milhões de casais em todo o mundo têm tentado ter um filho por pelo menos cinco anos, sem sucesso. A tristeza da infertilidade é mais aguda em países mais pobres.

Atualmente, especialistas em reprodução estão tentando tornar a FIV barata o bastante para ajudar muito mais pessoas que precisam dela. Alguns estão simplificando o diagnóstico – pulando alguns testes que são necessários hoje em dia -, coletando todas as informações necessárias para avaliar qual seria o melhor tratamento. Outros estão cortando gastos com equipamentos.

A Low-Cost IVF Foundation, uma ONG sediada na Suíça, está trabalhando com o Ministério da Saúde de Zâmbia para criar um projeto de FIV nos próximos meses. Os custos serão cortados sempre que possível.

Abordagens de corte de custos não serão adequadas para todos os casais, e as taxas de sucesso, por ciclo de FIV, podem ser mais baixas. Mas se as economias forem grandes o bastante, mais casais inférteis poderão tentar pelo menos uma vez e o custo por bebê despencará. O objetivo – a longo prazo – da fundação é mostrar que a FIV pode ser incluída nos sistemas de saúde públicos de países em desenvolvimento, por US$ 300 por tentativa, mais custos de pessoal.

@@@@@@@@@

Uma história de extorsão e de garrafas de vinho de US$ 10.000

25 de julho, 2014

 “A verdadeira história de uma trama para envenenar o melhor vinho do mundo”. O subtítulo de “Shadows in the Vineyard” faz o primeiro livro de Maximillian Potter soar muito envolvente.

Um criminoso misterioso cava um túnel próximo a um vinhedo tão querido a ponto de ninguém ter considerado necessário protegê-lo. Por mais de um ano, ele passa os dias ouvindo Mozart em seu esconderijo e as noites mapeando cada vinhedo da propriedade Domaine de la Romanée-Conti, cuja garrafa de Pinot Noir chega a ser vendida por US$ 10.000.

Com a ajuda de seu filho, ele perfura as raízes de centenas de vinhas e depois mata duas delas com um herbicida. Em seguida ele escreve a Aubert de Villaine, o dono da propriedade, em 2010, pedindo um milhão de euros (US$1,4 milhão) em troca de preservar a vida do vinhedo mais valioso do mundo.

E, infelizmente para o leitor que se envolveu, a parte emocionante do livro acaba aí. Em questão de minutos a polícia francesa cerca o chantagista, um ex-cultivador de uvas que passava por uma fase ruim, e ele acaba cometendo suicídio enquanto aguarda o julgamento.

O restante é basicamente uma ode ao vinho da Borgonha e de Villaine, cuja cooperação com Potter o recompensou com um perfil que o retrata como a síntese da humildade e da sabedoria. Viajando entre o passado e o presente, passando pela infância de Villaine e pelas maquinações do Prince de Conti, do século XVIII, que já foi proprietário do vinhedo, o livro pinta um retrato vívido de três séculos de sociedade, negócios e vinicultura na região vinícola mais cobiçada do mundo.

@@@@@@@@@@

Natalidade e preferência por filhos na Nigéria

25 de julho, 2014

Na Nigéria, assim como em muitos outros países africanos, os homens têm direitos de propriedade sobre a terra mais forte que as mulheres. Isso dá a todos uma necessidade econômica de ter filhos, mesmo as mulheres, que podem esperar por uma viuvez triste caso não o tenham.

A necessidade por filhos muda os padrões de natalidade. De acordo com a última pesquisa demográfica e de saúde, mulheres cujos primeiros filhos são meninas são mais propensas a terem mais filhos que aquelas cujos primogênitos sejam homens.

Elas são menos propensas a usar métodos contraceptivos. E, caso seus primeiros três filhos forem mulheres, elas tem uma grande propensão a ter um quarto muito rapidamente. As diferenças são pequenas, mas consistentes: ter uma filha primeiro altera as escolhas de reprodução mais tarde e também muda a vida de casada de uma mulher.

Sabe-se que alguns maridos mudam de esposa caso o primeiro filho do casal seja uma menina. Entre mulheres entre 30 e 49 anos de idade, aquelas cujo primogênito é uma menina são mais propensas a serem divorciadas, terem um marido não residente ou serem o chefe da família.

Liderar o lar pode soar como algo bom, mas na Nigéria, assim como na maior parte dos países, a liderança feminina do lar é associada à pobreza. Com efeito, quase tudo relacionado ao fato de ter uma primogênita é ruim para as mulheres.

A preferência por filhos é tão profunda que chega a afetar uma prática que tem pouco a ver com ela: a adoção. Quase 20% das famílias da Nigéria mandam um filho para ser criado em outro domicílio, com frequência de um primo ou de um parente distante. Domicílios com vários garotos adotam meninas para realizarem as tarefas domésticas.

@@@@@@@@@@

Confiança dos investidores em baixa, gastos públicos em alta

24 de julho, 2014

O índice de confiança dos investidores no Brasil caiu para o pior patamar registrado desde 2009, quando teve início a crise financeira mundial.

A inflação entre produtos cujo preço não é controlado pelo governo chegou a 7% e economistas continuamente revisam para baixo a projeção do PIB deste ano, atualmente em torno de 1%. Analistas da Goldman Sachs alertam para o misto de estagnação econômica e inflação que ronda o Brasil.

Em junho deste ano, o setor industrial do país registrou retração pelo terceiro mês consecutivo, assim como a produtividade industrial. “Após três anos de crescimento anêmico, o setor industrial do país ‘jogou a toalha’”, avalia Arthur Carvalho, economista-chefe do Brasil na Morgan Stanley.

A taxa de desemprego está baixa, mas o cenário negativo para a geração de empregos tornou mais cautelosos os consumidores, que nos últimos anos foram os responsáveis pelo aquecimento da economia. Além disso, o endividamento do consumidor brasileiro está crescendo. Em junho, 11,4% dos consumidores estavam com pagamentos atrasados há mais de 30 dias, percentual acima dos 9% registrado no mesmo período em 2013.

A queda na confiança é um dos maiores desafios para a reeleição de Dilma Rousseff. Na tentativa de evitar que a população sinta os efeitos negativos na economia, a presidente aumentou os gastos públicos.

Em maio os gastos púbicos foram 16% mais altos que no ano passado, enquanto a verba do governo caiu 8%. Como resultado, o Brasil registrou o segundo pior déficit primário da história.

O governo está tentando mascarar o problema até o fim das eleições, mas não está conseguindo. A última pesquisa eleitoral, divulgada este mês pelo Datafolha, mostra que o índice de intenção de votos em Dilma caiu, aumentando as chances da presidente de disputar um segundo turno com Aécio Neves, seu principal adversário.


@@@@@@@@@

COLUNA ESPLANADA

PMDB: o quartel e os três bombeiros

por Leandro Mazzini em 24 de julho, 2014

Não foi ego e medo de perder o Poder que fizeram o vice-presidente da República, Michel Temer, reassumir o comando do PMDB. Em alguns Estados há iminente rebelião contra o PT – mesmo com palanques aliados ou separados. Temer reuniu-se ontem em Brasília com o deputado federal Eduardo Cunha (RJ) e o Henrique Eduardo Alves (RN), dois dos líderes partidários atualmente, para evitar incêndios que possam chamuscar o palanque nacional da presidente Dilma e enfraquecer sua candidatura.

Balança

O racha do PMDB – entre Dilma e Aécio – motiva as preocupações. Rio de Janeiro, Pará, Paraná e Maranhão são alguns casos avaliados.

Coringa

A despeito de Dilma dele não gostar, não será surpresa se Eduardo Cunha surgir como o presidente do PMDB daqui a dois anos. Primeiro, disputará a presidência da Câmara.


Leandro Mazzini é escritor e colunista do Opinião e Notícia

Aliado é isso aí!

Dilma não precisa de opositor no Paraná. O PT atua nisso. Um candidato a deputado federal, Ivo Pugnaloni, desancou o governo em carta sobre crise no setor elétrico.

Na terra de Campos..

Em Pernambuco, Eduardo Campos (PSB) vai dando o troco em Aécio Neves (PSDB) – que o deixou sem palanque em Minas ao fazer do prefeito socialista de BH aliado dos tucanos. No Recife, Aécio perdeu o apoio de praticamente todos os tucanos de peso: a maioria, inclusive deputados federais e estaduais, desembarcou de vez na campanha de Paulo Câmara (PSB), o candidato de Campos ao Palácio das Princesas.

…quem manda é ele

Os tucanos mal citam Aécio para presidente da República. E os materiais de campanha do PSDB o tucano presidenciável não aparece. Tudo parece trato de compensação entre Campos com Aécio pelos dois Estados, mas não é. É rivalidade mesmo.

Ôh, coitado!

Denilson Teixeira (PV-MG), empresário de Arcos, se mudou para Brasília e ainda levou a mãe, crente que se tornaria deputado federal. Quarto suplente na eleição de 2010, viu o cargo cair em seu colo pela indisponibilidade dos outros suplentes. É que o eleito, Antônio Roberto, se aposentou, mas a vaga caiu para o PDT – que estava na coligação.

Trem mineiro

Primeiro, assumiu Mario Heringer, e agora o Subtenente Gonzaga, ambos do PDT. O PV entrou no STF contra a decisão da Câmara. O Ministro Marco Aurélio decidiu, em liminar, que a vaga é do PV, mas nada andou desde a Copa e o recesso parlamentar. Mas agora a Casa quer ‘ouvir’ o deputado pedetista antes…

Só no aperto

Prova de que as leis no Brasil – e os políticos – só funcionam no aperto. Só às vésperas da visita do presidente chinês Xi Jinping semana passada, o Senado aprovou em plenário o Acordo de Extradição Brasil-China, assinado em… 2004 pelos dois países.

Charge de Aliedo

O plano trimestral

Tancredo Neves já surfava na onda da popularidade em todo o país, após a famosa campanha Diretas Já, e era o favorito, tanto no Congresso quanto pelo desejo popular, para ser alçado à Presidência da República com a redemocratização. Em outubro de 1984, ele foi em companhia do neto Aécio Neves ao círio de Nazaré, convidado das autoridades, e foi ovacionado pelo povo quando passava num carro.                                                                                                                                                                                                                 

Assustado com aquela cena inédita, o neto o perguntou, ao ouvido, já o dando como eleito no colégio de parlamentares:

- Meu avô, olha isso, o que o senhor vai fazer com toda essa popularidade?

E o velho, com ponta de sorriso, retribuiu aos ouvidos do neto:

- Vou gastar em três meses.

Aécio depois entenderia. Antes de morrer, e com a expectativa de ser presidente, Tancredo já esboçava uma dura reforma sócio-econômica para os três primeiros meses de seu futuro governo, possivelmente até com medidas impopulares, para ajustar o país. Não deu tempo. E nunca ninguém soube o que planejava

Ponto Final

Um ano depois, o Gigante adormeceu. Ou apagou de vez.


@@@@@@@@@

GRITA BRASIL

Dilma, a seleção e o Dunga!

por Claudio Schamis em 24 de julho, 2014

Acho que nenhum consegue crer um no outro

Ainda que se lembre do grande dia D do esporte e da história da seleção brasileira que na verdade poderia ser chamado de dia “Sete”, mas como foi no dia 8 de Julho, vamos deixar como dia D mesmo – até porque é D de Dilma, D de Dunga e D de difícil de engolir tudo isso de novo – quando a seleção sofreu a maior humilhação de sua história bem aqui na nossa casa no que chamaram os técnicos de “apagão de 6 minutos” quando a seleção alemã invadiu a nossa defesa e fez o que fez de nada adiantou para acordar novamente o tal do gigante que despertou ano passado quando se fez ouvir o tilintar de uma simples moeda de vinte centavos.

Nada adiantou mesmo. Não vimos como lição nada. Nem nós, nem a CBF que chamou o Dunga novamente para dirigir um carro desgovernado (não é uma coincidência o uso da palavra que tem duplo sentido) depois do desastre que foi a sua direção entre 2006 e 2010. Chamar o Dunga novamente nos faz crer que a memória é curta e que santo de casa vai fazer milagre e que esse mesmo santo – desculpem-me os verdadeiros santos – pode ter mudado o seu modo de pensar e agir. Por mim que entendo nada de futebol, mas sei quando o jogador está impedido, eu mandava importar um técnico nem que fosse de Cuba. Importaram-se médicos, por que não um técnico? A saúde da representatividade do nosso futebol clama por ajuda.

E quando eu falei que nem nós vimos nada como lição não estava falando da seleção. Estava falando de algo maior, algo chamado Brasil e que ouvi várias vezes brasileiros dizerem que tem muito amor e muito orgulho. E não vimos porque as recentes pesquisas mostram que Dilma lidera e venceria no 2º turno. Dilma! É ela mesma. E nós sabemos como o Brasil está. Capenga de Saúde, capenga de Educação, com as metas de inflação e crescimento sendo revistas para mais e para menos respectivamente e mais nada. Mais nada. E esse mais nada pode levar o Brasil sei lá para onde se o apocalipse acontecer novamente e formos obrigados a engolir esse poder doentio e malévolo feito pelo PT.

Parece uma sina em nosso país de já ter experimentado algo ruim e querer insistir em experimentar mais e mais e mais. Foi uma vez com o Lula que foi reeleito e agora com a Dilma que dá toda a pinta apesar dos pesares de que será para a desgraça de parte da população reeleita. Tanto é verdade que ela já está refazendo o enxoval do Palácio do Planalto. O seu governo está comprando 83 lotes de utensílios de mesa e cozinha. Esses gastam chegam a R$ 172 mil.

Gente, a Copa já acabou. Os 7 x 1 já aconteceu. A Alemanha é tetra. O Galvão Bueno é insuportável narrando e os comentaristas, Juninho, Roberto Carlos, Ricardo Rocha são sem comentários. “Em Família” graças a Deus acabou e o Laerte morreu. A Bruna Marquezine continua com o Neymar. Alguns estádios feitos para a Copa já são filhotes de elefantes brancos. Hoje, quarta-feira, 23 de Julho, dia em que escrevo a coluna, contabiliza-se 744 dias para as Olimpíadas. O meu Flamengo está na lanterninha do Campeonato Brasileiro com grandes chances de cair para a segunda divisão. Chega né? Acorda. Nem tudo são flores, mas estas não precisam de espinho.

Temos que virar a página e mostrar a nossa força, a nossa individualidade de pensamento e não nos deixar levar por falácias que começaram a ser produzidas pelos grandes marqueteiros contratados para fazer você enxergar o que eles querem que você enxergue. Tira o seu antolhos caso você use – e sei que muitos usam – e vislumbre o grande retrato. O todo. Eles tentarão de tudo para iludir você.

A guerra está só começando. Deixa então chegar o horário eleitoral gratuito. Tente conhecer o seu candidato, e quando ele falar que o outro fez isso e ele vai fazer aquilo, ignore. Foque no que ele diz que vai fazer. O que o outro já fez você já sabe. É claro que nem tudo – o mensalão você só soube porque foi denunciado – mas foque no que foi feito e no que não foi feito. E quem disse que faria e não fez. É um exercício de memória. Até de pesquisa. Acusações vão surgir de todos os lados e para todos os gostos. Não se iluda.

Se você vai votar na Dilma veja o que ela fez e o que ela deixou de fazer dizendo que faria. E também escute o que ela diz que irá fazer lembrando que ela já está ou não fazendo algo há quatro anos. Se ela ousar dizer que agora dará tempo, desconfie.

Se você vai votar no Aécio veja o seu histórico como político, como senador e como governador. Avalie seu mandato, o que ele fez e o que deixou de fazer. E quais são suas metas de governo.

Se você vai votar no Eduardo Campos faça a mesma coisa.

Mas uma coisa é fundamental veja também quem está por trás deles, ao lado deles. Ou por toda ela, no caso da Dilma, o Lula. Lembre o que Lula fez. O que Lula não fez. E o que Lula fará ao lado da Dilma. Lembre que Lula está mais presente no governo Dilma do que você possa imaginar. Pense se você quer isso por mais quatro anos, lembrando que não são mais quatro de nada. São mais quatro de doze até agora.

Está na hora de mostrar que pelo menos na política aprendemos alguma coisa e que não queremos viver mais na era da incerteza. Queremos vida nova. Ou a possibilidade dela. Como dizem por aí, figurinha repetida não completa o álbum. E está mais do que na hora de completarmos o nosso.

E enquanto isso…

Como eu não acredito em coincidência fica o alerta de que o ministro José Jorge irá isentar de culpa pelo prejuízo a presidente Dilma e os demais conselheiros da Petrobras que deram o aval ao negócio de Pasadena. Essa coisa de querer blindar presidentes já cansou. Seria tão mais bonito se todos os malfeitos fossem assumidos. Talvez o perdão viesse mais fácil. Mas esse é quase que entubado e constantemente temos que assistir a banda passar incólume.

Esclarecendo…

Antes que a horda de defensores de Dilma, Lula & (des) companhia apontem para mim, eu Claudio Schamis, não tenho e nunca tive nada com a pista de pouso asfaltada no município de Claudio (MG) que leva meu nome. E muito menos estou levando um por fora para emprestar meu nome ao tal município. Não conheço esse tal de Claudio. Eu como o Lula, o Blatter e a Dilma não sei de nada, mas como uma pequena diferença, eu não sei mesmo.

Salve as baleias. Não jogue lixo no chão. Não fume em ambientes fechados.

@@@@@@@@@

Morre, aos 87, o escritor Ariano Suassuna

23 de julho, 2014

O escritor paraibano Ariano Suassuna morreu nesta quarta-feira, 23, aos 87 anos. Suassuna estava internado desde a noite da última segunda-feira, 21, quando foi vítima de um acidente vascular cerebral hemorrágico.

Boletins médicos divulgados nos dois últimos dias mostravam que o estado de saúde do escritor continuava piorando. Na última terça-feira, 22, Suassuna entrou em coma e passou a respirar por aparelhos.

Autor de O Auto da Compadecida e Romance de Pedra do Reino, Suassuna nasceu em 23 de junho de 1927, em Nossa Senhora das Neves, atual João Pessoa, capital da Paraíba. Além de escritor, Suassuna era dramaturgo e ocupava a 32ª cadeira da Academia Brasileira de Letras.

Suassuna é o terceiro acadêmico da ABL a morrer este mês. Os dois outros membros foram João Ubaldo Ribeiro, morto na última sexta-feira, 18, e Ivo Junqueira, que morreu no dia 3 deste mês.


@@@@@@@@@

Eleitor dá nota 5,4 ao governo Dilma

23 de julho, 2014

Uma pesquisa do Ibope, elaborada em parceria com a TV Globo e o jornal Estado de S. Paulo, revelou que as eleições de 2014 serão mais difícil para a presidente Dilma Rousseff que a de 2010. Segundo a avaliação do eleitorado brasileiro, a nota média para o governo Dilma é de 5,4; dois pontos abaixo da nota média de 7,8% dada ao governo Lula, há quatro anos.

Conforme o levantamento, a economia e a baixa qualidade dos serviços públicos contribuíram para a rejeição do eleitorado. Atualmente, apenas 25% dos cidadãos acredita que houve melhorias na educação nos últimos anos. Em 2010, esse percentual era de 50%. No quesito saúde, o quadro é ainda mais crítico. De acordo com o Ibope, 16% da população afirma que está melhor hoje, contra 37% registrado no último ano do governo Lula.

A análise também mostrou que a Copa do Mundo no país não teve influência na percepção que o eleitorado tem do governo Dilma, de modo que as opiniões são as mesmas obtidas pelo Ibope no início do Mundial. Ainda há mais pessoas considerando a gestão de Dilma como ruim ou péssima do que como ótima e boa.

O ex-presidente Lula foi surpreendido pela alta rejeição ao PT, que ele só esperava ocorrer em 2018. Contudo, reconheceu que a imagem do partido pode ter desgastado antes do previsto. Ainda assim, o petista acredita que a “fadiga material” não comprometerá a reeleição de Dilma.

@@@@@@@@@

COLUNA ESPLANADA

Procuradora do Rio é favorita para vaga de Barbosa

por Leandro Mazzini em 23 de julho, 2014

Uma Procuradora Federal do Rio de Janeiro tornou-se a favorita para a vaga do ministro Joaquim Barbosa no Supremo Tribunal Federal. Por outro lado, o movimento negro que avalizou a indicação do então procurador Joaquim Barbosa para a Corte voltou à ativa nos bastidores. Faz pressão entre os Poderes para a indicação de um negro ou negra como Barbosa para o Supremo. Mas a presidente Dilma Rousseff sinalizou para próximos que não pretende indicar, porque criaria uma cota para a vaga.

De saída

Se não desistir novamente, a exemplo do ocorrido na iminência de sair do gabinete, Barbosa se aposenta semana que vem do STF.

Falta o ringue

É tamanha a rivalidade que assessores monitoram as agendas alheias para evitarem que Barbosa e Ricardo Lewandowski se encontrem até nos corredores.

Quase quebra-pau

Para variar, seguranças da Presidência da República e do serviço secreto de Cuba se estranharam muito na Granja do Torto, onde Raúl Castro ficou hospedado.

‘Democracia Chavizta’..

Um dos principais opositores ao Chavizmo e ao governo Nicolas Maduro, candidato a presidente, Leopoldo López irá a julgamento hoje na Venezuela. Seu crime: ser opositor. Em carta divulgada no El Comercio, López conta como foi parar atrás das grades e lamenta a situação de perseguição política sofrida por ele no país há 10 anos.

.. nas ruas

‘Eu estou preso por denunciar o governo venezuelano como corrupto, ineficiente, repressivo e antidemocrático’ diz López no artigo. Já o governo da Venezuela o acusa de promover desordem pública – leia-se manifestação nas ruas.

Aliás

Já passa de 200, segundo opositores, o número de políticos bolivianos refugiados no Brasil e em outros países, com ou sem mandato, perseguidos pelo governo ou pessoalmente pelo presidente Evo Morales.

Agora vai

Mal temos professores, mas sedes bonitas vão bem no País, em qualquer Poder – desde o municipal até o federal. Por isso a lei 13.016, sancionada na segunda, determinou o prédio da administração da sede da Universidade Federal do Vale do São Francisco, em Petrolina (PE).

Folclore nas ruas

Cidade turística em Goiás, Pirenópolis vai sediar a Primeira FIFAT – Festival Internacional de Folclores e Artes Tradicionais, promovido pela prefeitura e a Universidade Estadual de Goiás, de 21 a 25 de agosto. Com apresentações artísticas, culinária e economia criativa. Refúgio de diplomatas, gringos e empresários, era na cidadezinha que o então presidente FHC descansava vez ou outra.

Ponto Final

‘Com Dunga na Selecinha, a psicóloga será a Branca de Neve’

Zé Simão, comentarista e humorista


@@@@@@@@@@

Espionagem causou danos à imagem dos EUA?

23 de julho, 2014

Os estrangeiros não gostam de ser espionados, e a maioria dos países desaprova o uso de aviões robôs dos EUA. No entanto a maior parte dos países fora do Oriente Médio ainda tem uma visão positiva dos EUA, de acordo com uma pesquisa de opinião mundial do Pew Research Center publicada em 14 de julho.

O desencanto dos americanos com o seu presidente, cuja aprovação gira em torno de 40%, também não parece estar ecoando em outros lugares. A descoberta mais alarmante no estudo é que 62% das pessoas pesquisadas na China se preocupam com o fato de que suas disputas territoriais podem levar a um conflito armado.

As taxas de aprovação do presidente caíram consideravelmente em dois países espionados pela NSA: Brasil e Alemanha. Os brasileiros há muito suspeitam dos EUA. A presidente do país, Dilma Rousseff, já foi torturada por sua oposição a um governo militar que a maior parte da esquerda brasileira crê ter sido apoiado pelos EUA; o governo que torturou se preocupava que os ianques pudessem se apossar da Amazônia.

Enquanto isso a história interna da Alemanha com a espionagem deixou o país desconfiado de qualquer monitoramento do governo. E até mesmo os alemães encaram os EUA de maneira mais positiva hoje em dia que à época de Bush.

Infelizmente o que os números da Pew também sugerem é que ser bem visto não conta muito. A presença de Obama na Casa Branca melhorou a imagem dos EUA no exterior, mas isso não teve impacto sobre acordos de comércio, a paz no Oriente Médio, um acordo mundial para reduzir as emissões de dióxido de carbono ou nenhuma das outras coisas que os apoiadores de Obama achavam que ele podia conseguir fazer.

@@@@@@@@@@

Ibope mostra Dilma com 38%, Aécio com 22% e Campos com 8%

23 de julho, 2014

A pesquisa do Ibope divulgada nesta terça-feira, 22, mostra que Dilma Rousseff tem 38% das intenções de voto, contra 22% de Aécio Neves e 8% de Eduardo Campos. Segundo o instituto, não é possível dizer se haverá segundo turno. Este é o primeiro levantamento feito após o registro dos 11 candidatos à Presidência da República.

Em junho, Dilma tinha 39% dos votos, Aécio possuía 21% e 10% eram de Campos. Espontaneamente 26% dos eleitores afirmaram que votariam na presidente, enquanto Aécio foi mencionado por 12% e Eduardo Campos por 4%.

Apesar dos resultados favoráveis, Dilma também tem o maior percentual de rejeição, 26%; contra Aécio com 16% e Eduardo Campos com 8%. Independente do voto, 54% dos entrevistados acham que Dilma será reeleita.

A avaliação do governo da petista como ótimo ou bom manteve-se em 31%, conforme registrado em junho; enquanto 50% desaprovaram a forma que a presidente governa o país.

Percentuais por candidato

- Dilma Rousseff (PT): 38%

- Aécio Neves (PSDB): 22%

- Eduardo Campos (PSB): 8%

- Pastor Everaldo (PSC): 3%

- Luciana Genro (PSOL): 1%

- Zé Maria (PSTU): 1%

- Eduardo Jorge (PV): 1%

- Eymael (PSDC): 0%

- Levy Fidelix (PRTB): 0%

- Mauro Iasi (PCB): 0%

- Rui Costa Pimenta (PCO): 0%

Votos brancos e nulos marcaram 16% e 9% não souberam ou não opinaram. Foram ouvidas 2002 pessoas em 143 cidades entre a última sexta e esta segunda-feira. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento foi encomendado pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Segundo turno

Em um eventual segundo turno, contra Aécio ou Campos, Dilma venceria com 41%, sendo que, no primeiro caso, Aécio ficaria com 33%, sendo brancos e nulos 18% e  8% não responderam ou não souberam; se  a disputa fosse contra Campos, ele ficaria com 29%, sendo brancos e nulos 20% e 10% não souberam ou não opinaram.

Temer e Aécio avaliam os resultados

O vice-presidente Michel Temer comentou estar otimista quanto à reeleição de Dilma na noite desta terça, após a divulgação da pesquisa. “Confirmou o otimismo na reunião. Simplesmente isso. Quando nós saímos, acabamos de ver a pesquisa do Ibope, que é muito favorável à reeleição da presidenta”, disse Temer ao G1, após se reunir com partidos aliados no Palácio da Alvorada.

Para Aécio, porém, os resultados apontam para o segundo turno e o crescente desejo de mudança. “É mais uma pesquisa que aponta para a realização de segundo turno. E a minha percepção é que o sentimento de mudança no Brasil é crescente, ampliado a cada dia pelos preocupantes resultados na economia e pela incapacidade do governo de dar respostas às questões fundamentais que afetam a vida do brasileiro, como educação, saúde e segurança pública”, avalia o oponente.


@@@@@@@@@@@

Rebeldes entregam caixas-pretas do voo MH17

22 de julho, 2014

As caixas-pretas do voo MH17 da Malasya Airlines, que caiu na última quinta-feira (17), foram devolvidas por rebeldes à especialistas da Malásia na cidade Donetsk, na Ucrânia, após exigência do Conselho de Segurança da ONU para que enviados internacionais tivessem acesso ao local principal do acidente.

Os equipamentos revelarão a posição e hora exata em que o avião começou a cair, além de conversas na cabine.  Com tais informações, espera-se confirmar os motivos do acidente. A teoria mais forte é a levantada pelos EUA e pela Ucrânia de que o avião teria sido derrubado por um míssil SA-11 BUK, lançado por separatistas pró-Rússia da região.

O governo russo e os rebeldes têm negado as acusações e indicam que o governo ucraniano teria derrubado o avião em ataques na fronteira com a Rússia. Ambos os lados do conflito teriam armamento para derrubar um avião a 10 mil metros de altitude.

Trem com corpos parte para Kharkiv

Segundo as equipes de resgate, foram encontrados 196 corpos dos 298 a bordo, sendo a maioria de holandeses. O vôo saiu de Amsterdã, na Holanda, para Kuala Lumpur, na Malásia. A maioria dos corpos seguiu para cidade de Torez por um trem com vagões refrigerados, e de lá partiu para Kharkiv a fim de serem entregues a autoridades holandesas.

Impasse sobre investigações

Os ativistas pró-Rússia tem influenciado o acesso à área principal do acidente. As investigações ainda não começaram, pois a queda ocorreu em uma região de disputa. Segundo a Organização da Aviação Civil Internacional, vinculada à ONU, a investigação deveria ser feita pelo país onde ocorreu o acidente. EUA, Áustria e Holanda, porém, defendem uma investigação internacional.

@@@@@@@@@

Lula sugere que jovens parem de reclamar nas redes sociais

21 de julho, 2014

Em mais um vídeo da série produzido pelo Instituto Lula, o ex- presidente sugeriu que os jovens brasileiros devem questionar o que podem fazer a favor do seu país, além de reclamar.

“Às vezes digo para os meus filhos: posso perder a esperança, porque tenho 68 anos e vou completar 69 em 27 de outubro. Meus sonhos e esperanças  têm que ser menores do que o sonho e a esperança de um moleque de 16,17 anos, que está em casa, que está no Ipad falando mal de alguém”, afirmou Lula no vídeo, divulgado nesta segunda-feira,21. Além de sentar na frente da televisão, do computador e xingar todo mundo, dizer que ninguém presta, é preciso perguntar: o que eu fiz”, diz  Lula.

No total foram postados sete vídeos. Em um deles, Lula defende a realização de uma reforma política com iniciativa popular. O ex-presidente recorreu às histórias de vida e disse que  é preciso trabalhar por coisas concretas. “Em vez de ficar reclamando daquilo que os outros fazem, daquilo que os outros têm, acho que temos que trabalhar para coisas concretas.

@@@@@@@@@

Hezbollah oferece apoio ao Hamas contra Israel

21 de julho, 2014

O grupo xiita libanês Hezbollah ofereceu apoio ao Hamas contra a ofensiva militar israelense na Palestina. Em conversa por telefone com o chefe político do Hamas, Khaled Meshaal, o secretário-geral do Hezbollah, Hassan Nasrallah, disse que o grupo libanês está preparado para ajudar os palestinos contra Israel e elogiou a guerra travada pelo Hamas.

Na noite do último domingo, 20, o exército israelense lançou uma ofensiva contra o distrito de Shujayia, próximo à Cidade de Gaza, marcando o dia mais violento desde que a operação “Limite Protetor” teve início, em 8 de julho. Até o momento, o conflito já matou 500 palestinos, 20 israelenses.

Na noite de domingo, o Conselho de Segurança da ONU expressou “profunda preocupação com o crescente números de vítimas” e pediu o “fim imediato das hostilidades” na região. O presidente palestino, Mahmoud Abbas, convocou uma reunião de emergência com o Conselho de Segurança da ONU.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, também expressou preocupação com a violência na região e disse que vai enviar o secretário de Estado, John Kerry, ao Cairo para tentar negociar um cessar-fogo imediato.

Ainda no domingo, o braço armado do Hamas reivindicou o sequestro de um soldado israelense. “O soldado israelense Shaul Aaron está nas mãos das Brigadas Ezzedine al-Qassam, o braço armado do movimento islamista”, disse o porta-voz do grupo, Abu Obeida, em um anúncio feito pela televisão.

Segundo o exército israelense, o Hamas está usando túneis subterrâneos para realizar ataques surpresa em comunidades israelenses. Segundo o exército, os chamados “túneis do terror” têm design “complexo e sofisticado” e também são usados para sequestrar soldados israelenses.

Nesta segunda-feira, 21, o jornal Washington Post, divulgou um vídeo em que um soldado israelense mostra um desses túneis, descoberto em Gaza.

@@@@@@@@@

Onda de imigração faz crescer número de membros da Ku Klux Klan

21 de julho, 2014

A crescente onda de imigração nos Estados Unidos está fazendo aumentar o número de pessoas que se filiam ao Klu Klux Klan (KKK).

Segundo um dos principais líderes do grupo, Robert Jones, este ano mais pessoas se alistaram nos recrutamentos, feitos três vezes por ano. “Muito mais pessoas vêm se alistando desde que começou a crise na imigração”, disse Jones.

Fundado em 1965, em meio à guerra civil americana, a KKK, começou como um clube cujo alvo eram negros, homossexuais e judeus nos Estados Unidos. O grupo atingiu seu auge em 1925, quando contava com 4 milhões de membros.

Atualmente, o KKK é uma sombra do um dia foi. Segundo Mark Potok, do Southern Poverty Law Centre, instituto que monitora grupos de ódio nos Estados Unidos, hoje o grupo tem menos de 8 mil membros. Porém, segundo Potok, se comparado com outros períodos, o KKK cresceu na última década.

Agora, a KKK está aproveitando a crise na imigração para recrutar americanos contrários ao fluxo de crianças desacompanhadas que tentam entrar ilegalmente nos Estados Unidos.

Panfletos abordando o tema e convocando novos membros são distribuídos nas ruas, com sugestões como a criação de uma tropa de soldados americanos na fronteira do México especialmente destinada a “atirar para matar”.

A existência da KKK é protegida pela primeira emenda americana, que defende o direito à liberdade de expressão, mas a conscientização sobre a igualdade de direitos faz com que muitos de seus membros sejam punidos pela sociedade. Este ano, dois membros do grupo na Flórida perderam o emprego após sua ligação com a KKK vir à tona.


@@@@@@@@@

Shell, Exxon e o aumento da temperatura

21 de julho, 2014

Exxon Mobil e Shell foram as últimas empresas a divulgarem suas avaliações do risco: zero. “Acreditamos que nenhuma das nossas reservas provadas ficarão ‘presas’”, afirma a Shell. Em muitas áreas do comércio, investidores e gestores estão tentando utilizar o poder dos mercados em prol de propósitos ambientais. Na área de petróleo e gás – as empresas que certamente geram as maiores emissões de carbono – os investidores e gestores parecem estar em rota de colisão.

As gigantes do petróleo defendem três argumentos. Primeiro, ao longo dos próximos 40 anos o crescimento da população e das rendas nacionais aumentará a demanda por energia, especialmente nos países desenvolvidos. A Exxon estima que combustíveis fósseis serão responsáveis por 75% da demanda em 2040 e os renováveis (como energia solar e eólica) por apenas 5%. A Shell estima que a parcela dos combustíveis fósseis em 66%. Isso manterá o preço do petróleo alto.

Segundo, as empresas desconsideram a idéia de que os governos estão dispostos a qualquer coisa para mudar isso. A Shell afirma: não vemos governos tomando as medidas agora que são consistentes do cenário dos 2º C. Isto é, limitar as emissões de carbono restringindo o aumento das temperaturas de superfície globais a 2º C acima dos níveis pré-industriais. Tais medidas significariam cortar as emissões de gases que alteram o clima em 80% até 2050; e a perspectiva disso, afirma a Exxon, fica fora “da faixa de eventos razoavelmente esperados, utilizados como parâmetros de planejamento”.

Terceiro, a Shell faz uma afirmativa mais direcionada; já que o que a empresa considera como “vida de reserva provada” é de apenas 11,5 anos, o seu atual valor não será afetado por limites regulatórios impostos daqui a 20 ou 30 anos. Embora um projeto de petróleo possa durar por décadas, o seu período de retorno, afirma a empresa, concentra-se em seus primeiros anos, de modo que gerarão lucro muito antes de leis mais duras passarem a valer.

As empresas de petróleo muito provavelmente têm razão ao afirmar que os governos não farão o bastante para manter o aumento das temperaturas globais abaixo de 2º C. Tal meta ainda é a política oficial em quase todos os países. Porém, é só uma questão de tempo até alguém falar a verdade: que tal meta é inatingível.

@@@@@@@@@

Plantas de mostarda para detectar armas químicas

21 de julho, 2014

Em um mundo onde o uso de armas químicas deveria ser proibido, descobrir quando e onde elas foram usadas é importante, mas fazê-lo não é tão fácil quanto parece.

Embora agentes que afetam o sistema nervoso durem muito tempo, o que os torna armas perigosas é o fato de que eles se degradam – na presença de umidade – em substâncias químicas chamadas ácidos alquil metilfosfônicos. A presença dessas substâncias é um sinal certeiro de que algo ruim aconteceu, mas elas, por sua vez, se dividem em moléculas simples que não deixam uma marca clara do veneno original.

O resultado é que, após um ou dois meses do ataque, as concentrações de ácidos alquil metafosfônicos no solo são baixas demais para serem detectadas pela cromatografia de gases, a ferramenta normalmente usada para procurar traços de gases que afetam o sistema nervoso.

Um grupo de pesquisadores da University of Central Lancashire, na Grã-Bretanha, e o Defence Science and Technoloy Laboratory, coordenado por Matthew Baker, acreditam ter encontrado uma solução: a modesta planta da mostarda branca.

A mostarda branca cresce rapidamente em muitos tipos de solo. Isso faz com que seja possível utilizá-la em todo o mundo. A descoberta crucial dos pesquisadores, no entanto, foi a de que se no solo no qual a planta cresce houver um agente que afeta o sistema nervoso a planta o absorverá e o metabolizará em ácidos alquil metafosfônicos, os quais ficarão armazenados em seu tecido.

A planta o fará mesmo quando o nível do agente no solo for baixo demais para que a cromatografia o detecte diretamente. A extração constante de substâncias químicas do solo significa que os ácidos se acumularão ao ponto de poderem ser detectados.

@@@@@@@@@@@

O crescimento do comércio de produtos silvestres ilegais

21 de julho, 2014

De acordo com o TRAFFIC, um grupo de lobby, o valor de um chifre de rinoceronte é de US$ 60.000 por quilo; valor maior do que o ouro. A vesícula biliar de um urso custa, no Japão, seis vezes mais que a cocaína.

A demanda em alta das classes médias ascendentes da Ásia está aproximando algumas espécies da extinção. À medida que a oferta cai, os preços disparam, o que estimula grupos criminosos a atuarem com ainda mais vigor.

O marfim do elefante é valorizado por razões estéticas. A demanda por chifres de rinocerontes, garras e bile dos ursos negros asiáticos e urso-malaio, ossos e pênis de tigres, e o almíscar de veados, é estimulada pelos poderes curativos atribuídos a eles, pela medicina tradicional chinesa.

Flocos de pele de rinoceronte fervidos em água, supostamente curam dores de cabeça; a mistura se assemelha a unhas fervidas em água. A bile do urso de fato ajuda com problemas na vesícula biliar e no fígado; porém,  não mais que as versões sintéticas do ácido ursodesoxicólico.

Em fevereiro, 42 países, incluindo a China, Japão e a União Europeia assinaram uma declaração contra o comércio de produtos silvestres ilegais. A lei chinesa pune a compra ou consumo de espécies ameaçadas com até dez anos de prisão. Mas em maio, quando as Filipinas apreenderam uma embarcação chinesa com tartarugas marinhas, moluscos gigantes e tubarões vivos extraídos do banco de areia da Meia Lua – um território em disputa – a China expressou ultraje em relação à “ação provocativa” e não à carga ilegal.


@@@@@@@@@

Cientistas criam ‘marca-passo biológico’ e testam em porcos

20 de julho, 2014

Em um experimento pioneiro com porcos, um gene foi injetado em células cardíacas e as transformou em células de marca-passo. Os especialistas do
Instituto do Coração Cedars-Sinai de Los Angeles, nos Estados Unidos, afirmam que o marca-passo é capaz de curar doenças.

A Fundação Britânica do Coração anunciou que ainda há um longo caminho para que a pesquisa, publicada na “Science Translational Medicine”, seja aplicada em casos reais.

Um porco sofria com problemas de coração por ter as batidas muito lentas. Com a terapia genética algumas das bilhões de células cardíacas se transformaram em outras que mantiveram o coração batendo no ritmo durante duas semanas, sendo assim um marca-passo natural.

— Pela primeira vez fomos capazes de criar um marca-passo biológico usando métodos minimamente invasivos e mostrar que isso pode aguentar as demandas da vida — disse à BBC Eduardo Marban, principal autor do estudo. — Nós também fomos os primeiros a reprogramar uma célula do coração em um animal vivo para efetivamente curar uma doença.

Com a descoberta os cientistas tentarão criar o marca-passo biológico para substituir o marca-passo convencional, que é um dispositivo eletrônico implantado no peito.

@@@@@@@@@

A visão de mundo dos EUA

20 de julho, 2014

O episódio final de “24 horas”, a série de ação que estrela Kiefer Sutherland como o agente secreto Jack Bauer, foi exibida na televisão britânica semana passada. Como antes, a série foi frenética, violenta, extremamente boba e estranhamente viciante, tudo ao mesmo tempo. E, à sua própria maneira, reveladora da visão americana do mundo.

À sua própria maneira a série tocou no espírito da época, concentrando-se nos temores generalizados do terrorismo nuclear e biológico assim como na eficácia da tortura. Na temporada atual, a arma da vez são aviões robôs; a ideia é que os terroristas encontraram uma maneira de se apoderar de tais aviões e atacar alvos civis. Dado o abatimento recente de um avião robô do Hamas por Israel, a questão é extremamente atual.

Tudo isso acontece em Londres, para onde a série se mudou em busca de uma mudança de cenário; talvez porque LA, Washington e Nova York já foram devastadas muitas vezes em filmes de desastre.

Enquanto todo esse caos se desenvolve, os britânicos (cujo primeiro-ministro é interpretado pelo ator de comédia Stephen Fry) assistem a tudo impassíveis enquanto Bauer e diversas equipes da CIA disparam tiros pela vizinhança. Em termos de lutar contra os terroristas, os criadores da série presumem, obviamente, que apenas os EUA têm capacidade para tal. O resto de nós espera, como criancinhas, para que “papai” venha nos resgatar.

Há também os vilões. A principal é uma ocidental radicalizada (outro assunto atual) interpretada por Michelle Fairley (a mulher de Sean Bean em “Game of Thrones”) mas, como sempre, o vilão inicial é apenas um ponto de partida. Adicionados à mistura há um hacker germânico, claramente baseado em Julian Assange, um diplomata russo covarde e um espião chinês renegado. Em suma, uma verdadeira ONU de vilões (e vilãs).

Em outras palavras, os EUA se deparam com um mundo em que quase todos os estrangeiros são hostis, e em que seus aliados são inúteis. No entanto isso é apenas um programa de televisão.

@@@@@@@@@

COLUNA ESPLANADA

Terrorismo eleitoral

por Leandro Mazzini em 20 de julho, 2014

Com 15 dias nas ruas, as equipes dos presidenciáveis Eduardo Campos (PSB) e Aécio Neves (PSDB) já constataram que é real e estratégico o boato, patrocinado por opositores, de que vão extinguir benefícios sociais se um deles vencer a eleição. Há indicativos de que o terrorismo eleitoral é promovido por petistas e militantes de partidos da base nos rincões do País e favelas de capitais. No primeiro corpo-a-corpo que fez, foi o que Campos mais ouviu na favela Sol Nascente em Ceilândia (DF), a maior do País: ‘Esse pessoal que vem aí vai acabar com o Bolsa Família?’

‘Direito de resposta’

Na campanha na TV que começa em agosto – considerada a grande largada por marqueteiros – Campos e Aécio vão dedicar minutos preciosos para desmentidos.

Fênix

Sem mandato há anos, o favorito ao Senado em Pernambuco por ora é o petista João Paulo, ex-prefeito do Recife, na chapa de Armando Monteiro (PTB) ao governo.

Cassinos em hotéis

Cresceu a pressão parlamentar pela aprovação do PL 2826/08, que permite a volta dos cassinos, desta vez instalados apenas dentro de hotéis. Mas o PL divide as bancadas: os que aprovam, veem possibilidade de arrecadação de impostos. Os contra dizem que pode haver lavagem de dinheiro do crime organizado ( e do desorganizado também ).

Olho grande

Veja a confusão armada. Há 30 anos o governo do DF cedeu para Embrapa grande área em Planaltina, com belo campo, nascentes e lago, onde desde então promove as principais pesquisas da área rural para o País. Agora, com a região valorizada, o governo requer de volta parte do terreno à beira de rodovia para construir moradias.

Tudo em Casa

Quem faz pressão para a retomada da área é o ex-secretário de Habitação do DF Geraldo Majela (PT), candidato ao Senado pela chapa do governador Agnelo (PT). Ele prometeu o ‘Minha Casa Minha Vida’ para milhares de moradores da cidade satélite.

Direita rediviva

Avança devagar e discreto o movimento eleitoral Direita Lúcida. Entre seus representantes estão o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), o ruralista Ronaldo Caiado (DEM-GO) e o advogado Paulo Fernando Melo (PSDB-DF).

Democracia

O grupo quer provar que, ao contrário do que esquerdistas apontam, não é mau ser de direita e conservador, faz parte do debate democrático – aliás, representantes deste segmento sumiram da política desde a ascensão do PT.

Presentão

Eleito com 3,1 milhões de votos, o senador Armando Monteiro (PTB), candidato ao governo de Pernambuco, licenciou-se do cargo e deu vaga ao suplente. Trata-se de um empresário de Caruaru, no agreste, que a exemplo de muitos colegas ‘ganha na loteria’ da noite para o dia: sem um voto e nenhuma expressão política, vira rei.

Aliás..

O cargo de suplente é questionado por parlamentares, mas nunca entra na reforma política – sempre paliativa e figurativa – que o Congresso aprova em véspera de eleição.

Ponto Final

Hoje completam-se 45 anos da ida do homem à Lua. Verdade ou fraude? Fato é que com essa tecnologia toda hoje, ninguém mais voltou lá.

@@@@@@@@@@

Genoma do trigo estimula o aumento da produção de alimentos no mundo

20 de julho, 2014

Cientistas anunciaram na quinta-feira, 17, que estão cada vez mais perto de obter o genoma completo do trigo, um dos alimentos mais consumidos pela humanidade. A medida é mais um  esforço para garantir a produção de alimentos no mundo, cuja população deve chegar a 9 bilhões em 2050.

O sequenciamento do genoma do trigo ajudará o trabalho dos pesquisadores e fazendeiros na busca e na criação de plantas mais resistentes à seca e às pragas, além de garantir uma maior produtividade e qualidade dos grãos.

Com a população global crescendo rapidamente, Sonny Ramaswamy, diretor do Instituto de Alimentos e Agricultura do Departamento de Agricultura dos EUA, afirma que a humanidade terá que produzir alimentos o mais rápido possível. “Vamos precisar de todas as ferramentas para produzir comida suficiente à luz de um clima em mudança, com menos água e terras e alterações nas dietas e expectativas de vida”, disse Ramaswamy.

O trigo é consumido por 30% da população mundial. Todavia, sua produção de 700 milhões de toneladas anuais caiu 5,5% entre 2000 e 2008, tendo como principal motivo as mudanças climáticas.

Com o genoma em mãos, cientistas e fazendeiros poderão saber, antes de esperar as plantas crescerem, se os cruzamentos feitos com as linhagens tiveram resultado positivo ou negativo. Ramaswamy é um dos financiadores do Consórcio Internacional para Sequenciamento do Genoma Trigo (IWGSC, sigla em inglês) e publicou os primeiros resultados em uma série de quatro artigos na revista Science. “Esse trabalho vai dar um impulso aos pesquisadores que procuram aumentar a produtividade”, afirmou Ramaswamy.

@@@@@@@@@@@

Chapéus Panamá: ‘made in’ Equador

20 de julho, 2014

Chapéus têm sido feitos em Montecristi, uma cidade na encosta de uma colina no Equador próxima ao oceano Pacífico, desde o século XVII. Localmente, os chapéus bege, que são feitos de fibras macias de uma palmeira local, são chamados de chapéus de palha toquilla. Para o resto do mundo, no entanto, eles são conhecidos como Chapéu Panamá. Agora o Equador quer reaver a marca.

Os chapéus saíram de moda na segunda metade do século XX, mas dados do Banco Central do Equador sugerem que a demanda está aumentando. O país exportou em chapéus o equivalente a US$6 milhões em 2013, uma alta em relação aos pífios US$ 517.000 em 2003. O seu destino é sobretudo a Itália, Grã-Bretanha e Estados Unidos, onde podem ser vendidos por preços que vão de alguns dólares a até alguns milhares para os padrões mais intricados.

De acordo com Andrés Ycaza, do Instituto de Propriedade Intelectual do Equador (IPIE), um tecelão habilidoso ganha apenas cerca de US$ 800 para um chapéu que vale aproximadamente US$ 2.000 e que leva meses para ser feito.

A resposta de Ycaza é tentar promover as raízes do chapéu. Em 2012, o tecimento do chapéu toquilla ganhou o título da UNESCO de “herança cultural intangível”. Agora o IPIE está tentando conseguir a condição de designação de origem para o chapéu Montecristi em negociações de comércio com a União Europeia, que protege coisas como o queijo roquefort e a Isle de Man Queenies, um tipo de molusco. “Esse é o momento de comunicar a todo o mundo que o chapéu Montecristi é feito aqui no Equador”, afirma Ycaza.


@@@@@@@@@

Internet chega aos menos favorecidos

19 de julho, 2014

O sonho de disponibilizar internet de baixo custo a três bilhões de pessoas que vivem nas áreas mais pobres do planeta está prestes a se realizar. Os promotores do projeto O3B (Outros três bilhões) já colocaram em órbita oito satélites de comunicação, com os quais pretendem romper o fosso digital entre o Norte e o Sul e, de quebra, abrir as portas da sociedade da informação para os países emergentes ou em desenvolvimento.

Esta rede supra continental irá fornecer cobertura banda larga para metade da população mundial e disponibilizará conexões econômicas aos usuários que vivem nas áreas mais isoladas e empobrecidas.

Na última quinta-feira, 10, o projeto promovido pela Sociedade Europeia de Satélites (SES) lançou desde a base de Kourou (na Guiana Francesa), uma pequena “frota” de quatro satélites, que foram interligados a outros quatro que já estavam no espaço desde 2013.

Localizados 8.063 quilômetros, os equipamentos dispostos em órbita equatorial permitem cobrir uma vasta área do planeta: do Sudão até o Brasil, do Paquistão até a Micronésia.

Cerca de 180 países dos Ásia, África, América Latina, Oriente Médio e Pacífico, onde o acesso à internet é tecnicamente complexo ou economicamente proibitivo poderão ser beneficiados por este sistema. Os gestores do O3B sustentam que o acesso à Internet de alta velocidade “é um direito e não um privilégio.” Para eles, essa é a linha que separa as nações “inforricas” das “infopobres”.

Para conectar as zonas mais remotas e em fase de desenvolvimento foi construída uma rede de teleportos que receberão os sinais do satélite e os transmitirão aos operadores locais. Estes, por sua vez, serão responsáveis ​​pelo fornecimento aos cidadãos, organizações governamentais ou empresas atualmente carecem de um acesso rápido e barato à Internet.

Participam do projeto os: SES (que detém 45% do capital), Google, HSBC, e Liberty Global, e outras entidades como Banco de Desenvolvimento da África do Sul, Sofina, Satya Capital, Northbridge Venture Partners e Allen & Company. O empresário de comunicações e fundador da O3B, Greg Wyler, concebeu a ideia em 2005 quando trabalhava em Ruanda para levar o telefone às áreas rurais remotas.

“Em tempo recorde e de forma simultânea, bilhões de pessoas poderão acessar a sociedade da informação e, portanto, ao futuro. Um futuro cheio de desafios que só poderão ser enfrentados através da eliminação do fosso digital”, afirmou Luis Sanchez-Merlo, presidente da SES na Espanha e na América Latina.

O serviço começará a ser oferecido em poucos meses; uma vez feitos os ajustes necessário, e se tudo der certo, em outubro ou novembro, aponta o diretor. O3B planeja lançar outros quatro satélites em 2015 para alcançar um total de 12, “constelação” que poderá ser aumentada sempre que necessário ou que a demanda exija.

@@@@@@@@@@

Exército dos EUA está criando armadura inspirada no ‘Homem de Ferro’

19 de julho, 2014

O exército americano está desenvolvendo uma armadura inspirada no filme “Homem de Ferro”. O projeto intitulado TALOS (Tactical Assault Light Operator Suit) deverá conter armas, munições e monitores inteligentes. Além disso, será capaz de  multiplicar a força do soldado. De acordo com o planejamento dos engenheiros, a armadura entrará em fase de teste em 2018.

O presidente Barack Obama, em uma audiência realizada em fevereiro deste ano para promover programas tecnológicos inovadores, brincou com a possibilidade de construir a armadura. “Estou aqui para anunciar que estamos construindo o ‘Homem de Ferro’. Este tem sido um projeto secreto em que nós estamos trabalhando há muito tempo.”

Uma das principais funcionalidades da armadura seria a proteção total contra tiros dos inimigos, ou seja, ela será à prova de balas. Contudo, ao fazer isso, os engenheiros usaram materiais muito pesados, fazendo com que os movimentos do soldado sejam limitados. Para solucionar isso, os envolvidos no projeto trabalham  para desenvolver ligas metálicas mais leves, resistentes e maleáveis.

Para ajudar os engenheiros responsáveis, a empresa de efeitos especiais Legacy, que desenhou a armadura para o filme, foi convidada para o projeto a fim de repetir o design utilizado no filme, porém, desta vez, no âmbito militar.

Além da blindagem, a TALOS irá conter um sistema de correntes elétricas que irão repelir os projéteis atirados por soldados inimigos. Esse programa de utilização de energia será aproveitado para originar uma ferramenta capaz de “guardar e eliminar energia para prevenir ferimentos e melhorar o desempenho”.

A armadura também irá conter um sistema de sensores internos e externos para manter a essência do combate real. Os engenheiros também incluirão na armadura articulações hidráulicas que prometem aumentar a força e a velocidade do soldado.

Fontes: Galileu-Hollywood pode estar ajudando o exército americano a construir um "Homem de Ferro", WallStreetJournal-U.S. Military Turns to Hollywood to Outfit the Soldier of the Future, TecMundo-Conheça o projeto TALOS, o Homem de Ferro da vida real.

@@@@@@@@@

COLUNA ESPLANADA

O plebeu e seu castelo

por Leandro Mazzini em 19 de julho, 2014

Quem desembarca no isolado Aeroporto da Zona da Mata, entre Goianá e Rio Novo (MG), não repara numa figura que ocupa um banquinho na entrada, pelo menos duas vezes por semana. Solitário, o senhorzinho descabelado, barba por fazer, cigarrinho de palha à boca e paletó mal passado vive seus dias de ócio do Poder. É o ex-deputado Edmar Moreira, o ‘Deputado do Castelo’ – cuja megaconstrução fica lá perto. Execrado pela opinião pública, ele concorreu à vaga em 2010, mas perdeu. Acredite: o aeroporto foi construído por R$ 100 milhões a mando do então presidente Itamar Franco, seu aliado, para alavancar o turismo na região – que só tem o castelo fechado de atração.

Bolada

O ‘castelo’ de Edmar Moreira, que não vingou – desocupado, nem virou hotel como desejava – está à venda avaliado em R$ 25 milhões. O imóvel está em nome do filho.

Mato no asfalto

Mesmo novinho, o aeroporto de Goianá ficou fechado por anos. Foi construído pela Infraero na gestão de Itamar – que agora dá nome ao terminal.

Recorde

Hoje concedido à iniciativa privada, o aeroporto internacional (isso mesmo), cravado nas montanhas mineiras, recebe três voos regionais por dia de apenas uma companhia.

Comunismo na gaveta

Nestes tempos de afinidade total do governo do PT com Cuba – Mais Médicos, Porto de Mariel, etc – não será surpresa se o projeto de lei 137/04, que tramitou mas dormita em gaveta desde 2008, saia a destaque. É um fantasma da cubanização do Brasil, patrocinado pelo deputado Nazareno Fonteles (PT-PI). Ele cria a Poupança Fraterna e impõe… limite mensal de gastos por pessoa e família.

Acredite se quiser

Embora paralisada, a tramitação do projeto seguiu até 2008 em regime de prioridade. Pelo texto, fica criado o Limite Máximo de Consumo, ‘valor que cada pessoa poderá utilizar, mensalmente, para custear sua vida e as de seus dependentes’. O teto seria dez vezes a renda per capita nacional, calculada pelo IBGE.

Baidu brazuca

Um efeito da reunião dos BRICS: a chinesa Baidu – a Google deles – fechou acordo com o governo brasileiro para instalar por R$ 120 milhões um centro de pesquisa & desenvolvimento na área de informática e tecnologia, até 2017. Além de Pequim, apenas Cingapura e EUA (Vale do Silício) possuem unidades.

Esqueceram de Mim – Outro

O candidato ao Senado Fernando Bezerra Coelho (PSB), ex-ministro da Integração, foi esquecido pela chapa majoritária em Pernambuco. Em todas as peças publicitárias não aparece nem em sombra. Já o candidato ao governo Paulo Câmara (PSB) surge em outdoors com o presidenciável Eduardo Campos e o prefeito do Recife Geraldo Julio.

Aliado é isso aí

Campos e Bezerra não batem bem desde quando este era ministro da Integração. Por imposição, e contra a vontade de Bezerra, o secretário-executivo da pasta era da cota do então governador. Ou seja, Campos quem mandava e desmandava no ministério.

Legado da Copa

Pela Lei Geral da Copa, os governos e prefeituras de cidades sedes que promoveram o evento devem distribuir para entidades de assistência sociais e ONGs equipamentos, materiais e afins que não serão mais úteis. Ontem, uma entidade de Brasília encheu três vans com materiais de limpeza que sobraram da Arena Mané Garrincha.

Ponto Final

Vote na enquete no site da Coluna: Quem, na sua opinião, vence a eleição para presidente?

@@@@@@@@@

Rivais se unem para competir no acirrado mercado digital

19 de julho, 2014

Em 15 de julho Tim Cook, CEO da Apple, e Virginia Rometty, presidente da IBM, anunciaram que suas empresas estão trabalhando juntas para desenvolver mais de 100 aplicativos específicos para negócios para os iPhones e iPads da Apple. Os funcionários da IBM também atuarão como equipe de vendas para promover o uso de equipamentos da Apple dentro das empresas e fornecerão serviços para esses dispositivos nas próprias empresas.

O acordo é significativo por três razões. Primeiro, ele junta duas empresas que já foram arqui-inimigas, o que mostra como as coisas mudaram no mundo dos computadores. Segundo, ele reforça o fato de que dispositivos desenvolvidos para consumidores se disseminaram pelo mundo corporativo. E terceiro, exerce ainda mais pressão sobre empresas como Blackberry e Microsoft, que tradicionalmente têm dominado a arena dos computadores para empresas.

A IBM teve oito trimestres consecutivos de queda de receita em relação ao ano anterior, colocando dúvidas sobre se Rometty pode recuperar o sucesso da empresa. E sob o comando de Cook, a Apple ainda tem que desenvolver um novo produto arrasa quarteirão, embora os telefones e tablets continuem a gerar uma enorme quantidade de dinheiro.

Para a Apple, o acordo, cujos termos financeiros não foram revelados, oferece uma ótima oportunidade de capitalizar no que é chamado de “consumerização da tecnologia de informação” – a tendência de utilizar dispositivos pessoais para negócios. Ao se aliar à IBM, ela pode continuar a concentrar a maior parte dos seus esforços no mercado consumidor, enquanto garante que suas vendas para o mercado empresarial não sejam negligenciadas.

@@@@@@@@@

Estudo encontra nova droga contra a principal causa da infertilidade feminina

19 de julho, 2014

Um estudo feito por pesquisadores americanos encontrou um tratamento mais eficaz para a causa mais comum da infertilidade feminina, a síndrome dos ovários policísticos.

A desordem é uma doença endocrinológica caracterizada pelo aumento da produção de hormônios masculinos. O desequilíbrio hormonal leva à formação de cistos que impedem que os óvulos amadureçam.

Normalmente, a infertilidade causada pela síndrome é tratada com a administração do Clomid, medicamento que estimula a produção de óvulos, cujo princípio ativo é o citrato de clomifeno.

Porém, os pesquisadores descobriram uma opção melhor: o Femala, medicamento indicado para o tratamento do câncer de mama, que tem como princípio ativo o letrozol.

Durante o estudo, os pesquisadores acompanharam 750 voluntárias que sofriam de infertilidade devido à síndrome dos ovários policísticos. As mulheres foram divididas em dois grupos aleatórios. Para um grupo, foi administrado o Clomid, para outro o Femala. Foram feitos cinco ciclos de tratamento.

Os pesquisadores constataram que o índice de gravidez foi maior entre as mulheres que tomaram o Femala. Elas apresentaram 44% de chances a mais de engravidar. “Essa é mais uma forma segura, simples e eficaz de engravidar”, disse Richard S. Legro, obstetra e autor do estudo.

“Se encontrarmos soluções mais simples do que a fertilização in vitro, certamente vamos optar por elas”, disse Legro. O estudo foi publicado no periódico The New England Journal of Medicine.

@@@@@@@@@

Latrinas contra precárias condições sanitárias

19 de julho, 2014

A prática de defecação a céu aberto fica cada vez mais perigosa para a saúde pública à medida que as pessoas se aglomeram. Vermes e bactérias presentes em dejetos humanos disseminam doenças mortais e podem ser uma grande causa de desnutrição.

A Índia certamente é o país mais atingido pela defecação a céu aberto, o que é agravado pelo fato de que o país tem uma população grande concentrada em um território relativamente pequeno. Por que a Índia sofre mais do que países muito mais pobres, como o Congo ou Afeganistão, e outros países do sudeste asiático, como Bangladesh, é assunto de um debate acalorado.

Uma razão poderia ser a liderança política: por muito tempo o governo indiano fracassou em tornar a construção de latrinas uma prioridade de saúde pública. O novo governo da Índia agora planeja construir 130 milhões de latrinas até 2019. Uma segunda e mais controversa razão poderia ser a influência da cultura hindu tradicional sobre os hábitos sanitários.

Estudos da população indiana mostram taxas sensivelmente mais altas de defecação a céu aberto em vilas de predominância hindu do que em outras de predominância muçulmana, apesar da renda e educação mais baixas e piores estruturas de fornecimento de água dos muçulmanos.

Isso sugere que uma boa maneira de aproximar as condições sanitárias da Índia aos padrões globais seria começar com uma campanha educacional para convencer famílias a construírem – e usarem – suas próprias latrinas.


@@@@@@@@@@

COLUNA ESPLANADA

Até Fundo de Futebol é usado para Superávit

por Leandro Mazzini em 18 de julho, 2014

A própria presidente Dilma, que criticou a CBF e cobra maior participação do Estado no negócio e regulação do futebol, segura investimentos sociais no setor. A verba do Fundo da Confederação Brasileira de Clubes, criado em 2011 para investir em atletas e centros de treinamento, já ultrapassa R$ 100 milhões mas o governo dá um drible no cidadão. Assim como outros – a exemplo do Fust, Fistel, das Comunicações – esse fundo serve para manter o superávit primário e a gastança do governo.

Baixinho na área

O deputado Romário (PSB-RJ), com um olho em campo e outro no palanque – concorre para Senador – cobra do governo federal a liberação (e o paradeiro, claro) da verba.

A regra é ..

O Fundo surgiu de alteração na Lei Pelé. Ele é alimentado por 0,5% dos 4,5% repassados ao Ministério do Esporte pela arrecadação das Loterias.

‘Chapeuzinho’

O dinheiro do fundo está sob tutela também do Ministério do Esporte. Romário cobrou pessoalmente o ministro Aldo Rebelo sobre a liberação.

Transparência..

Entrou na pauta da Comissão de Relações Exteriores do Senado um projeto de lei que faz tremer os que endossam pelo Poder repasses sigilosos e bilionários de dinheiro público do Brasil para ‘financiar’ obras em países aliados. O PLS 26/14, do senador Alvaro Dias (PSDB-PR), prevê transparência total para este tipo de acordo.

..nas negociatas

O relator é o senador Pedro Taques, (PDT-MT), que deu parecer favorável. Ele lembrou o princípio da publicidade, pelo qual ‘os atos públicos devem ser de conhecimento geral de forma que a sociedade possa fiscalizar a ação dos agentes públicos’.

Na prorrogação!

O governo do Distrito Federal segurou por dois meses o repasse de verbas para ações sociais de ONGs parceiras, como a Leão de Judá. São clínicas que recebem dependentes químicos e alcoólatras para tratamento. Indicou-se que a prioridade das verbas era para.. a realização da Copa da FIFA. Os repasses foram retomados semana passada.

Longe de casa

Sem aparecer em Pernambuco e priorizar São Paulo, o presidenciável Eduardo Campos (PSB) desperdiça 27% dos votos do  Brasil – o Nordeste. Hoje, empata com Dilma em Pernambuco e não tem situação fácil com os demais Estados da região, pressionados pelo PT para votarem com Dilma, dona da caneta e dos repasses.

Faz parte

Um rico empresário palestino que reside no entorno do Distrito Federal, Kaled Hilal Hilde, tem se gabado de ajudar os dois lados – comitês do PT e do PSDB – para a disputa do governo.

Jogo sujo

O jogo sujo da espionagem nas campanhas já está nas ruas. Há forte suspeita, com indícios, de telefone fixo monitorado de assessor de presidenciável em Brasília.

Ponto Final

A maldição do 17 de Julho: O avião da Malaysia Air foi abatido exatamente sete anos após a queda do avião da TAM no Aeroporto de Congonhas.


@@@@@@@@@

Tropas israelenses iniciam invasão terrestre à Faixa de Gaza

18 de julho, 2014

Israel lançou uma grande ofensiva militar terrestre à Faixa de Gaza nesta quinta-feira, 17, marcando uma nova etapa para o conflito contra o grupo rebelde palestino Hamas.  Esta foi a primeira incursão em terra do país na região desde janeiro de 2009 e há dez dias do início da operação “Limite Protetor”, que promoveu uma série de ataques aéreos e de artilharia israelense combinados.

A operação teve início após o esforço do Egito na tentativa de ajudar a estabelecer uma trégua mais longa entre os dois lados e horas depois de uma pausa humanitária, realizada a pedido da ONU para que os moradores de Gaza estocassem comida.

Segundo porta-vozes das Forças de Defesa de Israel, o objetivo da incursão era destruir túneis usados pelo Hamas para se infiltrar em Israel, o que requer uma operação precisa, e poderiam ser usados em ações terroristas. O país pretende convocar 18 mil reservistas, além dos 50 mil soldados ativos. De acordo com autoridades militares israelenses, não é a intenção do país reocupar Gaza, pois traria novos problemas.

O porta-voz do Hamas, Fawzi Barhom, alertou que Israel deu um passo perigoso. A ofensiva terrestre começou às 22h do horário local, envolvendo unidades de infantaria, artilharia e apoio aéreo e naval.  Até o momento, foram registradas ao menos 240 mortes em decorrência do conflito.

O Hamas reforçou seu arsenal de armas desde que assumiu a região de Gaza, em 2007, e nos últimos dez dias mostrou capacidade de atacar Israel com foguetes de longo alcance.

@@@@@@@@@@

Como funciona o ‘Domo de ferro’ de Israel?

18 de julho, 2014

As fabricantes de armas israelenses criaram um sistema antimíssil que proporciona, segundo elas, uma cobertura protetora apelidada de “Domo de Ferro”. Os fabricantes dessa proteção afirmam que é o sistema mais rápido e confiável jamais criado, capaz de abater mísseis em 15 segundos entre o lançamento e o impacto.

Os guerrilheiros do Hamas atiraram quase 1.000 mísseis contra Israel, mas os interceptores do Domo de Ferro abateram 87% de seus alvos, de acordo com os israelenses, o que permitiu que a vida nas cidades de Israel continuasse mais ou menos normalmente. Como ele funciona?

Assim que mísseis inimigos são lançados, o radar do Domo de Ferro monitora a sua trajetória, calcula o seu ponto de impacto e lança um míssil que em segundos abate o artefato do adversário.

Inicialmente os planejadores de defesa israelenses estavam hesitantes em utilizá-lo em áreas de aeroporto, com receio de que eles respondessem a aviões e os atingissem. Mas os comandantes desde então desenvolveram uma rede em todo o país que identifica todos os aviões amigáveis, garantindo que os mísseis do Domo de Ferro atinjam apenas alvos desconhecidos. Outro problema permanece: mesmo quando os mísseis são abatidos com sucesso, é possível que estilhaços deles caiam em terra.

Alguns se perguntam se o principal problema do Domo de Ferro é político. O sucesso do sistema significa que Binyamin Netanyahu, o primeiro-ministro de Israel, foi capaz de usar o Domo de Ferro para manter a sua política de gestão do conflito, com menos medo de retaliações. Ele também fornece algum grau de imunidade contra outros vizinhos armados com mísseis, tal como o Hezbollah, grupo libanês xiita, ou a Síria, o que talvez torne um acordo de paz duradouro menos urgente.

@@@@@@@@@

Empresas japonesas sofrem com o acirrado mercado digital global

18 de julho, 2014

Desde que a Sony anunciou a venda da linha de computadores Vaio para um fundo de private equity japonês em fevereiro, a empresa teve a sua fatia de mercado no Japão reduzida sensivelmente para 2%, uma queda em relação aos 10% que tinha ao início de 2014.

A queda vertiginosa certamente consternou a Sony, que mantinha uma posição pequena no negócio de computadores pessoais. Mas os investidores vêm pressionando os líderes da Sony a fazerem algo em relação ao desempenho cronicamente ruim da empresa. Ela perdeu dinheiro em cinco dos últimos seis anos e prevê ainda mais prejuízos até o fim ano fiscal que termina em março de 2015.

Mesmo em casa no pujante mercado de eletrônicos do Japão – apenas os americanos têm mais dispositivos por pessoas que os japoneses, obcecados por tecnologias – ex-líderes como Hitachi, Panasonic e Sharp, assim como a Sony, perderam grande parte de seu mercado. Empresas locais praticamente perderam o mercado de computadores pessoais, e estão perdendo terreno rapidamente no ramo de telefones celulares.

Eles nunca se destacaram realmente com smartphones, os aparelhos mais desejados hoje em dia. As TVs e walkmans Trinitron, da Sony, já foram responsáveis por uma parcela considerável do superávit comercial japonês, mas hoje em dia o país acumula um déficit, e smartphones estrangeiros são responsáveis por cerca de um quinto deles.

Um consolo é que o mercado de eletrônicos se tornou tão competitivo a ponto de se tornar um negócio quase impossível para a maioria das empresas, afirma Eiichi Katayama do Bank of America Merril Lynch em Tóquio. Uma marca forte não é mais o bastante para justificar um preço consideravelmente mais alto. Nesta semana a Samsung afirmou que os seus lucros operacionais estavam em queda pelo terceiro trimestre seguido graças à pressão vinda de baixo da concorrente de preços baixos Xiaomi, uma nova empresa chinesa com apenas três anos, e à pressão vinda de cima da Apple.

@@@@@@@@@

Países asiáticos preocupados com possíveis confrontos com a China

18 de julho, 2014

Parece inacreditável que as rusgas da China com seus vizinhos, principalmente sobre rochas e ilhotas não habitadas no mar da China, possa realmente levar a conflitos, mas uma pesquisa publicada nesta semana do Pew Research Center, uma organização de pesquisa americana, sugere que muitas das pessoas mais diretamente afetadas, isto é, aqueles que moram na Ásia, temem justamente isso.

A pesquisa global incluiu 44 países, 11 deles na Ásia. Não surpreende o fato de que aqueles países com as disputas territoriais mais ativas com a China foram os mais alarmados. Nas Filipinas, que estão envolvidas em algumas contendas com a China sobre invasões de territórios que o país afirma fazer parte do Mar da China, 93% dos respondentes estavam preocupados com a possibilidade de conflito. No Vietnã, em cujas águas territoriais a China começou a operar uma plataforma de petróleo em maio, esse número foi de 84%.

E no Japão, que administra as ilhas Senkaku, chamadas pela China de Diaoyus, sobre as quais a China anunciou uma Zona de Identificação de Defesa Aérea em novembro último, 85% estão preocupados. Mesmo na Coreia do Sul e Malásia, que têm ótimas relações com a China, e cujas disputas são muito discretas, os números são de 83% e 66% respectivamente. Na China a preocupação é de 62%.

A pesquisa não traz apenas notícias ruins para a China. Apenas aqueles três países afetados mais diretamente pelas disputas – Japão, Filipinas e Vietnã – a veem como a maior ameaça de segurança aos seus países. E em alguns países asiáticos – Bangladesh, Indonésia, Malásia e Tailândia – as opiniões sobre a China são tão favoráveis quanto as sobre os EUA.


@@@@@@@@@@

China vê oportunidade econômica em rotas no Oceano Ártico

17 de julho, 2014

A China tem um grande interesse no Oceano Ártico. Na semana passada, o quebra-gelo chinês, Xue Long (“Dragão Chinês”), embarcou em sua sexta expedição ao Ártico, com 65 cientistas a bordo.

Um novo quebra-gelo, orçado em 1,3 bilhão de yuan (cerca de US$ 210 milhões) está sendo construído e em dezembro do ano passado a China abriu um centro de pesquisa em Xangai em parceria com outros países nórdicos.

As oportunidades de transporte através da Rota do Mar do Norte aumentam, à medida em que o gelo do Ártico derrete. Em 2010, quatro navios atravessaram a rota. No ultimo verão, 71 navios de carga seguiram o mesmo trajeto. Em alguns pontos da rota, cada navio precisa estar acompanhado de um quebra-gelo, logo não se sabe quando o caminho estará livre para o transporte de massa.

Estimativas climáticas apontam que na metade deste século, o Ártico terá verões em que suas águas estarão completamente livres de gelo. O caminho pelo Ártico reduz em 22% a distância entre Roterdã, na Holanda, e Xangai. Segundo o instituto de pesquisa polar chinês Yang Huigen, entre 5% e 15% do comércio internacional chinês sera feito através da Rota do Mar do Norte.

Mas, segundo Linda Johnson, do Centro de Estudos Americanos da Universidade de Sidney, “essa previsão é bastante otimista” e é exagerada a comparação entre a Rota do Mar do Norte chinês e o Canal de Suez, no Mediterrâneo. Segundo Linda, as condições climáticas e ambientais farão da rota um caminho difícil.

A China, que é um dos países que mais investem na mineração da Groelândia, fechou um acordo com a petroleira estatal russa Rosneft para explorar petróleo offshore no Ártico. Mas os recursos submersos são de propriedade das Zonas Econômicas Exclusivas dos países litorâneos, na maior parte a Rússia. Logo, se a China quiser explorar energia no Ártico, terá de ser em parceria.

@@@@@@@@@@

GRITA BRASIL

Feliz (resto) de Ano Velho!

por Claudio Schamis em 17 de julho, 2014

Ho! Ho! Ho! O natal já passou e você nem percebeu. Ou eu posso – e quero – estar redondamente enganado, mas enquanto não me provem o contrário, feliz natal (antecipado).

Papai Noel (do mal) com sua barba e um dedo a menos e Mamãe Noel (também do mal) com essa cara de sei lá o quê, trouxeram e realizaram, respectivamente, a Copa do Mundo no Brasil. Depois de 64 anos estão radiantes pelo sucesso da Copa, que a fez ser chamada de a Copa das Copas. Juro que não foi por mim, apesar dos pesares.

E põe pesares nisso. Um viadutozinho que caiu em Belo Horizonte e que era para ter ficado pronto na Copa, assim como várias outras coisitas; o trem-bala prometido para a Copa pela então (na época) ministra Dilma, que nem saiu do papel e se saiu, ninguém o viu passar. Nem adianta perguntar nada para o Blatter e muito menos para o Lula, pois eles não sabem é de nada. Lula acha, inclusive, que é babaquice essa coisa de metrô deixar o torcedor dentro do estádio, imagina então um trem-bala? E a participação da seleção brasileira – que em minha opinião era para ter caído ainda na primeira fase – que foi fechada pela vergonhosa derrota de 7 x 1 para a magnífica em todos os sentidos seleção da Alemanha e pela também magnífica seleção da Holanda em mais uma derrota por 3 x 0.

E depois do natal vem o ano novo cheio de esperanças, promessas de começos de dieta, buscas por um grande amor, de um novo emprego, projetos novos e, quem sabe isso tudo, com o prêmio milionário da Mega Sena da Virada no seu bolso. Mas cuidado com o bolso.

É 9…8…7…6…5…4…3…2…1…0,5…

Então, antes de estourar a champanhe, comer a uva, pular as sete ondas – o número sete não tem relação nenhuma com a Alemanha – pare e pense no que você realmente vai querer para os próximos quatro anos da sua vida.

Se liga, dependendo do seu grau de comprometimento com mudanças, eu poderei te desejar um feliz ano novo, ou um feliz ano velho. Com toda a certeza e com todas as letras. A menos, é claro, as que forem ser desviadas em um novo escândalo, caso você resolva apertar o botão errado porque caiu de novo na esparrela da dona Dilma, do seu Lula e do sonho mais uma vez vendido por eles comandado por marqueteiros brilhantes que querendo conseguem vender a ideia de você ter um apartamento do Minha Casa Minha Vida na lua.

Acho que cada cidadão brasileiro que entrar na cabine de votação poderia incorporar o poder que o presidente Barack Obama tem no apertar de um botão. Se você sentir esse poder em suas mãos, no toque de um botão, quem sabe você dessa vez faz alguma coisa. Cante a musiquinha “eu sou brasileiro com muito orgulho e muito amor” com a sua alma no caminho entre a mesa onde você apresenta o seu título e a cabine de votação. Sinta essa energia. Sinta esse amor estampado no seu título de eleitor. Na força do seu voto e que o seu voto tem de mudar o que está você sabe o quê.

O Carnaval já vai começar!

Como o brasileiro adora futebol e carnaval, depois do fiasco da Copa do Mundo, já já vai começar mais um campeão de audiência: O Carnaval Eleitoral.

E para não me deixar mentir o Congresso vai se fantasiar ele todo de fantasminha (não) camarada. Sim, até as eleições, senadores trabalharão dois dias e deputados, quatro. Mas todos receberão seus salários. E não, não são férias. É um engodo chamado recesso branco. E para burlar a lei que desconta no salário proporcionalmente as sessões plenárias marcadas faltosas, todas as sessões plenárias foram desmarcadas. Ou seja, não tem sessão, não tem falta. Tem salário.

Eles dizem que as sessões irão continuar, mas só as de debate. Acho que não devem valer muita coisa, pois faltando ou não, o salário de R$26,7 mil será depositado integralmente na conta de cada um dos fantasmas.

Meu único senão é que tem muito senador e deputado que são fantasmas já de profissão, pois não fazem nada para nem pelo povo. Mas isso você já deve saber.

Nem a tal da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2015 eles não vão nem votar agora. Ou seja, é isso mesmo. E para que se apressar né? Ainda estamos em 2014!

Quem vai sobrar? Voto pelo “recall” dos candidatos.

Por favor, me avisa logo que ainda dá tempo de marcar aquela minha viagem. Sim, pois o Ministério Público quer barrar 1.308 candidatos, sendo 177 devido às suas fichas não limpas. Muito provavelmente devido a algum malfeito cometido por acaso e sem querer querendo. Já não se tem grandes opções no mercado e com o MP fazendo um “recall” de candidatos… Sou um gênio, olha que grande ideia. Por que não fazem de verdade um “recall” dos candidatos, a começar pela Dilma? Recolhe ela e troca tudo que tá ruim e depois devolve ao mercado. Se bem que podia recolher tudo e jogar fora mesmo. Alega perda total.

Um riso que me preocupa!

A presidente Dilma convocou uma entrevista com 16 ministros para enaltecer o que foi a Copa do Mundo aqui no Brasil e dar uma banana àqueles que diziam que a Copa não aconteceria, outros que diziam que seria a Copa do caos, e os que diziam que não teríamos estádios prontos, aeroportos prontos e por aí vai.

Perdemos a Copa, mas foi uma bonita Copa. Ponto. As vaias à presidente parecem que estão sendo empurradas para debaixo do tapete. Afinal foi tudo culpa da “elite branca”.

Mas o riso continua me preocupando. Não há motivo para rir. Não há motivo para comemorar. Assim que a presidente Dilma entregou a taça Jules Rimet ao capitão tetracampeão, Philipp Lahm, a postura deveria ser outra. Sem risos, sem comemorações. Seria a hora de mostrar seriedade e preocupação em acabar o que ela nem começou, mas prometeu. É hora de mostrar serviço – talvez seja tarde demais – e fazer o máximo que puder. Seus dias podem estar contados. Ou não.

Não sou bom em interpretações de risos, mas vou arriscar, e que Freud e Lacan me perdoem, na foto em que Dilma aparece rindo ao lado de Mercadante (Casa Civil) e Cardoso (Justiça) podem ser de nervosismo do tipo e agora, ou pode ser também a eleição já está no papo e os idiotas vão cair de novo.

Só tenho dúvida na frase dita pela presidente dizendo que seu governo é padrão Felipão e se isso pode jogar a favor de quem quer mudanças. O presidente da CBF realmente quer mudanças, pois demitiu Felipão.

E você quer o quê?

Salve as baleias. Não jogue lixo no chão. Não fume em ambiente fechado.

@@@@@@@@@

O que aconteceu com o filho de Nikita Khrushchev?

17 de julho, 2014

Nina Krushcheva é bisneta de Nikita Khrushchev; sua mãe era neta dele. No entanto Nina cresceu chamando o homem que foi um líder soviético de “avô” porque o seu verdadeiro avô, Leonid, havia sido excluído do histórico da família. “The Lost Khrushchev” explica o que aconteceu e refuta um boato maledicente que surgiu após o colapso da União Soviética de que Leonid, na verdade um corajoso piloto de guerra, fora um traidor.

A Sra. Khrushcheva adotou o sobrenome de sua mãe como um ato de solidariedade à sua família, que vivia em um limbo curioso na União Soviética: privilegiados em termos materiais, com grande prestígio social, mas ainda assim párias políticos. A parte principal de “The Lost Khruschev” é uma biografia de Leonid, um malandro rebelde, “uma espécie de James Dean” soviético, sugere a autora, que cresceu sob a sombra de seu pai famoso, um dos homens de confiança de Stálin, na década de 30.

Os dois Khrushchevs não eram próximos: Nikita, um sólido homem do partido, deplorava a luxúria de seu filho (que foi pai pela primeira vez aos 17), e seu desdém veemente pela ideologia. Mas ele suavizou quando Leonid se tornou um herói de guerra. O jovem, ainda um rebelde inveterado, pilotou aviões de bombardeio e caças. Ele foi alvejado, ferido e condecorado antes de desaparecer em 1943. Sua filhinha Yulia (a mãe de Khruscheva) nunca conheceu seu pai.

A história de Leonid seria apenas uma pequena peça no mosaico de sofrimento em tempos de guerra, não fosse pelos rumores que surgiram depois que o acusavam de traição. Ele teria causado um acidente deliberadamente com o seu avião e desertado para o lado dos alemães, diziam os boatos. Agentes soviéticos o teriam recapturado e em seguida o executado, apesar de o pai dele implorar, de joelhos, por clemência a Stálin.

Talvez a parte mais interessante do livro, no entanto, não seja a refutação dos boatos, mas a análise da autora do que os motivou. Khrushcheva os relaciona a um ódio longevo em alguns grupos contra Nikita Khruschchev, e particularmente por sua deslealdade com Stálin, cujos crimes ele expôs no discurso secreto para o congresso do Partido Comunista em 1956. Ao macular a reputação de seu filho, esse grupo político procurou desprestigiar o legado reformista de seu pai.

@@@@@@@@@

Os Mittelstand são espinha dorsal da economia alemã

17 de julho, 2014

Os fabricantes de médio porte alemães, conhecidos coletivamente como Mittelstand, costumam ser louvados como o grupo formador da espinha dorsal da quarta maior economia do mundo. Individualmente elas são líderes mundiais em esconder a sua própria excelência.

Eles tendem a ser de propriedade familiar, ficar em cidades pequenas e serem conhecidos apenas por aqueles que compram suas peças e maquinaria especializada. “Não estamos procurando”, afirma Joachim Kreuzburg, presidente da Sartorius, fabricante de equipamentos para laboratórios. “Estamos vendendo as pás para os mineradores”.

No entanto, cada vez mais as gemas escondidas da Alemanha estão tendo momentos de reconhecimento internacional. Funcionários públicos e executivos do mundo todo fazem peregrinações à Alemanha para aprender com os Mittelständler, assim como se dirigiam ao Japão nos anos 70 para estudar a Toyota.

A força econômica da Alemanha nos últimos anos é a razão mais óbvia porque os outros países querem imitá-la. Mas os Mittelstand também parecem oferecer uma solução para algumas das maiores preocupações que assombram o sistema capitalista. Uma está relacionada à inclusão: alguns países em que muita atividade econômica está se concentrando em um número pequeno de empresas gigantes e em algumas megacidades.

Outra é o desemprego juvenil: milhões de jovens permanecem ociosos enquanto os chefes reclamam de uma escassez de habilidades. Winfried Weber, professor de administração da Universidade de Mannheim, explica que a combinação de empresas de médio porte a raízes locais profundas e um sistema de treinamento forte significa que na Alemanha apenas 7,8% daqueles com 25 anos ou menos estão desempregados, comparado a 22,1% na Suécia e 54% na Espanha. As empresas Mittelstand inspiram uma lealdade extraordinária em seus funcionários: apenas 2,7% deles as abandonam por ano, comparado à rotatividade de 30% de algumas empresas americanas grandes.


@@@@@@@@@@

Israel pede que palestinos evacuem cidades em Gaza

16 de julho, 2014

Israel alertou 100 mil palestinos que moram na Faixa de Gaza a abandonarem suas residências nesta quarta-feira, 16, nono dia da ofensiva militar que já deixou 208 palestinos mortos e 1.100 feridos.

Segundo um comunicado do exército israelense, os moradores das regiões de Zeitun, Shujaiya e Beit Lahiya deverão evacuar a área, pois ela está sob risco de ataque. “Para sua própria segurança, solicitamos que abandonem suas residências imediatamente”, dizem os panfletos distribuídos em Zeitun, no sudeste de Gaza.

O Ministério do Interior palestino em Gaza, porém, orientou a população a permanecer em suas casas, uma vez que as mensagens transmitidas “são destinadas a semear o caos e a confusão entre o público”.

Iniciada há nove dias, a operação militar israelense “Limite Protetor” já soma mais de 1.825 ataques aéreos na Faixa de Gaza, segundo o jornal Haaretz. Os Hamas e a Jihad Islâmica, por sua vez, dispararam mais de 1.215 foguetes e morteiros contra Israel.

Casas de líderes do Hamas são bombardeadas

Na manhã desta quarta-feira, o sistema de defesa antimísseis de Israel – Domo de Ferro – interceptou quatro foguetes próximos a capital Tel Aviv. Os foguetes foram lançados de Gaza. Na noite da última terça-feira, 15, militares israelenses bombardearam as casas de líderes políticos do grupo militante islâmico Hamas.

Os serviços de segurança israelenses informaram que três terroristas do Hamas foram mortos em um ataque na cidade palestina de Khan Younis nesta quarta-feira. Os palestinos, no entanto, disseram que as vítimas eram civis. Momentos antes, aviões israelenses bombardearam a casa de um alto membro do Hamas, Mahmoud al-Zahar, na Cidade de Gaza, mas não havia ninguém na residência.

Outros alvos dos ataques israelenses na Cidade de Gaza eram as residências de Bassem Naim (outro alto dirigente do Hamas), Fathi Hammad (ex-ministro de saúde) e Ismail al-Ashqar (deputado). O Ministro das Relações Exteriores israelense, Avigdor Lieberman, pediu que “a operação só acabe quando o exército estiver no controle de toda a Faixa”.

@@@@@@@@@@

EUA criam música para desestimular imigração ilegal

16 de julho, 2014

A agência da Alfândega e Proteção da Fronteira dos EUA (CBP, na sigla em inglês), juntamente com o governo americano, criaram uma música de hip hop, intitulada “La Bestia”, para tentar desestimular a entrada de imigrantes ilegais pelo México. Cantada em espanhol, a música se refere a um trem de carga conhecido como “The Beast”, muito utilizado por imigrantes ilegais e que tem uma péssima reputação.

A letra da música alerta que muitas pessoas morrem ou perdem algum membro do corpo ao tentar fazer a travessia ilegalmente. Os que sobrevivem, estão sujeitos a ataques de gangues, como a “Mara Salvatrucha”, que roubam os imigrantes e os sequestram, em troca de resgate.

Desde outubro do ano passado, cerca de 52 mil crianças entraram ilegalmente nos Estados Unidos, maior parte delas fugindo da violência da América Central. Preocupado com essa crise humanitária, o presidente Barack Obama solicitou ao Congresso americano U$3,7 bilhões em fundos de emergência para enfrentar o problema social. Na verba solicitada, está incluso o valor de US$5 milhões referentes a uma campanha de midiática para orientar as pessoas a não tentar entrar ilegalmente nos EUA.

O CBP já tinha lançado uma campanha anteriormente, orçada em US$ 1 milhão, para impedir que pais continuem a enviar crianças ilegalmente pela fronteira. A iniciativa foi denominada “Campanha de Sensibilização Para Perigos” e começou a ser vinculada este mês.


@@@@@@@@@@

Manter amostras congeladas de doenças erradicadas é uma boa ideia?

16 de julho, 2014

A varíola é uma doença terrível. Ela é transmitida com facilidade, provoca erupções por todo o corpo e mata cerca de 30% dos infectados. Ou, na verdade, costumava matar, já que a varíola não existe mais na natureza. Após uma campanha de vacinação de várias décadas, o último caso fora de controle foi diagnosticado em 1977. Três anos depois a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o mundo livre da doença. A aniquilação de uma doença que até 1967 matava 2 milhões de pessoa por ano é vista como um triunfo da medicina moderna.

Mas o vírus não desapareceu completamente. Oficialmente há dois reservatórios em laboratórios seguros administrados pelo Centro de Controle de Doenças (CCD) dos EUA e pelo Centro Estatal de Pesquisa de Virologia e Biotecnologia, na Rússia. Em 8 de julho, no entanto, o CCD anunciou que pesquisadores de saúde em Maryland haviam descoberto ampolas de varíola esquecidas em uma geladeira no canto de um armazém da Food and Drug Administration, o órgão regulador de medicamentos dos EUA.

Assim que foram descobertas as ampolas foram levadas para a sede do CCD, em Atlanta, onde estão sendo testadas para descobrir se ainda são infecciosas. Após essa etapa elas serão destruídas sob a supervisão da OMS. O FBI, enquanto isso, está tentando descobrir da onde elas vieram – elas parecem vir dos anos 50 – e como foram esquecidas. Todo o episódio é embaraçoso e provavelmente dará corda a um debate antigo e em aberto sobre se é uma boa ideia manter amostras de varíola, mesmo em laboratórios oficiais.

@@@@@@@@@@

Reutilização de sondas espaciais é o objetivo do grupo Rebooters

16 de julho, 2014

Em 1992 Daniel Goldin, então presidente da NASA, afirmou que o objetivo da agência era fazer coisas melhores, de modo mais rápido e barato. As últimas semanas apresentaram o resultado lógico dessa abordagem: uma missão cujos custos de lançamento são zero e cujos controladores no solo são um grupo de amadores que estão fazendo isso sem serem remunerados.

O ISEE-3 Robot Project, conforme se autodenomina esse grupo de entusiastas, existe para reviver um veículo espacial antigo. Muito antigo. Ele foi lançado em 1978 e desde então passou quase dois terços de toda a era espacial, que começou em 1957 com o lançamento do Sputnik, em órbita ao redor do sol. Mas em 1997, a NASA decidiu que o ISEE-2 havia cumprido sua missão como observador solar e de cometas e o desativou. No caso de alguém no futuro querer reativá-lo, a desativação deixou o veículo em modo de stand-by. E é isso que os Rebooters estão tentando fazer.

E deu certo. Em 2 de julho a equipe conseguiu ativar o sistema de propulsão do ISEE-3. Isso é claramente resultado de um trabalho de amor, mas também atende a propósitos maiores. Um é provocar interesse na “ciência do espaço cidadã” já que, embora a maior parte do público não tenha condições de reativar um veículo espacial antigo,usando a maior antena de radiotelescópio do mundo, os custos em queda dos lançamentos e a redução do tamanho dos satélites, que podem fazer coisas úteis, significa que é possível colocar algo funcional em órbita por cerca de US$ 50.000. Esse é o tipo de valor que um colégio do ensino médio bem conectado de um país rico conseguiria angariar.

Para continuar a missão, os Rebooters terão que manobrar o seu novo brinquedo para uma órbita que o deixe perto da Terra. Dependendo do desenvolvimento, eles tentarão ou colocá-lo em uma volta elíptica padrão em torno do planeta, ou o estacionarão em um lugar chamado L2, onde a gravidade conjunta do sol e da Terra farão com que ele se mantenha parado em relação ao planeta. Feito isso, o grupo poderá brincar com o equipamento por anos.

@@@@@@@@@@

COLUNA ESPLANADA

Os partidos ocultos de Aécio

por Leandro Mazzini em 16 de julho, 2014

Bem ao estilo mineiro, ‘comendo pelas beiradas’ e discretamente, o presidenciável Aécio Neves minou a base de pelo menos cinco dos nove partidos aliados da presidente Dilma, líder nas pesquisas. Com um trabalho intenso de articulação com deputados, senadores e presidentes regionais das siglas, Aécio conseguiu rachar PP, PDT, PMDB, PR e PROS. Nacionalmente, estas legendas fecharam com o PT e deram tempo de TV à presidente, mas nas bases e rincões, praticamente metade dos militantes e mandatários destes partidos vão apoiar diretamente o tucano.

Só um exemplo

Daí o quiprocó do PP no dia da convenção, na qual o presidente da legenda, senador Ciro Nogueira (PI), aliado de Dilma, foi até xingado por militantes aliados de Aécio.

Com estilo

O PMDB fez bem ao seu estilo como nas eleições anteriores – um pé em cada canoa e deixando a correnteza levar os barcos. Em qualquer resultado, estará no Poder.

Contato direto

Com destaque nessa busca de aliança, o deputado Rodrigo de Castro, secretário-geral do PSDB, começou interlocução com vereadores de vários partidos há dois anos.

Patrulha do Almoço

Uma patrulha Captiva da Polícia do Senado, placa AWI 0435, foi flagrada estacionada em cima da calçada na Vila Planalto, longe das dependências da Casa Alta, perímetro de sua rota por regra. Foi na última sexta, às 12h45. De dentro do restaurante Kranfo, saíram os policiais com o que seriam as marmitinhas da dupla.

Longe de Casa

Pelo regimento do Senado, as patrulhas têm função de ronda de segurança patrimonial no perímetro do Congresso Nacional e de escolta para veículo do presidente do Senado. Não era o caso. Aliás, as Captiva são alugadas, a bom preço.

Apoio na fé..

Geraldo Majela é o candidato ao Senado pelo PT no Distrito Federal, na chapa de Agnelo Queiroz ao governo. Ok. Mas numa jogada de fé, quem o apoia financeiramente também é o conhecido bispo e ex-deputado federal Manoel Rodrigues, do PSC, líder da assembléia de Deus nacional.

Adversários.. nem tanto

Ferreira transferiu seu título do Rio para Brasília, onde se tornou o primeiro suplente de Majela. Curioso é que o PSC, do presidenciável Pastor Everaldo, se tornou oposição do PT de Dilma em todos os Estados, menos no DF, como se vê.

Efeitos da Copa

Felipão e Parreira repetem que clubes não investem na criação e formação dos atletas. A CBF bate palmas. Mas em Pernambuco, só para citar um Estado, os maiores clubes – Santa Cruz, Sport e Náutico – andam na várzea financeira com campeonatos suspensos.

Da arquibancada

Com a suspensão das séries A e B do campeonato Brasileiro, os times ficaram 40 dias sem jogos oficiais – de onde, assim como outras centenas de clubes, tiram seu sustento com repasses, bilheterias e direitos de transmissão.

O amigão

O relatório do Latinobarómetro, feito por um instituto de pesquisa em países da AL, constatou que o Brasil é o ‘Amigo da Nação’ de todos eles. Foi eleito por 61% dos entrevistados. É a primeira edição, então não há certeza de que sempre o foi.

Ponto Final

Neymar tem estrela. Escapou de um vexame na sua carreira

Com Equipe DF, SP e Nordeste

@@@@@@@@@@

Os escândalos reais que acirraram a Revolução Francesa

16 de julho, 2014

O culpado real, garante o escritor, é um 'cozido duvidoso' (Reprodução/Internet)

Quando o escândalo do colar de diamantes de Maria Antonieta ocorreu em 1785, os testemunhos daqueles envolvidos vazaram para o público e foram devorados como carniça em um campo de batalha. O Cardeal Louis de Rohan, o principal membro de uma família francesa influente e aristocrática, foi acusado de forjar a assinatura da rainha para obter um colar com 647 diamantes, de 2.800 quilates.

Rohan, afirmando a sua inocência, insistiu que a verdadeira criminosa era Jeanne de la Motte, membra sem dinheiro da dinastia real Valois e ex-amante de Rohan. Ela, por sua vez, transferiu a culpa para o Conde Cagliostro, um golpista e ocultista siciliano. Cagliostro negou tudo – exceto o assassinato de Pompeu, o Grande, sob as ordens do faraó em 48 A.C.

Um incômodo menor é que o desejo de Beckman, de entreter o leitor, leva a algumas mudanças de tom dispersivas. Rohan fica doente e teme ser envenenado. O culpado real, garante o escritor, é um “cozido duvidoso”.

Não obstante ele consegue ligar os pontos desse imbróglio improvável e delinear o ocaso da monarquia francesa. Para ele o caso do colar de diamantes, ao expor os nobres aos tribunais do judiciário e da opinião pública, “dramatizaram brutalmente o que já se sabia há muito – que os Bourbon não eram os indivíduos extraordinariamente gloriosos que pregava a ideologia real”.

Porém, o leitor ainda se compadece à medida que, um a um, esses trapalhões mesquinhos são envolvidos e destroçados pelos eventos que sua venalidade pôs em movimento. “Eu fui trapaceado!”, afirma o cardeal ao olhar as assinaturas distintas da Maria Antonieta verdadeira e da versão de sua correspondência.

Mas aí, é claro, já era tarde demais. Os principais atores desse drama nunca se recuperam completamente da vergonha e da temporada na Bastilha. E a monarquia francesa se revela incapaz de resistir à mácula do longo e humilhante julgamento. “Essa questão do colar de diamante”, argutamente observou Talleyrand à época, “pode muito bem derrubar o trono da França”.


@@@@@@@@@

Doleiro Alberto Youssef é acusado de lavar R$ 1,16 mi do mensalão

15 de julho, 2014

O doleiro Alberto Youssef, preso na Operação Lava-Jato, está sendo acusado pelo Ministério Público Federal de comandar um esquema que lavou parte do dinheiro usado na compra de votos de parlamentares envolvidos no esquema do mensalão.

Em uma nova denúncia entregue à Justiça Federal, a Procuradoria da República afirma que Youssef lavou pelo menos R$ 1,16 milhão, de um total de R$ 4,1 milhões repassados pelo empresário Marcos Valério ao então deputado federal José Janene, líder do PP na Câmara na época do escândalo.

Na denúncia, os procuradores pedem a extinção da punibilidade de Janene, que morreu em 2010, mas acusam outros oito investigados, entre eles familiares de Janene. Além de Youssef, outro doleiro, Carlos Habib Chater, é citado na denúncia.

Os procuradores afirmam que foram investidos um total de R$ 1,16 milhão proveniente de “atividade criminosa de José Janene na empresa Dunel Indústria, sediada em Londrina, Paraná, para ocultar a origem ilícita do recurso”.

“Aos denunciados, é imputada a prática de crime de lavagem de dinheiro pela movimentação, dissimulação e conversão em ativos lícitos de recursos originários, dentre outras fontes, do esquema do mensalão”, diz a denúncia. A defesa de Youssef negou as acusações feitas pelo Ministério Público Federal.

@@@@@@@@@@

COLUNA ESPLANADA

Silêncio oficial

por Leandro Mazzini em 15 de julho, 2014

É ensurdecedor o silêncio oficial do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República e da sua subordinada Abin – Agência Brasileira de Inteligência’. Os órgãos não responderam ainda ao Congresso Nacional os pedidos de divulgação, para seleto grupo parlamentar, dos relatórios de espionagem e gastos secretos do Planalto. A tutela dos documentos, agora por lei, deve ser também da Comissão de Controle das Atividades de Inteligência do Congresso – que por ora faz papel de boba nessa história. Este ano os gastos secretos apenas da Presidência já passam de R$ 3,5 milhões.

Pela Soberania..

Somente este ano, os gastos secretos do Planalto, da ABIN e do GSI já ultrapassam R$ 5,1 milhões em prol da Segurança e da Soberania…

Lá e cá

Em países democráticos como o nosso, como EUA, França, Itália e inclusive nações latinas, é natural a divulgação para o Parlamento. Menos aqui.

Logo ali

A Câmara dos Deputados do Paraguai acaba de aprovar a criação de uma Secretaria Nacional de Inteligência.

Sentou o sarrafo

Com seu candidato bem atrás nas pesquisas para o governo de Pernambuco, o presidenciável Eduardo Campos (PSB) partiu para o ataque ao adversário. Desceu o sarrafo em Armando Monteiro Neto (PTB) em discursos em comício e reuniões com socialistas no Recife. Diz que Armando não tem experiência em administração pública.

Coroné x Playboy

‘É um filinho de papai que nunca administrou coisa nenhuma’, ao contrário do seu candidato Paulo Câmara que foi presidente da Empetur – Empresa Pernambucana de Turismo – e secretário da Fazenda de Pernambuco, tem repetido Campos.

Oligarquia

Armando Neto é filho do ex-banqueiro e usineiro Armando Monteiro Filho e irmão de Eduardo Monteiro, também usineiro que já foi considerado o maior escravocrata do Brasil. Sua fazenda Gameleira foi alvo de três operações do MP do Trabalho anos atrás, onde foram ‘libertados’ mais de mil lavradores.

Tão longe, Tão perto

Informes chegaram ao serviço secreto no Brasil e de países latinos: o Sendero Luminoso voltou no Peru. Mas nem tanto. Uma tropa de elite do governo descobriu e desativou a tempo uma célula do grupo que estocava armas, munições e explosivos em Cuzco – cidade turística muito visitada por estrangeiros.

A verdade do campo

A Comissão Nacional da Verdade vai divulgar no fim do ano lista atualizada de mortos e desaparecidos, que passara dos 362 para perto de 400. Mas pode ser muito maior. Há um trabalho minucioso de equipe coordenada por Maria Rita Kehl sobre as vítimas indígenas e lavradores, de regiões longe dos holofotes da imprensa à época.

Futebras

De leitor, sobre a presidente Dilma e o ministro Aldo Rebelo (Esporte) defenderem participação do Estado no Futebol: ‘Vai ser criada a Futebras. Vai ser  criada a Bolsa Futebol. A camisa da seleção já não será amarela. Será vermelha com a Estrela do PT’.

Não é raro encontrar gafes durante as corridas campanhas eleitorais. Foi o caso da campanha presidencial de 2002, em que Anthony Garotinho era o candidato a presidente pelo PSB. Apelidado de Bolinha pela esposa, Garotinho era conhecido pelos seus assessores e aliados por ser bom de garfo.

E mostrou isso num restaurante em que comia ao lado do então deputado Michel Temer (PMDB-SP). Garotinho, com muito apetite, limpara seu prato e Temer deixara, no seu, um bom pedaço de filé mignon. Um deputado percebeu os olhos de Garotinho passeando pelo prato do parlamentar, e já imaginava a gafe, ‘Não, Garotinho, não faz isso, Garotinho..’, pensava.

Garotinho não titubeou e levou o garfo na mão grande ao prato do vizinho:

- Oh, Temer, já que você não vai comer esse bife dá ele aqui!

E finalizou a refeição.

Ponto Final

Na Copa, até o placar de uma semifinal foi superfaturado: 7 a 1. E saiu barato!


@@@@@@@@@

Levi’s aposta na renovação para crescer no mercado fashion

15 de julho, 2014

Levi’s, a mais antiga e conhecida marca de jeans, já teve dias melhores, como quando Bruce Springsteen usou uma de suas calças na capa de seu disco “Born in the USA”, de 1984. Ela também já teve dias piores, como no meio da década de 90, quando perdeu a oportunidade de produzir calças que fossem folgadas o suficiente para adolescentes urbanos. As vendas da Levi Strauss, a empresa-mãe, de 161 anos, atingiram o pico de quase US$ 8 bilhões, na década de 90; em 2009 elas eram quase metade desse valor.

As coisas se estabilizaram desde então. Em 2013, tanto a receita como o lucro cresceram pela primeira vez em cinco anos. Mas os problemas que afligem a Levi’s desde que o jeans deixou de ser algo especial e se tornou apenas um tecido não cessaram. Os consumidores estão escolhendo jeans mais baratos vendidos por varejistas de fast-fashion como Zara e H&M, e marcas mais modernas como Diesel e True Religion.

Com seu pedigree da era da corrida de ouro e sua aura rock’n roll, a Levi’s tem o tipo de autenticidade que a maiorias das marcas desejam. Mas a tradição também é um fardo. É improvável que uma fabricante de jeans se torne uma potência de artigos esportivos como a Nike, cujas vendas são mais de cinco vezes maiores. Assim como ela também não consegue expandir sua linha facilmente para incluir blusas e vestidos como a Gap, sua vizinha de São Francisco. A marca está “presa em sua tradição do jeans”, afirma Ashma Kunde, da Euromonitor International, uma empresa de pesquisa de mercado.

A marca também está tentando se tornar mais “atlética”. Novas calças para mulheres acrescentam uma enorme flexibilidade ao jeans. Uma versão esportiva para ciclistas tem bainhas que, quando dobradas, revelam fita reflexiva. Tais inovações podem ajudar a manter a Levi’s na moda, mas Bruce Springsteen certamente não usará suas calças na capa do seu próximo disco.

@@@@@@@@@

Israel aceita proposta egípcia de cessar-fogo, mas Hamas resiste

As Brigadas Ezzedine al Qassam, que são o braço armado do Hamas na região, rejeitaram a proposta e exigiram acordo completo sobre o conflito

O gabinete de segurança israelense aceitou nesta terça-feira, 15, a proposta de cessar-fogo na Faixa de Gaza apresentada pelo Egito, a partir das 9h da manhã desta terça (3h no horário de Brasília), após uma semana de conflito.

A proposta será discutida por Israel pelo gabinete em Tel Aviv. O pedido foi feito pouco antes de reunião de emergência dos ministros das Relações Exteriores da Liga Árabe, no Cairo, para discutir a ofensiva israelense. Segundo a proposta, Israel e Palestina teriam 12h para implementar o cessar-fogo.

As Brigadas Ezzedine al Qassam, que são o braço armado do Hamas na região, rejeitaram a proposta e exigiram acordo completo sobre o conflito, informando ainda que a batalha contra o inimigo ficará mais intensa. “Se o conteúdo desta proposta for exato, trata-se de uma rendição e rejeitamos sem apelação”, informaram as Brigadas por meio de comunicado.

Acordo de cessar-fogo

O objetivo do cessar-fogo é dar fim à hostilidade e iniciar trégua às ofensivas militares de ambos os lados; prevendo a abertura das fronteiras entre Israel e Palestina, em Gaza, para a passagem de produtos e pessoas; além de dar início às negociações par a entrada de bens de primeira necessidade na região.

O Egito sugeriu o prazo de 48h para começar as discussões com objetivo de dar fim ao conflito. O secretário de Estado americano, Jonhn Kerry, deve participar nesta terça no Cairo do esforço em prol das negociações.

@@@@@@@@@@@

Conquistas educacionais afastam crianças da criminalidade

15 de julho, 2014

Na “Odisseia”, Homero imortalizou a ideia de resistir à tentação fazendo com que o protagonista fosse atado ao mastro de seu navio, para ouvir sem sucumbir aos belos e perigosos cantos das sereias. Pesquisadores há muito se questionam se a habilidade para evitar, ou postergar, a gratificação está relacionada a resultados na vida. O teste mais conhecido é o experimento do marshmallow, no qual crianças que conseguiam se abster do doce por quinze minutos recebiam mais um. As crianças que não conseguiam tendiam a ter rendas mais baixas e condições de saúde piores quando adultos.

Novas pesquisas sugerem que as crianças que não conseguiam esperar pelas recompensas também têm uma propensão maior a se tornarem criminosos mais tarde. David Akerlund, Hans Gronqvist e Lena Lindahl, da Universidade de Estocolmo, e Bart Golsteyn, da Universidade de Maastricht, usaram dados de uma pesquisa sueca na qual mais de 13.000 crianças de 13 anos de idade foram inquiridas se prefeririam receber US$ 140 agora ou US$ 1.400 cinco anos depois. Cerca de 80% delas afirmaram estarem preparadas para esperar.

Diferentemente de outros pesquisadores, os autores conseguiram analisar todas as crianças e levar em conta os seus históricos parentais e habilidades cognitivas. Eles verificaram que as crianças de 13 anos, que preferiam montantes de dinheiro menores mais rapidamente, eram 32% mais propensas a serem condenados por um crime durante os 18 anos seguintes do que aquelas crianças que preferiam esperar por uma recompensa maior. Os indivíduos que são impacientes, eles acreditam, preferem benefícios instantâneos e portanto são menos propensos a se deterem por punições em potencial.

Mas aqueles que se preocupam que a trajetória criminal de uma pessoa já esteja definida na adolescência não devem se desesperar. Os quatro pesquisadores oferecem uma solução. Quando a educação dos participantes foi incluída na análise, eles verificaram que conquistas educacionais maiores estavam relacionadas à preferência pela gratificação postergada. “Nós suspeitamos que a educação pode afastar as pessoas do crime ao fazê-las valorizar mais o futuro”.

@@@@@@@@@

Previsão do PIB mantem tendência de queda e se aproxima de 1%

14 de julho, 2014

Dados divulgados nesta segunda feira, 14, pela pesquisa Focus do Banco Central, revelam que o crescimento estimado para o Produto Interno Bruto este ano se aproximou de 1%. A inflação também voltou a piorar e chegou bem perto do teto de 6,5% estabelecido pelo governo. Após três semanas de estabilidade, a inflação subiu para 6,48%. É a sétima semana seguida de deterioração econômica.

A perspectiva industrial piorou em relação às contratações, que ficaram em torno de 0,90%, contra recuo de 0,67% registrados anteriormente. A projeção de expansão do PIB em 2015 permanece em 1,5%. Os agentes econômicos mantiveram a perspectiva de manutenção da Selic no atual patamar de 11%, como vem indicando o BC.

Segundo a Focus, os efeitos do aperto recente da política monetária ainda vão se materializar e um novo ciclo de aperto monetário vai se iniciar em janeiro de 2015.


@@@@@@@@@

Conheça os “Vales do Silício” brasileiros

14 de julho, 2014

O Brasil também abriga vales de tecnologia e inovação. A exemplo do Vale do Silício, nos Estados Unidos, que abriga as maiores empresas de tecnologia de ponta do mundo, como Google, Apple, e Facebook, é possível destacar parques do setor no país.

São cinco polos com 634 empresas, 15 mil empregados e mais de R$ 1,4 bilhão de faturamento por ano. O maior parque tecnológico e de inovação fica no Recife, o Porto Digital, com 7100 funcionários, 250 empresas e mais de R$ 1 bilhão em faturamento por ano. Dedicado à área de tecnologia da informação e comunicação (TIC) e economia criativa, em 2001, era formado por três empresas e 46 funcionários.

Os demais são Parque Tecnológico da UFRJ, no Rio de Janeiro, dedicado às áreas de energia e petróleo; San Pedro Valley, em Belo Horizonte; Parque Científico e Tecnológico da PUC/RS (Tecnopuc), em Porto Alegre, voltado para TIC principalmente; e o Parque Tecnológico de São José dos Campos, em São Paulo, voltado para o setor aeronáutico.

Segundo estudo da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) de 2008/2009, havia 11 parques tecnológicos no país. Hoje, porém, existem 90 projetos em andamento e 20 em operação, estando alguns em estágio avançado, de acordo com a Tecnopuc. Uma das característica deles que favorece sua consolidação é a aglomeração das empresas, pois a convivência com clientes, fornecedores e concorrentes estimula a inovação.

@@@@@@@@@

Computadores em miniatura com menos segurança na rede

14 de julho, 2014

A cibersegurança já é parte das nossas vidas. “Patches” e outras atualizações para telefones, tablets e computadores vão chegando. Ainda assim, os muros digitais continuam a ser ultrapassados.

No ano passado mais de 800 milhões de registros digitais, tais como dados de cartões de crédito e débito, foram roubados ou perdidos, mais de três vezes mais que em 2012. De acordo com uma estimativa recente do Center for Strategic and International Studies, um centro de estudos, o custo para a economia mundial do cibercrime e espionagem industrial online fica em US$ 455 bilhões por ano.

Agora uma nova fase está começando : “a internet das coisas”. Isso envolve inserir computadores em miniatura em objetos e conectá-los à internet com o uso de tecnologia sem fio.

Para as empresas que estão criando a internet das coisas, a sua vulnerabilidade pode custar caro. A tática de lançar programas o mais rápido possível e depois aprimorá-los pode ser tolerável quando tudo o que se perde são dados, mas os consumidores serão menos tolerantes quando a segurança pessoal estiver envolvida.

Assim como em computadores e telefones, haverá mais senhas e mais atualizações, embora isso possa tornar a internet das coisas menos fácil de usar – um ponto negativo para algo que pretende tornar a vida mais conveniente.

@@@@@@@@@

Por que os homens interrompem as mulheres?

14 de julho, 2014

Soraya Chemaly, uma “feminista, escritora, satirista, não necessariamente nessa ordem”, escreveu recentemente um artigo republicado no Huffington Post em que afirma que toda mulher deveria aprender as seguintes palavras: “Pare de me interromper. Eu acabo de dizer isso. Não precisa explicar”.

De acordo com ela os homens interrompem as mulheres, repetem o que elas falaram e colhem os louros, e explicam as coisas cuidadosamente para mulheres. Com base em conversas com mulheres a respeito do assunto, além de muitas pesquisas, a análise de Chemaly procede. Em particular, os homens interrompem e explicam as coisas com condescendência para as mulheres. Chemaly tem uma explicação simples para a confiança excessiva dos homens, o que ela aponta como a raiz do problema. “Isto é, o problema é o antigo machismo expressado na socialização orientada por gêneros e uma preferência cultural automática pela dominação institucionalizada da vida pública por homens”.

Quais evidências mostram que os estilos de homens e mulheres diferem? Entre as mais convincentes há uma peça crucial que fica de fora da explicação de “simplesmente machismo”: os homens explicam as coisas com condescendência entre si. Elizabeth Aries, outra pesquisadora, analisou 45 horas de conversas e verificou que os homens dominam grupos mistos.

Quando homens e mulheres se juntam o problema fica mais sistemático. Logo, se você tem algo a dizer, diga logo – o seu parceiro não necessariamente lhe dará a oportunidade. E se você se der conta de que tem falado por muito tempo, cale a boca e escute.

@@@@@@@@@@@

Sediar os Jogos Olímpicos pode gerar uma destruição no Japão

14 de julho, 2014

Embora as olimpíadas de 2008 de Pequim tenham sido um sucesso em termos de esporte, elas foram um desastre cultural. Os jogos ofereceram a desculpa para anos de uma orgia de ganância, vaidade e decisões pouco claras que rasgaram o tecido de uma cidade extraordinária e colocaram em seu lugar criações bombásticas de arquitetos famosos que não tinham relação com o contexto local ou escala humana. Certamente Tokyo, capital de uma democracia pacífica e a sociedade mais civilizada do mundo, não cometerá tais crimes.

Talvez sim. Voltemos às últimas olimpíadas de Tóquio, em 1964. Na época, Nihonbashi, a ponte que costumava ficar no coração da vida cultural e comercial da cidade, foi soterrada por uma via expressa de oito pistas, e os muitos canais da área foram aterrados.

Muitos que odeiam o que aconteceu a Nihonbashi (até mesmo um relatório oficial considerou as obras a maior monstruosidade do país) estão indignados com os novos projetos para as olimpíadas de 2020. Em 5 de julho centenas protestaram em Tóquio contra outra rodada de vandalismo olímpico superdimensionado.

O estádio desenhado pela famosa arquiteta iraquiana e britânica Zaha Hadid é uma vasta carapaça: com o dobro do tamanho de qualquer estádio olímpico anterior e o triplo do querido estádio de 1964, que em breve será demolido. A sua construção tornou necessário expulsar muitos idosos de suas casas, e além do mais toma a área de uma rara área de parque próxima ao santuário Meiji.

@@@@@@@@@

Copa do Mundo 2014 em números

14 de julho, 2014

A Copa do Mundo no Brasil acabou neste domingo, 13, e deixou como saldo alguns números interessantes. A seleção alemã, que conquistou a taça, por exemplo, levará para casa US$ 35 milhões pela vitória contra a Argentina, que ficou 24 anos sem disputar uma final na Copa do Mundo.

Durante o mundial, que ocorreu de 12 de junho a 13 de julho, foram distribuídos dez cartões vermelhos na competição, contra 28 da Copa de 2006. Enquanto os amarelos foram 187 cartões, o que representa uma média de 2,9 por jogo. Na África do Sul, a média foi de 3,8 cartões por jogo, em 2010.

Para realizar o mundial, o Brasil investiu US$ 11 bilhões, o que consagrou o evento como o mais caro da história das Copas.

Recordes e marcos históricos

O jogo entre Argentina e Holanda, disputado na última quarta-feira (9), foi a primeira semifinal da história do mundial sem gols com mais de 120 minutos de jogo. A Argentina venceu nos pênaltis.  Ao todo,  foram 171 gols marcados no mundial do Brasil, igualando-se a marca recorde de gols em um torneio de 32 equipes, alcançada na Copa da França em 1998.

O jogador alemão Miroslav Klose marcou 16 gols nesta Copa, superando Ronaldo Fenômeno ( com 15) e se consagrando como maior artilheiro da história das Copas. O goleiro norte-americano Tim Howard bateu recorde de defesas, impedindo 16 gols da Bélgica, no jogo das oitavas de final.

O jogador americano Clint Dempsey levou 30 segundos para marcar contra Gana, em 16 de junho em Natal, o que foi o quinto gol mais rápido da história da competição.

A cotação de uma vitória da Alemanha sobre o Brasil por 7 a 1 na semifinal é de mil para uma. Durante o jogo histórico, foram enviadas 580.166 mensagens pelo Twitter por minuto, o que foi um recorde, depois que o jogador Sami Khedira marcou o quinto gol sobre o Brasil.

Ao todo, foram enviadas 35,6 milhões de mensagens durante o jogo Brasil e Alemanha, o que foi considerada a maior quantidade de mensagens postadas durante um evento esportivo. O recorde anterior foi 24,9 milhões durante o SuperBowl de 2014 nos EUA.

@@@@@@@@@

Indústria tem déficit recorde em exportações

14 de julho, 2014

A Indústria brasileira deve ter este ano o maior déficit comercial da história do país. Os motivos são a crise argentina e a perda de competitividade dos produtos brasileiros. No primeiro semestre, a balança de manufaturados ficou US$ 56 bilhões negativa, número acima dos US$ 54,72 bilhões marcados de janeiro a junho de 2013.

O déficit atingiu US$ 106,44 bilhões, nos últimos 12 meses até junho, superando o recorde negativo do ano passado, quando foi US$ 105 bilhões. No período foram vendidos US$ 38,08 bilhões de produtos, uma queda de 11% em relação ao ano passado.

As importações por sua vez recuaram apenas 3,5%, somando US$ 94,06 bilhões. A situação é considerada por analistas como crítica e sem solução a curto prazo.

Os melhores números em 2013 podem ser explicados pela exportação fictícia de duas plataformas de petróleo por US$ 2,43 bilhões, já que este ano ainda não foram registradas vendas do tipo.

Veículos e peças menos vendidos

As maiores quedas de exportação foram registradas nas vendas de automóveis de passageiros, peças de veículos e tratores, motores e veículos de carga, segundo a Confederação Nacional da Indústria. A Argentina é o maior mercado para os manufaturados brasileiros e registrou queda  nas vendas de US$ 1,58 bilhão em relação ao primeiro semestre do ano passado. As reduções podem chegar até US$ 3 bilhões nas exportações entre os países. A diminuição nas vendas para a Argentina foi de 19,8 %.

Ano perdido

Com isso, a balança comercial está mais dependente dos produtos básicos, representando mais da metade das vendas ao exterior, ou seja, 50,8 % do total. A venda de manufaturados caiu para 34,4%, o menor índice para o primeiro semestre desde 1980. Segundo o presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil, José Augusto de Castro, 2014 é considerado um ano perdido para manufaturados.

@@@@@@@@@

Revista ‘Economist’ afirma que Dilma vai ser reeleita

13 de julho, 2014

Uma matéria publicada na última sexta-feira, 11, na revista Economist, afirma que Dilma Rousseff vencerá as eleições marcadas para outubro deste ano.

Segundo a revista, a derrota histórica da seleção brasileira por 7 a 1 contra a Alemanha na Copa do Mundo não afetará o pleito, pois a presidente vem tirando proveito do sucesso do evento.

De acordo com o texto, os brasileiros gostaram da experiência de sediar um evento internacional de grande porte, o que se reflete na crescente popularidade da presidente. A revista cita uma pesquisa divulgada pelo Datafolha na última quarta-feira, 2, dias antes da derrota da seleção. O levantamento revelou que, em um mês, a popularidade da presidente aumentou de 34% para 38%, percentual bem acima do registrado por seus principais adversários, Aécio Neves (20%) e Eduardo Campos (9%).

Segundo a matéria, os adversários de Dilma esperam que a derrota da seleção, somada à estagnação econômica e aos serviços públicos ineficientes, alimente o desejo da população por mudança.

Mas, de acordo com o texto, a confirmação do sucesso do Brasil como sede de grandes eventos, incluindo a conferência dos Brics, em Fortaleza, e as próximas Olimpíadas de 2016, serão os grandes trunfos da presidente.

Ao final da matéria, a revista diz que, embora a derrota da seleção tenha esfriado um pouco os planos da presidente, Dilma ainda vencerá as eleições, mesmo não sendo no primeiro turno.

@@@@@@@@@

COLUNA ESPLANADA

Felipão e CBF escapam de convocação no Congresso

por Leandro Mazzini em 12 de julho, 2014

A diretoria da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e o técnico Luiz Felipe Scolari escapam, por ora, de uma dor de cabeça político-institucional. Por muito pouco, parlamentares insatisfeitos não conseguem brecha para convocar Felipão e José Maria Marin, presidente da CBF, ao Congresso para prestarem esclarecimentos sobre o fiasco na Copa. É que antes da aprovação da Lei Geral da Copa, houve discussão em gabinetes sobre estender os benefícios fiscais à FIFA para a CBF. Neste caso, haveria – e muito – dinheiro público investido no time que deu vexame histórico na derrota de 7 a 1.

Lá a coisa pega!

Ressalte-se que os técnicos das seleções da França e da Rússia foram chamados aos Parlamentos de seus países para justificarem aos congressistas a eliminação dos times..

Mãe Gentil..

O governo federal foi uma Pátria Mãe Gentil para a FIFA: deu imunidade tributária total para a entidade, e cedeu os estádios, construídos com financiamento público.

Marcação cerrada

Vale lembrar que a CBF já foi alvo há poucos anos de uma CPI na Câmara, onde o então presidente Ricardo Teixeira foi esculachado por desmandos.

Voldemort..

Da série “as voltas que o mundo dá…”. Apelidado à boca pequena de Voldemort – o vilão dos filmes de Harry Potter –, o chefão do Partido da República (PR), Valdemar da Costa Neto, preso na Penitenciária da Papuda em Brasília, deve seu primeiro emprego na vida pública e sua entrada na política a Aécio Neves e a José Sarney.

..e os padrinhos

Aécio e Sarney foram padrinhos da indicação de Valdemar para uma Diretoria no Porto de Santos. O apelido faz jus às práticas nada republicanas que levaram Voldemort à cadeia, e agora ele mostra o porquê: ameaçou romper com a presidente Dilma e apoiar o amigão Aécio – o que rendeu novamente o Ministério dos Transportes para o PR.

Perguntinha básica

Não é segredo entre gabinetes que o aval para a aliança do PTB com Aécio Neves foi dado numa rápida consulta ao chefão Roberto Jefferson. Cabe às autoridades descobrirem como foi essa interlocução. Jefferson está detido em presídio do Rio, onde não se pode usar celulares ou internet – para esse tipo de consulta relâmpago.

Brasiiilll!

Com aval de Valdemar da Costa, o PR terá José Arruda candidato ao governo do DF – o ex-governador que saiu num camburão do Palácio em 2010. Se a Justiça não barrar, eis um cenário pitoresco bem a cara do Brasil das frouxas leis e Código Penal: um ex-detento candidato ao governo, filiado a um partido comandado por um presidiário.

Barbas do Poder

Uma determinação de Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, foi seguida à risca (ou à cara) por seus súditos. Bispos, pastores e obreiros há meses deixam a barba crescer – a exemplo do chefe – para a inauguração do Templo de Salomão dia 31 de julho em São Paulo.

O que é

O Templo de Salmoão é uma megarréplica do Templo de Jerusalém construído séculos atrás pelo rei de Israel, agora reverenciado. Congressistas, todos os ministros do governo Dilma e todos os governadores receberam convites. A presidente vai, claro.

Ponto Final

Piada em Brasília: A presidente Dilma contratou cubanos para lançar o “Mais Jogadores” para a Copa da Rússia.

Com Equipe DF, SP e Nordeste


@@@@@@@@@

Super-tufão ameaça o Japão

8 de julho, 2014

O alerta máximo para a chegada do super-tufão Neoguri se refere a 90% do território do Japão, mas o perigo maior é para as ilhas Okinawa e Mikayo, na região sul, onde deverá estar o olho do furacão. Esse nível de alerta é usado quando há grande risco de perda de vidas humanas e de prejuízos consideráveis.

O governo alertou as prefeituras envolvidas a não hesitar em dar ordens de evacuação. Estão previstos ventos de até 270 km/h e ondas de até 14 metros. Cerca de 590.000 pessoas foram aconselhadas a abandonar suas casas e ir para abrigos existentes.

Em Okinawa, 68.500 casas tiveram a eletricidade cortada. No sul do país, pelo menos três pessoas foram feridas e um homem desapareceu no mar.

@@@@@@@@@@

Microchip subcultâneo anuncia o futuro dos anticoncepcionais

8 de julho, 2014

Para facilitar o dia a dia das mulheres que fazem uso de medicamentos anticoncepcionais uma startup americana decidiu inovar, aliando os conceitos de tecnologia e saúde para o controle da fertilidade.

A MicroCHIPS (sede em Massachusetts, nos EUA ) desenvolveu um pequeno  chip que promete evitar a gravidez por 16 anos. O dispositivo mede 20mm x 20mm x 7mm e deve ser implantado nas nádegas, braço ou abdômen. Ele libera diariamente 30 microgramas de levonorgestrel, hormônio presente em diversos contraceptivos.

Caso a mulher decida ter um filho, basta desligar o chip com um controle remoto. Para voltar a usar o contraceptivo, basta um novo clique. Segundo a empresa, o chip entrará em fase de testes em 2015 nos EUA, com previsão para chegar ao mercado três anos depois.

O chip é fabricado em titânio e platina para evitar rejeição. Uma fina membrana libera o medicamento através uma pequena carga elétrica. Apesar de o sistema já ter demonstrado funcionar corretamente, ainda existem questões a serem resolvidas, como a necessidade de criptografar o sistema para evitar o ataque de hackers.

@@@@@@@@@@

Joaquim Barbosa adia saída da presidência do STF para o dia 6

8 de julho, 2014

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, pediu o adiamento de sua aposentadoria para o próximo dia 6 de agosto nesta segunda-feira, 7, por meio de ofício ao Ministério da Justiça. A formalização de sua exoneração estava prevista para ocorrer esta semana.

Com a mudança de prazo, Barbosa permanece no cargo até 31 de julho, data limite do recesso do Judiciário. O objetivo é que a transição de sua saída seja mais tranquila e fora do período de férias de outros ministros.

No entanto, sua última sessão plenária foi no dia 1 de julho, já que o retorno das atividades da Corte está marcado para o dia 6 de agosto. O ministro Ricardo Lewandowski deve assumir interinamente a presidência.

Barbosa saiu do plenário sem se despedir dos colegas e sem discursos de ministros, do Ministério Público e de advogados, quebrando uma tradição do STF. Seu mandato como presidente iria até novembro e poderia permanecer no STF até 2024, quando fará 70 anos.

@@@@@@@@@@

O direito de se despir

8 de julho, 2014

Os americanos são, como um todo, muito mais pudicos em relação à nudez em público que os europeus. Apenas um punhado de praias nos EUA permitem oficialmente a prática do nudismo. No entanto, os naturistas americanos estão entusiasmados em relação à Semana Nacional da Recreação Nua, que começou no dia 7 de julho. O turismo dos nudistas gera mais de US$ 440 milhões por ano, de acordo com a American Association for Nude Recreation (AANR).

Dentre os mais de 250 resorts nudistas ou de roupas opcionais que existem no país, os negócios pequenos estão fechando enquanto que os sobreviventes estão crescendo, afirma Susan Weaver da AANR. Uma razão para o aumento do turismo de luxo nudista é que os clientes estão envelhecendo. Os nudistas tendem a ser mais velhos, ricos, e brancos que a média nacional, e eles viajam em sua maioria em pares românticos, afirma Bob Morton da Naturist Action Committee, um grupo de defesa dos direitos dos nudistas.

Muitos não são naturistas todo o tempo, mas consideram que férias nas quais o uso de roupas é opcional pode ser divertido: 18% dos turistas americanos de lazer afirmam estar dispostos a experimentar, de acordo com uma pesquisa de 2014 da MMGY Global, uma empresa de marketing.

@@@@@@@@@@

FIFA não irá punir colombiano por falta dura em Neymar

7 de julho, 2014

A FIFA, entidade máxima do futebol, decidiu nesta segunda-feira, 7, que não irá punir o jogador da seleção colombiana, Juan Zúñiga, pela falta contra o jogador brasileiro Neymar.

A falta ocorreu na última sexta-feira, 4, durante uma partida de quartas de finais disputada entre Brasil e Colômbia. Neymar fraturou a terceira vértebra lombar após tomar uma joelhada do jogador colombiano.

A ação de Zúñiga causou polêmica nas redes sociais e o perfil do jogador no Facebook chegou a ser alvo de críticas de teor racistas e comentários sexualmente ofensivos contra sua filha, de apenas quatro anos.

A decisão contraria o que a CBF e os torcedores brasileiros desejavam logo após o término do jogo: uma punição dura para o jogador colombiano.

A FIFA também descartou uma possível punição contra o arbitro da partida, o espanhol Carlos Velasco, que não marcou falta no lance.

No último domingo, 6, o médico da seleção, José Luiz Runco, descartou a possibilidade de Neymar participar dos próximos jogos da Copa. Segundo ele, o jogador precisará de até 45 dias de repouso para que a lesão na vértebra seja calcificada.


@@@@@@@@@

Brasil tem 14 mil fichas-sujas

7 de julho, 2014

São 14 mil políticos e agentes públicos condenados no país nos tribunais de Justiça, que se enquadram na Lei da Ficha Limpa e seriam impedidos de disputar às eleições, caso fossem candidatos. Isso é o que mostrou o jornal O Globo a partir de levantamento do Conselho Nacional de Justiça de condenados por improbidade administrativa e outros atos que as tornam inelegíveis.

Ao todo, foram 14.175 processos com condenação, cujos réus devem pagar à Justiça R$ 3 bilhões em multas e ressarcimentos. Eles foram condenados em tribunais regionais federais das cinco regiões, tribunais de Justiça estaduais e no Supremo Tribunal Federal (STF). Em alguns casos, os réus se enquadraram em instâncias jurídicas diferentes.

São Paulo foi a unidade da federação com maior número de envolvidos em processos, com 2903 condenações. Em segundo lugar ficou o Distrito Federal com 2515 e o seguinte é o Paraná com 1581.

Os tribunais alimentam o cadastro com dados dos processos em que não há mais possibilidade de recursos e em que houve condenações de segunda instância por crimes contra a administração pública e por outros previstos na Lei da Ficha Limpa.

@@@@@@@@@

Ataques aéreos de Israel contra a Faixa de Gaza matam pelo menos nove palestinos

7 de julho, 2014

Na madrugada desta segunda-feira, 7, pelo menos nove palestinos foram mortos em ataques aéreos de Israel contra o Sul e o Centro da Faixa de Gaza. A ação corresponde ao maior ataque com mortos na região desde 2012 e foi realizada com jatos e drones, aviões não tripulados.

As vítimas eram participantes dos grupos Hamas e Fatah. No Centro, foram mortos dois membros do Fatah no campo de refugiados de Bureij. Já no Sul morreram sete integrantes da brigada Al Qassan, do Hamas. Os alvos eram locais de disparos de foguetes palestinos.

O objetivo da ação era impedir novos ataques contra Israel, atingindo terroristas envolvidos nos disparos de foguetes. Durante este domingo, pelo menos 30 foguetes e disparos de morteiro caíram em Israel, de acordo com o Exército.


@@@@@@@@@@

Lições de Nixon: o manifesto populista

6 de julho, 2014

Caso um raio tivesse atingido Richard Nixon na noite de sua reeleição como presidente em 1972 — antes dos escândalos e acobertamentos tomarem conta do seu segundo mandato — ele seria lembrado como um dos políticos mais influentes dos EUA contemporâneo.

Nas próximas décadas os republicanos se defrontarão com uma nova era de grandes mudanças sociais e econômicas. Após amargas derrotas para Barack Obama, os líderes do partido devem mais uma vez equilibrar as demandas por pureza da direita com a necessidade de construir uma nova maioria nacional. Nixon poderia ser um exemplo? Em “The Greatest Comeback”, Patrick Buchanan, um conselheiro próximo de Nixon, trabalha duro para apresentar esse argumento.

Muitos leitores americanos considerarão Buchanan uma testemunha problemática. Tais leitores não precisam se preocupar. Através de sua sinceridade e detalhes o livro sabota o seu próprio argumento.

O livro de Buchanan realiza o útil serviço de descrever um triunfo populista a partir de dentro, mostrando como a conquista do que ele chamava de “maioria silenciosa” dependia de referências cifradas ao ressentimento e à divisão. Assessores diziam que Nixon precisava proferir menos discursos “cerebrais” e se concentrar mais no “voto instintivo”. Isso funcionou — e pode funcionar novamente –, mas o relato de Buchanan do processo não é uma leitura animadora.

@@@@@@@@@

Start-ups: agitando o capital

6 de julho, 2014

Desde 2009, os empregos dos negócios de tecnologia e informação cresceram em 11%, de acordo com uma estimativa recente, o que representa uma aceleração de 300%. Os financiamentos de empresas de venture capital também triplicaram, para US$ 1,2 bilhão no último ano financeiro. Isso está estimulando o otimismo. Pesquisadores da Oxford Economics acham que a força de trabalho do setor de tecnologia da cidade pode vir a crescer 5% ao ano na próxima década.

Concentrados na zona leste da cidade, as start-ups de Londres se beneficiam dos mesmos fatores que tornam a capital britânica tão atraente para multinacionais. A sua localização, entre os EUA e a Ásia, a torna uma base útil para empreendedores que viajam muito. O fato de o país ser membro da EU quer dizer que as empresas podem contratar talentos de todo o continente. Mas os britânicos também são ávidos usuários da internet: eles gastam, por pessoa, 50% mais tempo fazendo compras on-line que os americanos.

A chance de confraternizar com executivos de setores empresariais mais maduros de Londres é outra vantagem. O terceiro maior fator de atração é um governo entusiástico, que deu incentivos tributários para investidores e facilitou o processo de aquisição de vistos para empreendedores estrangeiros.

No entanto o sucesso do setor está gerando novas preocupações. O custo ascendente da locação de escritórios pode vir a sufocar empresas mais novas; a competição por capital também está se tornando mais acirrada. Embora o venture capital seja abundante, financiar o crescimento futuro é especialmente desafiador.

Mas a maior dificuldade dos empreendedores é encontrar funcionários. O problema se deve em parte ao pequeno número de formados em tecnologia em universidades britânicas de ponta. Mas isso também é resultado de políticas de imigração restritivas, as quais colocaram Londres em desvantagem em relação a cidades concorrentes como Berlim.

O governo está tomando algumas medidas para solucionar o problema. A partir de setembro as escolas serão obrigadas a ensinar programação às crianças, mas ainda demorará muitos anos até que isso gere novos engenheiros de software. Relaxar as regras para o acesso a vistos facilitaria as coisas, mas uma grande reforma é inimaginável dada a grande hostilidade pública contra a imigração e a iminência de uma eleição.

Os políticos também estão causando prejuízos de outras maneiras. Uma tentativa de estimular o setor de tecnologia está desviando recursos de Londres. Ao prometer um plebiscito sobre a participação da Grã-Bretanha na UE, Cameron também lançou a dúvida sobre a saída da União, o que poderia ser devastador para o setor.

@@@@@@@@@

COLUNA ESPLANADA

Radar caseiro

por Leandro Mazzini em 6 de julho, 2014

Cansado de ver vizinhos atropelados — foram trágicas dez mortes (!) em apenas três meses –, um cidadão de Retiro (RJ), uma vilazinha atravessada pela BR 356 entre Itaperuna (RJ) e Muriaé (MG), decidiu agir por conta própria diante da incompetência do DNIT e DER. Pagou do bolso uma placa de aviso de “controle de velocidade” a 50 km/h e instalou um radar falso — um caixote vazio fixado numa haste de 3 metros.

Freio de mão

A Polícia Rodoviária Federal descobriu o falso radar artesanal e o derrubou. Ninguém foi indiciado. Mas não houve mais mortes desde então!

Brasiiilll

Embora ilegal, a atitude do herói anônimo é a prova de que o brasileiro é mesmo um cidadão criativo — nos bons e difíceis momentos ou situações.

‘Dormiu no ponto’

A Justiça não dará mole para José Roberto Arruda (PR), o ex-governador preso e que agora, ainda ficha-limpa, tenta voltar ao cargo. O STJ vai dar celeridade ao seu caso.

A ex-Copa de Teixeira

O ex-chefão da CBF não se perdoa por não estar à frente da entidade brasileira ou ser hoje o presidente da FIFA. Ele confidenciou a amigos que gostaria de realizar uma Copa no Brasil com cidades-sedes apenas na região Nordeste, para destacar as belas cidades litorâneas para o mundo.

Tabelinha de cartolas

Alvo de investigações da PF e da própria FIFA por suspeita de propinas, Teixeira abdicou do cargo e se refugiou em Miami. Mas Joseph Blatter, o chefão da entidade e seu aliado, seguiu a dica do amigo brasileiro. Reparem que o Nordeste ganhou mais e importantes jogos do torneio deste ano, em Salvador, Fortaleza e Recife.

Planando

Lembram da Denise Abreu, a ex-diretora da ANAC e uma das indiciadas pela CPI e denunciada pelo MPF pelo acidente com o avião da TAM em 2006 no Congonhas? Sairá candidata a deputada federal. Ela encontrou na quinta à noite o Pr. Everaldo (PSC) candidato a presidente, no… Aeroporto de Congonhas. Declarou apoio a ele.

O PIB vizinho

Grandes empresários brasileiros estão querendo investir muito… no Equador. O país vizinho, com previsão de boa alta do PIB este ano — maior que o do Brasil — recebeu comitiva de executivos há poucos dias. O anfitrião foi o ministro coordenador de Setores Estratégicos do Equador, Rafael Bonilla. Peru e Chile também são alvo.

Novo país

Um novo país pode surgir no mapa geopolítico do Oriente. Esfacelado pela guerra e com desmandos, o Iraque pode estar com seu fim próximo. Relatos da Médicos Sem Fronteiras indicam que meio milhão de pessoas fugiram de cidades do Norte com a ocupação e domínio de milícias dissidentes da Al Qaeda.

Ponto Final

O radar artesanal na rodovia foi um literal freio de mão!

Com Equipe DF, SP e Nordeste

@@@@@@@@@

China tem onda de suicídios de autoridades

Em 24 de junho Wei Jianghong, presidente de uma empresa pública de fundição de cobre e representante na legislatura nacional, se atirou de um prédio na província de Anhui. Esta foi, pelo menos, a 62ª morte “não natural” conhecida de uma autoridade ou funcionário de alguma entidade estatal desde o início de 2013, de acordo com reportagens da mídia chinesa, e pelo menos o 32º suicídio entre essas mortes.

O trabalho de uma autoridade chinesa pode ser estressante demais para alguns, e especialmente desde que Xi Jinpnig se tornou o líder do partido Comunista em 2012 e lançou uma ampla campanha anticorrupção que não parece ter perdido força com o tempo. Pesquisas já sugeriram que os membros do governo se sentem mais estressados e menos felizes que a sociedade como um todo. A onda de repressão contra a corrupção de Xi os torna ainda mais ansiosos.

A maior parte dos relatos de suicídio afirmam apenas que a autoridade em questão estava “deprimida”. O laconismo não é acidental: em 10 de maio autoridades de comunicação do governo publicaram uma ordem para que a mídia use apenas os relatos oficiais de tais ocorrências e não efetuem investigações independentes por conta própria, de acordo com a China Digital Times, um site americano que frequentemente recebe notícias sobre instruções internas de comunicação oficial.

Aqueles que se encontram sob investigação por corrupção podem ter levado outro fator em conta: proteger os seus ganhos escusos para suas famílias. Sob a lei chinesa, investigações de corrupção são interrompidas caso o suspeito ou réu morra.


@@@@@@@@@@

Brasil sob risco de epidemia de chicungunya

4 de julho, 2014

Semelhante à dengue, porém mais dolorosa, a febre chicungunya vem fazendo novos casos no país; o número de vítimas infectadas com o vírus originário da África subiu para dezessete. A doença causa fortes dores nas articulações – que podem perdurar por anos após a fase aguda da infecção – além de febre alta e manchas vermelhas pelo corpo.

Aparentemente, todos os infectados contraíram a enfermidade no exterior. De acordo com especialistas, a deflagração de uma nova epidemia é inevitável, já que o vírus da chicungunya é transmitido pelos mosquitos do gênero Aedes, os mesmos responsáveis pela disseminação da dengue.

Conforme os dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), a febre foi detectada pela primeira vez em 1952, na fronteira da Tanzânia com Moçambique. A doença ganhou várias regiões da África e da Ásia, e, atualmente, há surtos cíclicos em aproximadamente 40 países.

Em dezembro de 2013, porém, a infecção foi registrada pela primeira vez nas Américas e vem se propagando com muita rapidez; 30 nações da região já reportaram o aparecimento do vírus. No Haiti, onde o Brasil mantém um contingente de militares, a epidemia está completamente fora de controle.

“O risco (de epidemia no Brasil) é iminente, assegura o infectologista Stefan Cunha Ujvari. “A qualquer momento vai começar uma epidemia, não há mais como evitar: a doença é transmitida pelo aedes e segue a mesma rota da dengue. Basta um mosquito picar um doente aqui que vai passar adiante”.

Das 17 ocorrências registradas no Brasil, 15 envolvem militares e missionários brasileiros que regressaram de missão no Haiti. Os outros dois são de brasileiros que estiveram a turismo na República Dominicana a turismo.

O Ministério a Saúde está em alerta: outros dois casos estão em investigação, também de pessoas vindas desses mesmos países. Todos os pacientes apresentaram um quadro leve, estável e de evolução clínica favorável, informou na última quinta-feira, 3, em comunicado.


@@@@@@@@@@

China experimenta queda no número de suicídios

4 de julho, 2014

Na década de 90 a China tinha uma das maiores taxas de suicídio do mundo. Nos últimos anos, no entanto, os suicídios da China caíram e estão entre as taxas mais baixas do mundo.

Em 2002, o Lancet, um periódico britânico de medicina, afirmou que ocorriam 23,2 suicídios por 100.000 pessoas anualmente entre 1995 e 1999. Neste ano um relatório de um grupo de pesquisadores da Universidade de Hong Kong verificou que tal taxa caiu para uma média anual de 9,8 por 100.000 para os anos entre 2009-11, uma queda de 58%.

A China operou essa queda sem uma melhora significativa de serviços de saúde mental e sem nenhum programa publicitário nacional para reduzir o total de suicídios. A mudança mais sensível ocorreu para mulheres da zona rural com menos de 35 anos. Sua taxa de suicídio parece ter caído em até 90%.

Duas forças sociais entrelaçadas estão por trás da redução: a migração e a ascensão da classe média urbana. Mudar-se para as cidades para trabalhar, mesmo para serem tratadas como cidadãs de segunda categoria quando chegam lá, tem sido a salvação de muitas jovens da zona rural, o que as libera de pressões dos pais, casamentos ruins, sogras controladoras e outras agruras das vidas das pessoas pobres da zona rural. Os migrantes também se distanciaram da forma mais fácil de suicídio na zona rural (ingestão de pesticidas), o método escolhido em quase 60% dos casos rurais, em geral feitos impulsivamente. A redução da toxicidade dos pesticidas também ajudou.

Os suicídios entre os residentes de cidades também está caindo, o que também sugere outras causas. A explicação mais simples é que, apesar das preocupações com poluição, segurança alimentar e preços de imóveis, as condições de vida e a satisfação geral com a vida urbana subiram.

No entanto é possível que a China esteja atingindo um ponto de inflexão preocupante à medida que envelhece e se torna mais rica. Os suicídios aumentaram um pouco após a crise financeira de 2008, e podem continuar a subir caso a economia desacelere mais bruscamente. As forças que condicionaram a queda do suicídio na China – a migração e a melhoria dos padrões de vida urbanos – também estão perdendo fôlego.

O mais preocupante é que os suicídios permanecem altos entre o segmento de maior crescimento da sociedade: os idosos. Daqui a vinte anos é possível que o nível da taxa de suicídio da China esteja mais alto do que o de hoje, mas é improvável que ela retorne aos níveis da década de 90.

@@@@@@@@@

Estudo usa fotos para descobrir até que idade uma pessoa vai viver

4 de julho, 2014

Quem nunca pensou em descobrir até que idade irá viver? Um estudo feito nos Estados Unidos promete acabar com essa dúvida.

Uma pesquisa conduzida por Jay Olshansky, analista de dados biodemográficos da Universidade de Illinois, Chicago, está desenvolvendo uma forma de identificar traços de envelhecimento no rosto capazes de determinar o quanto uma pessoa já envelheceu e, a partir daí, determinar o quanto ela ainda irá viver.

Usando o método de reconhecimento facial, Olshansky e sua equipe analisam fotos enviadas por voluntários ao site Face My Age, criado especialmente para o estudo. Juntamente com a foto, o voluntário deve enviar um relatório contendo informações como hábitos alimentares e esportivos, informando se é fumante e se já passou por alguma cirurgia plástica. Os voluntários devem enviar a foto sem nenhuma maquiagem e devem estar sérios, sem sorrir.

Nas fotos, os pesquisadores identificam sinais de envelhecimento, como rugas e manchas através de um programa de computador voltado para a análise facial. O programa também revela quantos anos tem cada parte do rosto. “É como tirar uma foto e descobrir que suas bochechas são de uma pessoa de 50 anos e seus olhos são de uma pessoa de 40”, diz Olshansky. Depois da análise, os pesquisadores usam o programa para envelhecer artificialmente o rosto, potencializando as rugas e as marcas. Ao final, o voluntário descobre até quantos anos vai viver e qual aparência terá na época.

Olshansky teve a ideia do estudo há dois anos. Ele percebeu que pessoas que aparentam ser mais jovens do que são costumam viver mais do que as pessoas que têm a aparência de acordo com a idade. O pesquisador então começou a imaginar formas de dar embasamento científico a essa percepção.

“Sabemos que algumas pessoas se desenvolvem e envelhecem mais rápido que outras. Também sabemos que pessoas que envelhecem de forma mais lenta costumam viver mais do que aqueles que envelhecem rápido”, disse Olshansky.

O estudo ainda está em fase experimental, e os resultados concretos só devem vir à tona quando os primeiros voluntários morrerem, permitindo assim descobrir se a idade estimada pelos pesquisadores estava correta.

Porém, Olshansky e sua equipe esperam que seu trabalho estimule os voluntários a adotar hábitos mais saudáveis, ao descobrir o impacto que eles têm em sua longevidade.

@@@@@@@@@@

COLUNA ESPLANADA

Para não entrar em uma fria

por Leandro Mazzini em 4 de julho, 2014

A geladeira eleitoral

Cambaleando nas pesquisas, mas com rejeição alta em todas as sondagens, o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT) arrumou um jeito oficial de angariar votos nas comunidades carentes: A distribuição de geladeiras novas com a desculpa de promover a ‘eficiência energética’, sob coordenação da estatal de energia, a CEB. A doação, em troca de geladeiras velhas, se intensificou nos últimos dois meses. Desde dezembro de 2011, já foram entregues 13.356 aparelhos novinhos.

Cena pitoresca

Debaixo de sol a pino no cerrado brasiliense, nesta época de seca, centenas de cidadãos ficam horas na fila, ao lado de sua geladeira e empurrando o aparelho até o caminhão.

Tá bom..

Segundo a CEB, o Cidadania com Energia beneficia aqueles ‘que vivem na escuridão’, e ‘contempla a população de baixa renda’, num projeto de ‘eficiência energética’.

Chapas concorridas

Os nomes do DF para o Senado: Reguffe (PDT) disputa na chapa de Rollemberg (PSB); Gim Argello (PTB) na de Arruda (PR). Geraldo Majela (PT) com Agnelo. Só há 1 vaga.

Jogo combinado

Edison Lobão Filho, o Lobinho, candidato do PMDB ao governo do Maranhão, fechou o discurso com o clã Sarney – leia-se Roseana e o pai José – que decidiu se licenciar dos mandatos (não da Política): diante da alta rejeição à família em todas as classes, e sem os Sarney na disputa, Lobinho vai posar de renovação e contra a oligarquia.

E o culpado?

A Câmara aprovou merecidamente o Projeto de Lei que prevê pagamento de pensão vitalícia para a atleta Laís Souza, que ficou tetraplégica em tombo no treinamento no Canadá. Mas o COB não dá um pio sobre quem foi o gênio que incentivou – ou obrigou – a jovem a trocar a ginástica olímpica pela pirueta com esqui na neve. Tudo a ver…

Resultado

O COB investiu muito para competir nos Jogos de Inverno de Socchi (Rússia), em modalidades nas quais o Brasil não tem experiência alguma. E só deu vexame.

Esplanada na Copa

Na conversa com patotinha de jornalistas, o técnico Felipão desabafou que se arrependeu muito de ter convocado um craque, mas com emocional fraco – em campo e fora dele – nos momentos decisivos.

Papa na Coréia

O Papa Francisco decidiu seguir os passos do Papa peregrino, o Santo João Paulo II: viajar muito, todos os meses. Marcou viagem para a Coréia do Sul, em agosto. Lá, a Igreja tem 1.673 paróquias, 35 bispos e 4.561 sacerdotes, segundo boletim do Vaticano.

Voz do Lula?

Piada em Brasília: o comercial de TV de um chocolate veiculado diariamente na TV aberta parece ter narração do ex-presidente Lula. Confira no link http://bit.ly/TQ2zph

Ponto Final

Quem é o Felipão que está na Copa? O campeão mundial de 2002 ou o que despachou o Palmeiras para a ‘segundona’ em 2012?

@@@@@@@@@@

As vantagens na extração do xisto betuminoso

4 de julho, 2014

Os leitos de xisto betuminoso do mundo podem conter o equivalente a até nove vezes mais petróleo que todos os poços convencionais. Curiosamente, o xisto betuminoso não tem nada a ver com o fraturamento, uma técnica para extrair petróleo e gás de um tipo diferente de xisto, por meio de perfuração horizontal e fraturamento hidráulico.

Os EUA foram abençoados com quantidades enormes de ambos os tipos de xisto. Os seus pioneiros do fraturamento exploraram com sucesso um tipo, transformando a oferta de energia do país. Mas até agora, extrair a energia do xisto betuminoso em geral se revelou pouco rentável, e ainda mais ambientalmente nocivo que outras formas de extração de combustíveis fósseis.

No entanto, uma segunda revolução do xisto está se anunciando, na qual modos mais limpos e eficientes estão sendo descobertos para extrair petróleo e gás de rochas. Embora os novos métodos de explorar as rochas sejam mais limpos que os antigos, os ambientalistas ainda têm muito com o que se preocupar.Essas tecnologias rivais ainda tem que provar sua confiabilidade em larga escala, e elas não são nem um pouco baratas.

Mas quando o fraturamento se revelou mais econômico e menos ambientalmente danoso que os céticos esperavam, as novas técnicas de extrair os hidrocarbonetos do xisto tem o potencial de revolucionar o setor petrolífero mais uma vez. Os EUA relaxaram sua proibição sobre a exportação de petróleo cru. Caso a segunda revolução do xisto seja bem-sucedida, o país terá muito mais petróleo para vender.


@@@@@@@@@@@

A Copa que perdemos

por Roberto d' Araujo em 3 de julho, 2014

Embalados pelo sonho de mais um título de futebol talvez seja impróprio tratar de um assunto onde o Brasil está sendo derrotado, no seu setor elétrico. Mas, como será possível notar quando o futebol sair das manchetes, o consumidor irá pressentir na sua majorada conta de luz que, nessa área, estamos levando de goleada.

No passado tínhamos uma das melhores posições entre os países que conseguem oferecer energia a um preço baixo. Em 1995, o Brasil tinha uma tarifa comparável a do Canadá e da Noruega, países campeões nesse setor. De lá até 2012, a nossa tarifa média residencial subiu 74% real. Hoje pagamos mais do dobro que um canadense. A tarifa industrial subiu 108%! O ano de 2012 é essencial para entender o que já vinha ocorrendo, quando, sob uma política inadequada, acabamos na situação atual. Entre aumentos de tarifas e aportes do tesouro (leia-se contribuintes), o rombo já se aproxima de R$ 60 bilhões.

O Brasil se diferencia da maioria dos sistemas pela sua capacidade de armazenar energia. Nos reservatórios construídos nas décadas de 70 e 80, o Brasil era capaz de guardar o equivalente a dois anos de consumo. A demanda cresceu e não há como fazer com que essa reserva siga o crescimento da carga. Hoje, conseguimos guardar apenas quatro meses. Não é necessário ser um especialista para entender que reservatórios podem se esvaziar porque os rios diminuem sua vazão, mas também porque a reserva é usada além da conta.

Se a reserva cai em relação à carga, é preciso agir com mais cautela não deixando que os reservatórios atinjam níveis baixos porque, agora, a “velocidade” de esvaziamento é maior. Só há um jeito de fazer com que se evite essa queda brusca. Construir mais usinas que gerem energia. De 2002 até setembro de 2012 as usinas térmicas contratadas nos leilões, vinham atendendo apenas 9% da carga. De repente, a partir de outubro, mais do que dobram sua produção, continuam assim até hoje e preparam uma inédita e salgada conta.

Em setembro de 2012 ocorria o anúncio da lei, que, intervindo nos preços cobrados pelas usinas da Eletrobras, proporcionaram uma redução de 20%, que agora praticamente se esvai. Seria uma mera coincidência? Como já tínhamos tarifas caras (não vamos esquecer os impostos), aguardou-se o anúncio da redução para poder usar as caras térmicas? Os dados hidrológicos, apesar de abaixo da média, não justificam o alarde de tragédia ambiental que permeou o discurso oficial. Se a reserva não acompanhava a demanda, precisávamos, ou paulatinamente ir complementado com outras fontes ou, no mínimo, promover uma política de eficiência energética que recuperasse os muitos kWh perdidos. Nada disso foi feito.

Hoje, o placar é totalmente desfavorável. Além de uma despesa extra que equivale a quatro usinas como as do rio Madeira, o tombo financeiro da Eletrobras mostra que nem com usinas vendendo energia por inéditos R$ 10/MWh conseguimos reverter esse jogo. Investidores estão arredios vendo as regras mudarem a todo o momento podendo inclusive se ver como a Eletrobras no futuro.

Ou se examina todo o sistema ou estaremos fora dessa copa.

@@@@@@@@@@@

COLUNA ESPLANADA

A hora da vingança

por Leandro Mazzini em 3 de julho, 2014

Todas as empresas de telefonia do Brasil correm contra o tempo para se adequarem à resolução da Anatel, e criarem um serviço online de cancelamento de linhas e serviços a partir do dia 8. Mas como nada no mundo é perfeito, não será o fim do call-center (há uma preocupação prioritária com os milhares de empregos no setor). Apesar do futuro serviço online, as operadoras terão 48 horas para tentar, por telefone, convencer o cidadão a manter o serviço. Será a hora da vingança do consumidor.

Tão longe, tão perto

Alerta na Copa: epidemia de Ebola na África voltou forte, 20 anos depois. Guiné, Serra Leoa e Libéria receberam medicamentos. Anvisa de olho em turistas destes países.

A conferir

Do deputado Alfredo Kaefer (PSDB-PR): Aécio ganha a eleição nos estados de Minas Gerais para baixo. Com Minas e SP, sai com pelo menos 7 milhões de votos de frente.

A tempo

Quiprocó eleitoral em Brasília. Alertado pelo deputado Izalci (PSDB), Aécio Neves ligou para o presidente do PPS, Roberto Freire, e o alertou que teria de explicar muita coisa ao eleitor ao se aliar a José Roberto Arruda (PR) para o governo do DF. É que a distrital Eliana Pedrosa (PPS) se proclamou vice de Arruda sem consultar a executiva.

Atropelo

A chapa formalizada pelas executivas no DF até aqui envolve PPS e DEM em apoio a Pitiman (PSDB), o candidato ao governo. Ao se anunciar vice de Arruda, que foi preso pela PF e está na mira do STJ, Eliana Pedrosa não desistiu e mantém a posição.

Sabatina à vista

Os presidenciáveis podem ter as primeiras sabatinas no Congresso Nacional. O senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, vai convidar os principais candidatos para apresentação de plano de governo para a área diplomática. Os requerimentos vão a votação semana que vem.

Bola cantada…

Dia 17 de maio a Coluna registrou que a FIFA e a Interpol já miravam suspeita de jogos combinados na Copa. Com a apuração sobre a seleção de Camarões, suspeita-se de que a máfia russa atue nos vestiários e casas de apostas de Londres e Ásia por resultados.

… e tabelinha arriscada

Ninguém escapa da investigação, nem jogadores, juízes, tampouco os dirigentes da FIFA. A Justiça italiana já investiga jogadores como o goleiro da seleção, Buffon, Gattuso e Brocchi, ex-craques da Azzurra por suspeita de combinação no ‘Italianão’.

Aliado, mas…

O candidato Armando Monteiro (PTB) terá o apoio de Dilma e Lula em Pernambuco mas não poderá utilizá-los no Guia Eleitoral. Terá de se resumir em dizer que tem apoio da dupla. Porque o PTB liberou as coligações com outros partidos locais.

Com a bola

O jovem Gustavo Vieira foi eleito presidente da Federação Capixaba de Futebol. A entidade, com nenhuma expressão no cenário nacional, terá o desafio agora de levar algum time às séries B e A do Brasileirão. O último time na A foi em 2001.

O cantor de chuveiro

Fã de cantores da MPB e apaixonado quando jovem, o ex-presidente da Câmara Marco Maia (PT-RS) era tão admirador do cantor Fagner que o imitava em casa. Muitos anos atrás, querendo conquistar uma garota, ele gravou umas músicas do cantor cearense para ela numa fita K7. Mas como cantava muito mal, a mulher detestou e não quis namorá-lo. Mesmo assim não esqueceu o artista, que o visitou no Congresso em 2011.

Ponto Final

Maldade à boca pequena no Congresso: petista só gosta de trabalhar quando está preso.

Com Equipe DF, SP e Nordeste


@@@@@@@@@@

GRITA BRASIL

Sou brasileiro, com muito orgulho e…

por Claudio Schamis em 3 de julho, 2014

O verso “Eu sou brasileiro com muito orgulho, com muito amor” foi criado por Nelson Biasoli, morador de Tambaú em São Paulo, durante uma competição estudantil no interior de São Paulo em 1949. O registro da letra só passou pela censura em 1979. E é entoado até hoje, mas confesso que hoje ele não é tão verdadeiro quanto quer parecer ser.

Tenho para mim que se realmente os brasileiros fossem brasileiros com muito orgulho e com muito amor, o nosso país não estaria entregue às moscas. E digo mais, às moscas e aos ratos. Com uma ou outra ratazana no meio. Vamos combinar e assumir de vez isso. Talvez você nem precise de análise. É só assumir. É só sair do armário.

Estou de saco cheio de ouvir essa música ser entoada nos estádios. Queria ouvir realmente e de verdade a música ser entoada nas urnas. Não basta manifestar, não basta ir às ruas protestar se algumas dessas mesmas pessoas que protestam continuam colocando em Brasília sempre as mesmas pessoas que as faz sair para protestar. Só não colocam de volta as que saem de campo ou são saídas e ficam inelegíveis por alguns anos. O José Sarney e sua filha, Roseane Sarney, por exemplo, anunciaram (Graças a Deus) que estão se aposentando da política, pelo menos cargos políticos eles não mais terão, mas se fossem concorrer seriam sem sombra de dúvida reeleitos apesar dos pesares. E apesar de tudo que já fizeram com nosso país e com o Maranhão. É uma coisa de doido isso. Queria conseguir entender essa lógica.

E é disso que estou falando. Quero ver o orgulho de ser brasileiro e o amor ao Brasil refletido numa causa mais nobre. Numa causa que poderá render frutos e frutas para nós, nossos filhos e nossos netos. Numa causa que poderá mudar a maneira de se ter uma Educação e uma Saúde decentes. Como está não pode ficar. Já deu.

Tanto isso é verdadeiro que nossos adolescentes estão abrindo mão do voto. Estão todos desacreditados apesar de todas as manifestações e movimentos de queremos mudar já. Se essa geração está já desacreditando num futuro melhor, imagina a nossa geração. E pior, imagina nas Olimpíadas! (estava louco para falar isso!)

Como muitos gostam de número, vamos dá-los. Somente 25% dos jovens com 16 e 17 anos tiraram título de eleitor. Lembro que antigamente era com orgulho que alguém tirava um título, hoje é com orgulho que alguém não tira o título ou não vota e justifica depois. O crédito acabou. Há uma descrença na política e no que nos é oferecido.

Até o novo começa com a desvantagem da desconfiança. Não há crédito no velho e parece não haver tanto crédito no novo. E é uma decisão complicada, porque não é como uma roupa que não cai bem que basta abrir o guarda-roupa e trocar. Escolheu, entrou vai ter que encarar por pelo menos quatro anos. Tudo bem que existe o “impeachment”, mas não é tão simples assim de acontecer. Mais fácil é trocar de roupa mesmo ou ainda votar com bravura e coragem.

Se você é realmente brasileiro esquece um pouco o futebol, o carnaval, a nossa seleção. Pois eles ganhando ou não o hexa, a nossa vida não ficará mais fácil, o professor não vai começar a ganhar mais, o atendimento nos já combalidos hospitais não irá melhorar, as creches e escolas prometidas não irão brotar do nada. E você vai ter que continuar a ralar que nem um condenado para pagar suas contas e colocar o pão na sua mesa, vai continuar enfrentando os engarrafamentos de todos os dias, vai ter que continuar a se espremer nos metrôs, trens e ônibus para chegar ao seu trabalho para ganhar às vezes um salário mínimo enquanto que os nossos jogadores voltarão para a Europa onde a grande maioria mora e joga com seus salários milionários e fora da realidade de qualquer brasileiro comum, um pouco menos ou muito felizes dependendo do resultado que der.

Pensa nisso antes de simplesmente cantar. Se for cantar cante com a alma e não da boca pra fora.

Milhagem presidencial!

Dilma talvez queira bater as milhas que Lula fez no “AeroLula”. Ainda mais agora que o avião de Dilma é melhor ainda e tem autonomia para viajar sem fazer escalas para reabastecer.

A Dilma desandou a viajar enquanto não começa a campanha propriamente dita e ela ainda pode aparecer para entregar obras. E parece que ela não está nem ai para as promessas. Ela quer aparecer e entregar, mesmo que sejam obras inacabadas. Como ela tem feito nos últimos meses. Se falta um detalhe ou outro é apenas um detalhe né? Quem é que vai notar?

Desde janeiro Dilma fez só viajar. Até o último dia 30 de Junho ela computou 50 viagens pelo país. É mais que o dobro do mesmo período de 2013. Ou seja… Tá transbordando de milhagem. Pô Dilma dá pra mim essas milhas!

Esse tipo de atitude me enoja. É uma tentativa sutil de iludir e “comprar” o voto alheio. É tipo tá vendo, eu tô fazendo tudo por você! Eu te amo. ♥♥

E infelizmente é o tipo de ação que acaba ganhando muitos votos, por exemplo, para as 998 famílias que ganharam suas casas do Programa Minha Casa, Minha Vida, que fica no terreno do antigo Complexo Penitenciário da Frei Caneca e que em sua maioria eram vítimas das enchentes de 2010. Ou seja, quatro anos precisaram passar para que elas tivessem um teto decente para morar e viver. São essas coincidências que me incomodam e incomodam muito. Estou muito feliz por essas famílias e triste em ver que o governo demora um pouco a se mexer. Um pouco até demais.

E só uma observação já que falamos em obras, obras inacabadas, somente 30% das obras prometidas para o Mundial foram concluídas.

Tá bom ou quer mais?  Mas com certeza para as Olimpíadas…

Salve as baleias. Não fume em ambiente fechado. Não jogue lixo no chão.

@@@@@@@@@@

General Electric: um exemplo difícil de ser seguido

3 de julho, 2014

As coisas afinal parecem estar indo bem para Jeffrey Immelt. Em 23 de junho a General Electric, a enorme multinacional americana presidida por ele, foi declarada vencedora em uma batalha pela divisão de energia da Alstom, um grupo de engenharia francês. A GE tirou a Alstom das garras da Siemens, sua arquirrival alemã.

O negócio permite que ele dê um salto na execução de sua meta estratégica mais importante, fazer com que a GE, atualmente um conglomerado com muitas atividades financeiras e resultados ruins, como a sua área de cartões de crédito, concentre-se mais na fabricação de equipamentos industriais. Para atender esse objetivo a GE também está reduzindo os seus negócios financeiros. Se tudo der certo ao fim deste ano com a oferta pública inicial de ações da Synchrony Financial, o seu negócio de cartões de crédito, a GE estará no caminho certo para ter menos de 25% dos seus lucros de atividades financeiras em 2016, uma queda em relação aos 45% de 2013.

Os investidores vêm pressionando por tal mudança no portfólio de negócios da GE desde os reveses da empresa na crise financeira de 2008, de modo que o seu sucesso em se distanciar das finanças enquanto fortalece os seus braços industriais pode ser bom para o preço da ação da GE. No entanto, apesar da sua recuperação nos últimos anos, o preço equivale à metade do pico atingido durante a gestão do predecessor de Immelt, Jack Welch, e a um terço desde que Immelt assumiu em 2001 – enquanto as ações da Honeywell, outra gigante americana da engenharia que Welch tentara comprar, subiram 160% desde que Immelt ocupa a liderança da GE.

Ao fim do reinado de Welch, a GE era uma das empresas mais valiosas em termos de valor de mercado. Agora ela é a sexta, com um valor um pouco maior que a metade do da Apple, que assumiu a sua liderança. Immelt não teve que lidar apenas com a explosão de uma bolha do mercado de ações e com o fato de que ele estava sucedendo uma lenda. Havia uma bolha na demanda por turbinas de gás para usinas elétricas, as quais haviam concentrado o equivalente a 10 anos de pedidos para um ano e meio. (Apenas agora há sinais de uma recuperação sólida nessa área).

Quatro dias após Immelt ter se tornado presidente, terroristas atacaram Nova York e Washington, DC. A GE logo sentiu o efeito com a desaceleração da economia, e as prioridades dos gastos públicos mudaram de infraestrutura para defesa. O plano para reduzir o tamanho e a complexidade da GE Capital foi determinado em uma reunião com investidores em março de 2009. Embora a GE Capital tenha sido altamente lucrativa desde a recuperação da crise, os investidores em geral apoiam a estratégia de reduzir o lado financeiro da GE. Com efeito, alguns consideram que Immelt demorou muito para fazer isso.

Ainda assim, com o iminente desmonte do braço de finanças para os consumidores, e com a força a mais que o negócio da Alstom dará à GE em setores como os de geração de energia eólica e tecnologia de carvão limpo (nesse processo incrementando sua presença na Índia e na China), Immelt parece finalmente estar escapando da sombra do seu predecessor e reconstruindo a empresa de acordo com o seu próprio plano.

Outro elemento importante no distanciamento das finanças em direção à indústria pesada é trazer a GE de volta às suas raízes inventoras, com o incremento de pesquisa e desenvolvimento. A transição de uma empresa essencialmente americana para uma companhia cada vez mais global é uma das principais conquistas de Immelt. Outro tema da liderança pós-crise de Immelt tem sida a guerra à burocracia e à rigidez corporativas. Immelt quer que a GE alcance o tipo de agilidade típica de empresas de tecnologia do Vale do Silício, e que procure maneiras de fazê-lo rapidamente sem prejudicar a qualidade ou a segurança.

@@@@@@@@@@

Suécia e Finlândia buscam posição mais ativa na OTAN

3 de julho, 2014

A Suécia e a Finlândia deixaram de ser neutras há anos. Os dois países nórdicos, portanto, são participantes mais ativos da aliança transatlântica do que diversos membros titulares. No entanto eles não gozam dos maiores benefícios da OTAN: um assento na mesa decisória e a proteção garantida pelo Artigo 5º, a cláusula que define um ataque contra um membro como um ataque contra todos. Isso não tinha muita importância quando a Rússia era uma “parceira” e a neutralidade, ou, na verdade, o não alinhamento, era uma questão de identidade nacional. Mas a agressão de Vladimir Putin contra a Ucrânia está forçando uma reavaliação.

Isso é especialmente verdade na Finlândia, outrora parte do império russo. Alexander Stubb, que está prestes a assumir como primeiro-ministro, deixou claro o seu desejo de pressionar pela filiação plena com o objetivo de “maximizar a segurança nacional da Finlândia”. A Rússia está rosnando. Sergei Markov, assessor político sênior de Putin, afirmou que a Finlândia pode deflagrar a terceira guerra mundial. “O antissemitismo iniciou a Segunda Guerra Mundial. A “russofobia” pode iniciar uma terceira guerra mundial. A Finlândia é um dos países mais russofóbicos da Europa, depois da Suécia, Polônia e países bálticos”.

A opinião pública é ambígua. Pesquisas revelam que a maioria dos finlandeses é contra a entrada na OTAN, mas concordariam caso os seus líderes a defendessem. O problema é que os líderes finlandeses em si estão divididos. O clima mudaria se a Suécia, o “big brother” nórdico, se inclinasse em direção à OTAN. Por ora, a Suécia e a Finlândia estão procurando mais integração entre os países nórdicos. Muito foi conquistado em treinamentos e logística conjuntos. Mas boa parte dos ganhos fáceis da cooperação em tempos de paz já foi efetuada. A parte difícil (o que fazer em tempos de guerra) permanece obscurecida pelo fato de que dois (Noruega e Dinamarca) são membros da OTAN e o resto não.

Suécia e Finlândia querem estar tão próximas e coordenadas quanto o possível com a OTAN, sem que sejam membros titulares; a OTAN procurou incluí-las o máximo possível, e está planejando novos privilégios sem, por outro lado, lhes conceder direitos de tomada de decisões. A inclusão da Suécia e da Finlândia aumentaria a segurança ao tornar a região do Báltico em um lago da OTAN.

@@@@@@@@@

Esquizofrênicos têm probabilidade maior de usar maconha

3 de julho, 2014

O fato de que o uso de maconha e a esquizofrenia são relacionados é amplamente aceito. Vários estudos sugerem que a droga pode iniciar episódios psicóticos de curto prazo naqueles que já sofrem da condição. Outras pesquisas, no entanto, fazem mais do que isso. Elas mostram que pessoas com esquizofrenia têm duas vezes mais chances do que as outras de usarem maconha. Isso leva alguns a afirmarem que a droga na verdade é a causa da esquizofrenia em vez de apenas um gatilho – uma evidência às vezes empregada por aqueles que desejam mantê-la ilegal.

Mas há outra explicação possível para a associação. Os esquizofrênicos, por alguma razão, se sentem mais atraídos à droga. E um reforço a essa ideia acaba de ser publicado no periódico Molecular Psychiatry por Robert Power, do King’s College, Londres, e seus colegas. O seu trabalho sugere que pessoas que tem tipos de genes associados à esquizofrenia, mesmo aqueles que não têm os sintomas, tem uma probabilidade maior de consumir maconha.

Essas descobertas sugerem que pessoas que nascem com muito da variação genética que parece predispô-las à esquizofrenia têm uma probabilidade maior de experimentar a maconha do que aqueles que nascem com menos dessas variações. As amostras do estudo são pequenas, de modo que será preciso outras pesquisas para confirmar esse resultado. Mas se isso for confirmado, será provado que há uma via de mão dupla entre a maconha e a esquizofrenia.

Novas pesquisas não eliminarão, como faz questão de observar o Dr. Power, a possibilidade de que usar maconha aumenta as chances de uma pessoa se tornar esquizofrênica. Mas isso significará que aqueles que têm uma predisposição à doença de fato são mais atraídos pela droga.


@@@@@@@@@

A estressante vida dos que controlam aviões-robô

2 de julho, 2014

A vida de um soldado de escritório é desestabilizadora. No fim o piloto enlouquece. A peça, que estreou no festival Fringe de Edinburgo, em 2013, traz à tona questões desconfortáveis. Alguns celebram a facilidade com a qual os EUA podem vaporizar seus inimigos hoje em dia. Outros se preocupam com o fato de que os inocentes muitas vezes são atingidos por acidente.

Menos atenção tem sido dada aos homens e mulheres que controlam essas máquinas. Mas agora que a aeronáutica está treinando mais pilotos de aviões-robô do que pilotos de aviões de guerra e bombardeiros, as coisas estão começando a mudar.

“As pessoas presumem que esses pilotos foram dessensibilizados, como se eles estivessem jogando um vídeo game”, afirma Nancy Cooke, professora da Arizona State University que estudou o efeito cognitivo da guerra remota. “O oposto é verdade”. Pilotos de aviões-robô têm problemas de saúde mental à mesma taxa que pilotos de aviões de guerra despachados para o Iraque e Afeganistão, de acordo com um estudo de 2013 de pesquisadores do pentágono.

Estar fora da linha de perigo torna o emprego menos incômodo de algumas maneiras, mas mais de outras. Enquanto os pilotos de aviões de guerra lançam uma bomba e vão embora, os pilotos de aviões robôs podem passar semanas monitorando uma vila ou comboio, inferindo padrões e conhecendo seu inimigo. Essa estranha intimidade torna o ato de matar mais pessoal, particularmente por que esses pilotos são forçados a testemunhar as mortes. Depois, em vez  de confraternizarem com colegas em uma base, os guerreiros de aviões robôs vão para casa, onde devem manter suas peripécias diárias em segredo.

@@@@@@@@@

Câmara trabalha apenas quatro dias durante campanha eleitoral

2 de julho, 2014

Depois dos feriados da Copa do Mundo e do recesso parlamentar, que começa no próximo dia 18 de julho, a Câmara de Deputados trabalhará apenas quatro dias entre agosto e setembro, meses designados para campanha eleitoral.

Parlamentares trabalham menos de cinco dias em junho

Segundo o calendário de trabalho definido pelos líderes dos partidos para a Câmara, ocorrerá apenas quatro sessões deliberativas, ou seja, em que os deputados precisam dar quórum e marcar presença. A rotina normal na casa somente retornará após 5 de outubro.

Os dias de trabalho serão 5 e 6 de agosto e nos dias 2 e 3 de setembro. Segundo o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, é de costume a redução do número de sessões em ano eleitoral, já que  senadores e deputados precisam se dedicar às campanhas, por isso foram definidos dias para esforço concentrado.

Devido à Copa do Mundo, as votações já haviam sido reduzidas no mês de junho e até mesmo o calendário que previa 18 sessões deliberativas foi abandonado.  Mesmo sem trabalhar, os 513 deputados receberam normalmente sem descontos.

@@@@@@@@@

Partido Comunista aprofunda integração do Tibete com o resto do país

2 de julho, 2014

Quando foi inaugurada há oito anos, a ferrovia que liga Golmud a Lhasa era um dos maiores empreendimentos ferroviários jamais construídos. A um custo de US$ 4 bilhões, as linhas foram construídas ao longo de 550 km de permafrost, alcançando uma altitude de 5.000 metros, o que a torna a ferrovia mais alta do mundo. Neste ano uma extensão da linha será inaugurada entre Lhasa e Shigatse, a primeira parte de um plano de unir o Tibete ao resto do país.

O estímulo à infraestrutura do país é parte importante de sua política de integrar o leste mais pobre do país ao oeste rico. Gastos enormes em infraestrutura refletem a determinação do governo central de usar o desenvolvimento econômico para pacificar regiões instáveis no ocidente do país. A mera escala de tais iniciativas, em Xinjian e no Tibete, impõe os seus custos.

Poucos fora da China acreditam que essas políticas estejam funcionando, especialmente após o mal-estar que se instalou no platô tibetano em 2008. Através de políticas de controle religioso, erosão da língua tibetana, monitoramento intenso e “educação patriótica”, o governo procurou suprimir crenças e costumes tradicionais. Hoje em dia é quase impossível para um tibetano comum viajar a partir do Tibete, e os controles de fronteira foram intensificados. Antes de 2008, o número de tibetanos que escapavam para o Nepal todos os anos chegava a 3.000. No ano passado apenas 300 conseguiram fazê-lo.

Enquanto isso o número de chineses da etnia Han que chegam ao Tibete como turistas ou trabalhadores continuam a subir. No ano passado, 7,5 milhões de passageiros viajaram na ferrovia de Golmud para Lhasa – mais do que o dobro da população do Tibete em si.

O trabalho sistemático de destruição da rica cultura Tibetana pela ditadura comunista chinesa vem sendo executado há décadas. Quando morrer o atual Dalai Lama, líder espiritual desse povo, seu sucessor será provavelmente escolhido pela China em vez de pelos processos religiosos históricos. Isso será a pá de cal final nessa tradição milenar.

@@@@@@@@@

Os muçulmanos do Sri Lanka: poder budista

2 de julho, 2014

Cinco anos após uma guerra civil sangrenta que opôs o governo do Sri Lanka, dominado pela etnia Sinhala, a membros de sua minoria Tamil, crescem os temores de violência sobre uma das outras falhas tectônicas do país: a religião. Em 15 de junho multidões de budistas sinhala atacaram três cidades na costa sul, queimando e atacando negócios e casas de muçulmanos.

A violência durou por quase dois dias. Quatro pessoas, três delas muçulmanas, foram mortas e 80 ficaram feridas. A calma foi recuperada apenas quando o exército se envolveu em 17 de junho. Em desvantagem, a polícia e suas forças especiais haviam batalhado para controlar a multidão. Muçulmanos irados afirmam que muitos viram e não fizeram nada. A multidão foi incitada por um discurso inflamatório de um monge budista chamado Galagoda Aththe Gnanasara. Ele lidera uma organização chamada Bodu Bala Sena (BBS), ou Força de Poder Budista, que apoia a militância contra minorias para preservar a dominância da maioria budista.


@@@@@@@@@

Brasil é o 43º país mais conectado do mundo

1 de julho, 2014

O Brasil ocupa a 43ª posição no ranking das economias mais conectadas do mundo, segundo a consultoria McKinsey. Foram avaliados os critérios de fluxos globais de bens, serviços, pessoas, finanças e informação.

Em uma lista de 131 países, o Brasil ganhou 15 posições desde 1995, devido ao aumento do fluxo financeiro — o Brasil ficou na 18ª posição. A pior categoria avaliada é o fluxo de pessoas, onde está em 115º lugar. Os líderes da lista são Alemanha, Hong Kong, Estados Unidos e Singapura.

O Brasil ficou abaixo de todos os membros do Brics e de outros emergentes, como Arábia Saudita (16ª) e Turquia (27ª). Estas conexões representam na economia brasileira 34%, uma das taxas mais baixas entre os países analisados.

Segundo a McKinsey, as razões para o país ser “surpreendentemente pouco conectado” são: o histórico protecionismo, problemas com infraestrutura e barreiras com a língua. A conclusão da consultoria, porém, é de que quem se conecta mais cresce mais economicamente.

@@@@@@@@@

Como coletar mais luz a partir da energia solar

1 de julho, 2014

Diversos pesquisadores estão trabalhando para fazer com que células solares transformem luz do sol em eletricidade de modo mais eficiente. Alguns, no entanto, estão tentando transformá-la em combustível com o uso de células fotoeletroquímicas (PEC, na sigla em inglês).

Infelizmente, a maioria dos processos criados para fazer isso se revelou complexa e ineficiente. Mas Florent Boudoire e Artur Braun, dos Laboratórios Suíços Federais para a Ciência e Tecnologia de Materiais, acham que descobriram uma maneira de melhorar as coisas.

As células PEC, nas quais Boudoire e Braun estão interessados, usam a luz do sol para dividir a água em hidrogênio e oxigênio. Eles fazem isso empregando um fotoeletrodo para converter luz em eletricidade e assim criar um circuito que passa pela água. Em seguida os gases são gerados por eletrólise.

O truque, que eles descrevem em um estudo a ser publicado no periódico Energy & Environmental Science, forma o óxido de tungstênio na forma de esferas com algumas centenas de nanômetros e depois as reveste com uma fina camada de óxido de ferro. Esse arranjo maximiza a reflexão interna, mas também faz com que a luz refletida fique disponível para ser absorvida pelo óxido de ferro na ligação entre este e o óxido de tungstênio. E, ainda mais importante, os pesquisadores descobriram como criar esse arranjo de maneira barata.

O resultado é um arranjo bom tanto para absorver luz como para transformá-la em eletricidade. E o processo deve ser fácil de ser expandido, o que quer dizer que células PEC feitas dessa maneira poderiam ser produzidas industrialmente. O hidrogênio produzido desse modo poderia ser vendido para ser usado ou armazenado localmente e queimado para gerar eletricidade à noite, quando a energia solar comum não está disponível.

@@@@@@@@@

COLUNA ESPLANADA

Preferidos de Aécio eram Ellen ou Tasso

por Leandro Mazzini em 1 de julho, 2014

O candidato à Presidência pelo PSDB, Aécio Neves, desfilou pelo País nos últimos dias com uma lista com quatro nomes para seu vice na chapa: Ellen Gracie (SP), Tasso Jereissati (CE), Agripino Maia (RN) e Aloysio Nunes Ferreira (SP) — o escolhido, mas os dois primeiros eram os preferidos. Aécio ligou para Aloysio no domingo à noite e o convidou. Mas a decisão foi tomada na terça passada, quando soube que perderia em São Paulo o apoio de Gilberto Kassab (PSD) para o PMDB. O projeto de Aécio era lançar o ex-BC Henrique Meirelles para o Senado na chapa do governador Alckmin.

Fator paulista

Sem o PSD na aliança, pesou SP ser o maior colégio eleitoral do País. O tucano avalia que precisa do Sudeste para ir ao 2º turno. Aloysio foi o senador mais votado do Brasil.

Quase, madame

Aécio indicou para a ex-ministra do STF Ellen Gracie que ela seria uma forte opção. Também cogitou até uma semana atrás Agripino, mas a decisão de Kassab mudou tudo.

‘Densidade’ pesa

Tucanos dizem que Aécio tem muito respeito por Agripino, mas pesou contra a ‘pouca densidade eleitoral’ de seu reduto, o Rio Grande do Norte.

Seguro

A decisão de Tasso sair ao Senado pela chapa de Eunício (PMDB) no Ceará apressou a escolha de Aécio. E o senador Aloysio não tem nada a perder. Tem mandato até 2019.

Com quem andas…

Até ontem à noite, a candidatura do ex-ministro Alexandre Padilha (PT) ao governo de São Paulo estava um fiasco, com risco de debandada do PP de Paulo Maluf e até do aliado tradicional PCdoB. Todos querem correr para a coalizão de Paulo Skaf (PMDB). Para piorar para Padilha, apenas os comunistas, PP e PR haviam fechado com o PT.

Difícil explicar

Se os partidos ficarem com Padilha, há considerável tempo de TV, mas a ficha corrida dos aliados é preocupante. Maluf tem notório histórico e é procurado pela Interpol de 180 países com mandado de prisão, acusado de lavagem de dinheiro (público). O PR é comandado por um presidiário de Brasília, Valdemar da Costa Neto.

Maldição da guerra

Veja as voltas que o mundo dá, relatos de leitores da Coluna que moram lá: a ex-potência do PIB dos EUA, Detroit está quebrada. Sede das grandes fábricas bélicas da 2ª guerra mundial, que garantiram vitória dos Aliados contra a Alemanha, a cidade está sucateada e fantasma — como as atingidas na Europa à época da guerra.

(Des)governou

As grandes indústrias bélicas americanas mantiveram sede no País, mas mudaram as fábricas para a… China e outros países asiáticos. O efeito dominó também quebrou as empresas que forneciam peças para a GM, salva pelo gongo do governo americano.

Brasília do Poker

Conhecidos mandatários fãs do jogo já se mobilizam. Brasília será sede da 4ª etapa BSOP — Brazilian Series of Poker, disputada entre os dias 31 de julho e 4 de agosto, no Hotel Meliá–Brasil 21. A série passou por Brasília na temporada de 2008 e, naquela ocasião, a etapa foi o recorde de público do ano.

O santinho de Alencar

O saudoso ex-vice-presidente do Brasil José Alencar sempre se gabava de ter feito campanhas com lisura e sem problemas na Justiça Eleitoral, em todos os pleitos que concorrera (para governador, quando perdeu em 94, e depois para senador, quando venceu).
- Nunca houvera caixa 2, repetia.
Mas foi lembrado por um amigo que houve sim. E ria muito com isso. Alencar explicava: quando foi candidato ao governo de Minas, um amigo de longa data de Ubá, dono de um posto de gasolina, fez santinhos com seu nome e número por conta própria, bancou e distribuiu inclusive nos dias da eleição, sem ele saber — e a Justiça também.
- Foi o único gasto não contabilizado pela campanha — lembrava Alencar sorridente.

Ponto Final

Quem é a FIFA, que mordeu tanto o contribuinte brasileiro, para expulsar o mordedor luizito Suarez?

Com Equipe DF, SP e Nordeste

@@@@@@@@@@

Mais crianças entram ilegalmente nos EUA

1 de julho, 2014

O Rio Grande Valley é hoje em dia um dos pontos mais movimentados de cruzamentos ilegais da fronteira de 3.200 km entre Estados Unidos e México. E um número cada vez maior dos que cruzam as fronteiras são crianças sem os seus pais. O número de crianças não acompanhadas que foram pegas cruzando a fronteira aumentou para cerca de 52.000, uma alta em relação às 15.700 de 2011. A maior parte delas não vem do México, mas sim da América Central.

O súbito fluxo de crianças entrando nos EUA quase assoberbou as agências que devem tratar delas. Os centros de detenção para crianças que cruzam a fronteira ilegalmente estão horrivelmente sobrecarregadas. Barack Obama fala de uma “situação humanitária urgente”.

A Casa Branca culpa a instabilidade na América Central pelo fluxo de crianças. Um relatório do Alto Comissariado da ONU para Refugiados de março, com base em entrevistas com cerca de 300 menores de idade da América Central nos Estados Unidos, colocou a violência de gangues e os abusos domésticos no topo da lista das causas de fuga — além do desejo de se reunir a seus parentes nos EUA.

O aumento do número de imigrantes infantis acontece em um momento em que o número total de pessoas cruzando a fronteira na região sudoeste caiu sensivelmente. Mas também é mais difícil entrar no país do que antes. Um estudo de 2008 verificou que um imigrante em potencial que continuasse tentando lograria sucesso em algum momento, de modo que os imigrantes ilegais voltavam para casa regularmente para ver suas famílias, seguros de que conseguiriam retornar. Agora eles tendem a não sair do país. A fiscalização mais rígida na fronteira, portanto, mantém as famílias separadas, e dá aos pais imigrantes um grande incentivo para incentivar seus filhos a cruzarem a fronteira.


@@@@@@@@@@

Após chuvas, Rio Grande do Sul tem 11,5 mil desabrigados

30 de junho, 2014

As inundações decorrentes das chuvas fortes no Rio Grande do Sul deixaram 11,5 mil desabrigados no estado até este domingo, 29.  No levantamento anterior divulgado pela Defesa Civil, os dados eram de 10.749 pessoas afetadas.

Foram 62 município atingidos pelas enchentes, estando 2.615 pessoas abrigadas em ginásios de esportes, centros comunitários, escolas e salões de baile. Outras 8.886 estão alojadas em casas de amigos e parentes.

As cidades que devem decretar situação de emergência são: Alpestre, Cristal do Sul, Chiapetta, Vicente Dutra, Barão do Cotegipe, Erval Grande, Caiçara, Cerro Grande, Crissiumal, Derrubadas, Getúlio Vargas e Tiradentes do Sul.  O município mais atingido é o Iraí com 1,3 mil pessoas fora de suas casas. A cidade fica na divisa com Santa Catarina e decretou calamidade pública.

Neste domingo, os rios do noroeste do estado começaram a baixar o nível da água, o que permitiu a muitas famílias se prepararem para retornar às suas casas, assim como no oeste de Santa Catarina.

No oeste do Rio Grande do Sul, porém, o risco de inundações ainda é alto, devido a possíveis cheias do rio Uruguai. Pelo menos, dez rodovias do estado tiveram o tráfego interrompido por causa de deslizamentos e inundações.

Chuvas fortes e ventanias, também foram registradas no fim de semana nas regiões sudoeste, centro e leste do Rio Grande do Sul, devido a um ciclone extratropical que se formou no Oceano Atlântico.

@@@@@@@@

Desde 1994, Brasil tem crescimento baixo de nação rica e inflação de país pobre

30 de junho, 2014

Após 20 anos do Plano Real, os resultados para a economia do Brasil são de uma nação com inflação alta de país subdesenvolvido e crescimento baixo de país rico. Segundo levantamento do economista-chefe da Austin Rattig, Alex Agostini, o país tem a sétima maior inflação acumulada, entre 1995 e 2013, o que representa 275,4% com uma taxa média anual de 7,2%. Ficando atrás nesta categoria da Venezuela e da Colômbia.

No ranking do crescimento, o Brasil está na 15ª posição, com uma média de expansão de 3%, o que mostra o perfil de crescimento de países desenvolvidos, que tem um ritmo mais lendo. No entanto, o país mantém a inflação em alta que é um problema típico de países mais pobres.

Para o economista, a fonte do problema está no custo do Brasil, que reduz o crescimento, e está relacionado ao preço de suas deficiências estruturais, como logística, mobilidade urbana, burocracia e tributação alta e complexa.

A estimativa da inflação para este ano é de 6,46%. O levantamento comparou dados de 32 países da América Latina, Brics, Tigres Asiáticos e desenvolvidos.


@@@@@@@@@@

COLUNA ESPLANADA

Pagamento à brasileira

por Leandro Mazzini em 29 de junho, 2014

Onze homens e outro segredo

Os maços com US$ 3 milhões como prêmio atrasado para a Seleção de Gana vieram em jatinho fretado pelo governo do País africano. Mas não é a primeira vez que Brasília sedia polêmica remessa de dinheiro em avião executivo. Até hoje estão bloqueados em conta judicial os R$ 10 milhões – ou US$ 4,56 milhões – flagrados pela PF num jatinho da Igreja Universal no pátio do Aeroporto JK. O caso de Gana, com informações desencontradas sobre a lupa da Receita do dinheiro para os 11 entrarem em campo, tem os ingredientes para um novo filme da série ‘Onze homens e um segredo’.

Dinheiro voa

Não é de hoje que jatinhos voam sem a fiscalização da Receita com dinheiro vivo. Em 2012, outro avião da Igreja foi flagrado com R$ 34 milhões em Viracopos (Campinas).

Grana pura

A eliminada seleção de Gana ganhou um apelido em Brasília depois do inédito pagamento de US$ 3 milhões no meio da Copa: Grana.

Tô brabo

O senador Ivo Cassol (RR) ficou brabo. Descobriu que foi tema de pergunta em prova do Detran de Rondônia, que citou condenação por fraude e licitação. Vai à Justiça.

Por água abaixo

Por decreto, a presidente Dilma liberou, semana passada, R$ 3 milhões de verba do PAC para obras de bombeamento de água e modelagem do circuito de canoagem em Foz do Iguaçu. É preparativo para a seleção brasileira de Slalom para os Jogos de 2016 no.. Rio de Janeiro. Haverá em Foz este ano competições internacionais da modalidade.

Canoagem artificial

Já a prova para valer será em Deodoro, na zona Leste do Rio, onde será construído um circuito de corredeira artificial – que ficará pronto às vésperas das Olimpíadas. Sem corredeiras naturais no Rio, o COI cogitou fazer a prova em Foz, mas recuou.

Na moita

Se o TJDFT condenar em 2ª instância o ex-governador José Roberto Arruda (PR), ele ficará inelegível e não poderá se candidatar, como deseja. Neste caso, seu grupo apoiará a deputada distrital Eliana Pedrosa (PPS), mas ela também deve explicações…

Explica essa

Ocorre que Eliana terá de se distanciar de um irmão que foi preso pela PF, indiciado numa operação contra a máfia de hemoderivados. Ele fazia festas para empresários, com muita bebida, churrasco e mulheres bonitas no Lago Sul. Foi a irmã, pré-candidata, quem pagou seu advogado, Roberto Podval, dos mais caros do País.

A outra Copa

As Forças Armadas e a PF vão fazer horas extras. Logo após a Copa da Fifa o Brasil vai sediar outra Copa – a política. Será a VI Cúpula do Brics – Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul – com os cinco chefes de Estado nos dias 15 e 16 de julho, em Fortaleza e Rio de Janeiro, respectivamente.

Olhos bem abertos

Os japoneses querem legalizar cassinos no país, de olho nos jogos Olímpicos de 2020 em Tóquio. Os maiores empresários do setor já visitam o Japão: Neil Bluhm (com cassinos na Pensilvânia, em Chicago e nas Cataratas do Niágara), Sheldon Adelson (Las Vegas) e James Packer (Austrália, Sri Lanka e Filipinas) disputam o mercado.

Ponto Final

A Itália foi eliminada ‘al dente’ pelo Uruguai

José Simão, humorista.

@@@@@@@@@@

Iminência de um El Niño severo ameaça a América Latina

29 de junho, 2014

O El Niño (junto com sua irmã mais fria, La Niña) é um fenômeno climático de ocorrência natural. A cada série de 2 a 7 anos, boa parte da água morna coletada no Pacífico ocidental volta na direção leste para a placa marítima da América do Sul. Isso gera chuvas torrenciais e inundações no Equador, na costa desértica do Peru e na porção oeste da Bolívia, além de secas nas terras altas do Peru e Bolívia.

El Niños severos ocorrem normalmente a cada série de 15 a 20 anos; o último ocorreu em 1997-1998. Os cientistas estão cautelosos. Há uma chance de 75-80% de chances de que o El Niño se desenvolva no outono do hemisfério norte, afirma o Centro Internacional de Pesquisa de Clima e Sociedade da Universidade de Columbia. Mas há a ressalva de que a maior parte dos modelos climáticos prevê uma versão moderada do fenômeno.

O próximo El Niño será um teste para a região. O ministro das finanças do Equador resguardou uma linha de crédito contingente que pode chegar a US$ 1,2 bilhão. O governo do Peru reservou US$ 1,1 bilhão para obras preventivas de fortalecimento de pontes, contenções de rios e afins.

Perdas relacionadas a desastres naturais estão se acumulando na América Latina; elas somaram US$ 50 bilhões em 2001-10, de acordo com o Banco Mundial, porém menos pessoas estão morrendo em desastres; mais perdas estão seguradas, e os governos costumam oferecer transferências de dinheiro de emergência para as vítimas.

Tais medidas seriam bons preparativos para a mudança climática, à qual o aumento da incidência de desastres naturais pode estar ligada. O mesmo não necessariamente se aplica ao El Niño, em relação ao qual “o fim do século XX não foi mais ativo que o fim do século XIX”, de acordo com Mark Cane, climatólogo da Universidade de Colúmbia.

Os arqueólogos acreditam hoje em dia que o império Moche, que teve um extraordinário florescimento populacional e cultural nos vales das costas ao norte do Peru, foi aniquilado por um El Niño severo no século seis. Independentemente da força do próximo, os governos devem estar alertas.

@@@@@@@@@

Bares e restaurantes dos EUA proíbem entrada de crianças

29 de junho, 2014

No mês passado, o Hot Bird, um bar de cerveja artesanal no Brooklyn, Nova Iorque, proibiu a entrada de crianças. O proprietário estava farto de pais que achavam que seus filhos tinham direito a um serviço “VIP” apesar de beberem apenas leite.

O Hot Bird não está sozinho. Outros bares de Nova Iorque também proíbem a entrada de crianças a partir de determinado horário ou em alguns dias da semana.

Não se trata, no entanto, de uma tendência apenas dos estabelecimentos de Nova Iorque. Em janeiro, Grant Achatz, um chef reconhecido pelo Guia Michelin, reclamou de um bebê chorando em seu restaurante em Chicago. Em sua conta no Twitter, ele se perguntou se deveria proibir a entrada de crianças. No ano passado, um sushi bar na Virgínia proibiu a entrada de clientes menores de 18 anos.

Os estabelecimentos que optam por impedir a entrada de crianças argumentam que os pais têm vários outros lugares para ir. O site Parkslopeparents.com indica vários bares e restaurantes de Nova Iorque que aceitam crianças.

É difícil equilibrar os interesses dos pais e os daqueles que não têm filhos. As famílias gostam de viajar, mas outros querem apenas dormir em paz em voos de longa distância.

Os pais, em geral, acham que os “não-pais” devem sorrir e aguentar quando uma criança perturba a sua tranquilidade.


@@@@@@@@@

Turistas optam por hospedagens de baixo custo

27 de junho, 2014

Eles vieram ao Brasil em comboio; mais de 3.000 chilenos a bordo de carros, motor homes e trailers viajaram por dias pelos Andes e Argentina para apoiar a sua seleção na Copa do Mundo 2014. Esses aventureiros, porém, não podem assumir os dispendiosos preços cobrados pela rede hoteleira do país sede.

Apesar das precárias condições de viagem que pressupõem uma rota de 3.200 km (aproximadamente) em um veículo compartilhado por cinco pessoas, o grupo parecia não estar incomodado. Nem mesmo com a perspectiva de dormir em uma barraca diminuía o entusiasmo dos torcedores. Essa foi a maneira que muitos estrangeiros encontraram para participar do evento.

“É um sonho que eu tive”, disse José Aragão, 59 anos, “a última chance de ver a Copa do Mundo na América Latina.”

As acomodações alternativas estão realizando o sonho da Copa do Mundo para muitos fãs do esporte que tiveram dificuldades de encontrar alojamentos que não estivessem sujeitos aos preços inflacionados do período. Até Ronaldinho, a ex-estrela seleção brasileira, colocou sua mansão no Rio de Janeiro para alugar por US$ 15.000 a noite.

Enquanto boa parte dos chilenos (mobilizados através do Facebook) acampou, outros elegeram albergues ou apartamentos através dos serviços da página Airbnb, que disponibiliza opções aos turistas para reserva de acomodações.

O governo brasileiro espera que 600 mil turistas estrangeiros visitem o país durante a competição, o dobro do público recebido em 2010, pela África da Sul, no Mundial anterior (309.000 visitantes).

Nem mesmo os altos índices de criminalidade do Brasil têm preocupado os visitantes; a taxa de homicídios do país em 2012 foi de 25,2 por 100.000 habitantes, contra 4,7 por 100.000 nos Estados Unidos, de acordo com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime.

Como muitos, Christian Tripp (San Diego), 24 anos, se recusou a pagar os preços abusivos cobrados pelos hotéis tradicionais e optou por instalações alternativas: Tripp pagou US $ 67 por noite – segundo ele, um preço alto, mas inevitável – para compartilhar um dormitório em uma pousada com outras oito pessoas em Recife.

O Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) informou que não irá disponibilizar os dados sobre o número de turistas que optaram por acomodações alternativas nesta Copa. Porém, em 2012, 44,2 % dos 5,67 milhões de visitantes estrangeiros do Brasil utilizaram acomodações alternativas, tais como albergues, camping e casas alugadas.

“As razões para a preferência por meios alternativos são um interesse em se aproximar de cultura local e economizar dinheiro”, informou a Embratur em um e-mail.


@@@@@@@@@

COLUNA ESPLANADA

Dirceu dribla função de emprego para evitar cadeia

por Leandro Mazzini em 27 de junho, 2014

O emprego de organizador de biblioteca num escritório de advocacia para o ex-ministro José Dirceu foi um drible necessário para que o apenado saísse da cadeia em regime semiaberto. Dirceu é advogado, poderia trabalhar como tal, mas corre risco de perder a qualquer momento o registro na Ordem dos Advogados do Brasil. É que a OAB-SP abriu processo administrativo para analisar se cassa ou não a carteirinha de Dirceu, por ser condenado em ação penal e cumprir pena.

Ou seja

Se trabalhar como advogado — além de ir contra os princípios da Ordem –, Dirceu poderia voltar para a cela de imediato se a OAB eventualmente decidir cassar o registro.

Sarney

Após desistir da vida pública, surgiu no Amapá movimento ‘Fica Sarney’, com adesivos para carros e artes que circulam por e-mail com foto sorridente do veterano político.

Vergonha nacional

No dia de Portugal x Gana no estádio de Brasília, pela Copa da FIFA, um evento privado, todos os órgãos públicos federais e do DF tiveram folga ontem…

Pré-campanha…

Presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB-RN) arrumou um jeitinho de aparecer em especial para seus telespectadores potiguares no RN, onde concorrerá ao governo do estado em outubro. Apelou ao direito de pronunciamento pela Casa em rede nacional de rádio e televisão e falou por dois minutos na noite de quarta.

…em rede

Curioso é que até ontem à noite nenhum político da oposição ou partido reclamou no TSE ou criticou a manha do veterano deputado. A aparição veio a tempo. O calendário eleitoral é claro: a partir de 1º de julho será proibida a veiculação de propaganda partidária gratuita ou qualquer tipo de promoção de políticos na TV e rádio.

Camisa de Padilha

Como nova celebridade política, Alexandre Padilha (PT) não escapa agora de nada. Foi fotografado com a esposa a caminho da arena nacional em Brasília, para Brasil x Camarões na segunda, com a camisa da seleção e a escrita ‘Padilha 13’ nas costas.

Casamentos regionais

Aécio e Eduardo Campos vão se afinando nos estados mais do que o PT esperava. Candidato do PSDB ao governo do DF, Pitiman reuniu-se com Rodrigo Rollemberg, o candidato do PSB. O tucano avalia retirar a candidatura para apoiar o socialista.

Epa, Epa

Num corredor da Câmara há bela exposição sobre o presidente Getúlio Vargas. Mas uma foto de bottom com frase é estranha: “Para Deputado Federal Getúlio Vargas 1456”. Deve ter sido um xará do presidente Vargas, candidato posteriormente, já que o número 14 do PTB só veio em 1980, no registro do PTB com Ivete Vargas.

Mais provocação

Mais capítulo do embate entre delegados e procuradores. O Presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) ouviu de vários parlamentares que a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), de tanto opinar, virou a dos ‘Palpiteiros da República’. Procurada, a ANPR não se manifestou.

Os segredos do juiz

Muita gente no País já conhece o juiz Marlon Reis, do Maranhão, como o principal idealizador da Lei Ficha Limpa, mas poucos sabem que além de notório jurista, Marlon é apaixonado por uma roda de violão — instrumento que sabe tocar bem. Quando estudante, ele chegou a ganhar uns trocados por meses tocando e cantando num bar no ponto final de ônibus, perto da faculdade em São Luís. Missão mais fácil que o primeiro emprego: ajudava o pai feirante todos os dias na banca de frutas e virou especialista — virtude que mantém para os amigos — em analisar qualidade da… melancia.

Ponto Final

Brasileiro é o povo mais otimista do mundo, mostra pesquisa. Durante a Copa, e no Brasil, é fácil ser feliz!

Com Equipe DF, SP e Nordeste

@@@@@@@@@